Início » Celular » Xiaomi Mi 11 com tela de 120 Hz e Snapdragon 888 chega ao Brasil

Xiaomi Mi 11 com tela de 120 Hz e Snapdragon 888 chega ao Brasil

Xiaomi Mi 11 é lançado no Brasil em uma versão e traz tela AMOLED de 6,81 polegadas, Snapdragon 888 e RAM de 8 GB

Darlan Helder Por

O Xiaomi Mi 11 já está entre nós. Oficializado pela DL Eletrônicos nesta terça-feira (8), o topo de linha da chinesa chega ao Brasil com painel AMOLED, taxa de atualização de 120 Hz, processador Snapdragon 888 e três câmeras, sendo a principal de 108 megapixels. Homologado na Anatel em maio deste ano, o Mi 11 desembarca no país custando R$ 8 mil, mais caro que o Samsung Galaxy S21 e mais barato que o iPhone 12 Pro, para fins de comparação.

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi 11 tem Snapdragon 888 e câmera de 108 MP

O aparelho está equipado com uma tela de 6,81 polegadas com resolução WQHD+ (3200 x 1440 pixels), taxa de atualização de 120 Hz e taxa de amostragem de toque de 480 Hz. A traseira, disponível em branco, azul e cinza, é de vidro, enquanto as laterais curvadas são de alumínio. Ali ainda estão os alto-falantes estéreos Harman Kardon, a gaveta de chip e a entrada USB-C; o modelo não tem entrada padrão para fone de ouvido.

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Ao Tecnoblog, Thiago Araripe, gerente de marketing da Xiaomi Brasil, diz que o Mi 11 estreia com a mensagem “o cinema em suas mãos”. Isso porque ele conta com uma câmera principal de 108 megapixels (suportando gravação em 8K a 24 fps). O conjunto ainda é formado por uma lente ultrawide de 13 megapixels e uma macro de 5 megapixels. A câmera frontal, por sua vez, é de 20 megapixels. Todas têm modo noite, com exceção da macro.

Snapdragon 888 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Snapdragon 888 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O Mi 11 foi apresentado em dezembro de 2020 e chegou como o primeiro smartphone a receber o processador topo de linha da Qualcomm, o Snapdragon 888. Por aqui, ele trabalha aliado a 8 GB de RAM e 256 GB de espaço interno. A versão com 8 GB + 128 GB não deve chegar ao país. Ele sai de fábrica com Android 11 e MIUI 12.5. Completam as especificações suporte ao 5G, carregamento reverso de 10 watts, NFC, Wi-Fi 6 e Gorilla Glass Victus.

Xiaomi Mi 11 vem com carregador de 55 watts

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi 11 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O dispositivo da Xiaomi tem uma bateria de 4.600 mAh e a empresa faz questão de ressaltar que o carregador é enviado na caixa. O acessório é de 55 watts, o que faz o aparelho marcar os 100% em apenas 45 minutos. Ele também suporta carregamento sem fio de até 50 watts, podendo chegar aos 100% em 53 minutos.

O Xiaomi Mi 11 já está à venda no país. Além do flagship, a DL Eletrônicos anunciou nesta terça o lançamento da Mi Band 6 (Mi Smart Band 6) no Brasil. A popular smartband agora aposta em uma tela maior de 1,56 polegada, oxímetro (SpO2) e 30 modos de treino. São seis cores disponíveis: preto, azul, amarelo, laranja, oliva e marfim.

Xiaomi Mi 11 (Brasil) – ficha técnica

Xiaomi Mi 11
Tela AMOLED de 6,81 polegadas com resolução WQHD+ (3200 x 1440 pixels), aspecto de 20:9, taxa de atualização de 120 Hz, taxa de amostragem de toque de 480 Hz e HDR10+
Processador Qualcomm Snapdragon 888
RAM 8 GB (LPDDR5)
Armazenamento 256 GB
Câmera traseira – principal: 108 megapixels, f/1,85

– ultrawide: 13 megapixels, f/2,4

– macro: 5 megapixels, f/2,4

Câmera frontal 20 megapixels, f/2,4
Bateria 4.600 mAh, carregamento rápido (55 watts com fio e 50 watts sem fio) e carregamento reverso de 10 watts

Carregador de 55 watts enviado na caixa

Sistema operacional Android 11 (MIUI 12.5)
Conectividade Porta USB-C, 4G, 5G, Wi-Fi 6, Bluetooth e NFC
Mais leitor de impressões digitais na tela com detector de batimentos cardíacos, emissor de infravermelho, LiquidCool e Gorilla Glass Victus
Dimensões 164,3 x 74,6 x 8,06 mm
Peso 196 gramas
Cores Branco, azul e cinza

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno (@Unknown)

8K num telefone que nem IP68 tem.
É um intermediário que tenta ser Premium.

André Gorgen (@Banana_Phone)

“Xiaomi é bom e barato”