Início » Telecomunicações » Brisanet fará estreia na bolsa de valores para expandir internet por fibra

Brisanet fará estreia na bolsa de valores para expandir internet por fibra

Operadora regional atua em estados do Nordeste e protocola pedido de IPO; Brisanet é a 5ª maior empresa de internet do Brasil

Lucas Braga Por

A Brisanet, empresa de banda larga por fibra óptica que atua em estados do Nordeste, solicitou o registro de oferta pública inicial (IPO) para a Comissão de Valores Mobiliários. Se o pedido for aceito, a companhia passará a ser negociada na bolsa de valores e deverá expandir a cobertura de internet fixa.

Loja da Brisanet (Imagem: Reprodução/Brisanet)

Brisanet atua com serviços por fibra óptica em estados do Nordeste (Imagem: Reprodução)

A oferta será coordenada pelos bancos Santander, BTG Pactual, XP e UBS BB. Atualmente, a Brisanet possui 11 sócios pessoa física que irão vender uma participação na companhia de fibra.

A Brisanet é um dos principais destaques quando se fala em provedores regionais: a empresa passou a atuar no segmento de internet fixa desde 2000, com transmissão via rádio, e adotou a fibra óptica a partir de 2012.

Atualmente, a Brisanet atende os estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, com presença em 96 cidades. A empresa também controla a Agility Telecom, que oferece serviços de internet por fibra óptica em 251 municípios do Nordeste.

O volume de papeis a serem negociados ainda não foi divulgado, nem a faixa indicativa de preços e o cronograma do IPO. A Brisanet deve usar recursos da venda de ações para expandir a rede de fibra óptica e efetuar aportes de capital na Agility Telecom.

Brisanet é a 5ª maior operadora de internet do Brasil

O mês de março de 2021 foi significativo para a Brisanet, que ultrapassou a TIM Live na quantidade de clientes de banda larga. A operadora regional possui 1,9% do mercado de internet fixa brasileiro, mas detém 21,9% de todos os clientes do setor considerando apenas os estados onde atua, superando Claro, Oi e Vivo.

A Brisanet tem cerca de 675 mil clientes, e quase todos são conectados através de fibra até a residência (FTTH). A companhia também afirma ter rede de acesso (backhaul) com extensão de 14,4 mil quilômetros.

Ainda que a posição da Brisanet seja confortável nos estados onde atua, é um desafio continuar crescendo tendo em vista que concorrência é cada vez maior. Além do aumento da oferta de provedores regionais, a Oi tem concentrado esforços para expandir a rede de fibra óptica e oferece planos agressivos na região.

Com informações: Money Times, Exame

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ksio89

Se não praticasse CGNAT seria uma opção pra mim. Até tem IPv4 válido, mas acho que custa bem 50 reais por mês, aí não compensa.

Caio Henrique Galli dos Santos (@chgsantos)

Hoje em dia todas as operadoras fazem CGNAT, não é exclusividade deles. O normal é vir com CGNAT e você precisar abrir um chamado para ter IP público.

@ksio89

CGNAT é o compartilhamento de IPv4 público entre vários clientes, basicamente você não tem um IPv4 externo único. Adotam isso quando faltam endereços IPv4 para todos os clientes em uma região, em geral provedores pequenos que tem um bloco pequeno de endereços e não quer gastar adquirindo mais.

Pra quem só navega ou consome streaming, não atrapalha nada. Mas pra quem é heavy user, o CGNAT prejudica ou mesmo inviabiliza vários serviços que dependem de um endereço IP único, entre eles:

abrir portas conexão P2P como torrent jogar online (NAT restrito no Xbox, por exemplo) servidor acesso remoto servidor de escuta em jogos, em que a máquina é tanto cliente e servidor

A tecnologia foi inventada pra ser uma solução temporária enquanto o IPv6 não era adotado em larga escala, mas o que era pra ser temporário acabou se tornando permanente, pois ainda tem muitos provedores e serviços, principalmente servidores dedicados de jogos, que em pleno 2021 ainda não suportam IPv6.