Início » Telecomunicações » Internet fixa está 70% mais rápida com expansão da fibra óptica no Brasil

Internet fixa está 70% mais rápida com expansão da fibra óptica no Brasil

Estudo da Ookla diz que Brasil tem velocidade média de internet fixa de 50,6 Mb/s; Vivo e Oi lideram índice de satisfação

Lucas BragaPor

A Ookla divulgou o estudo Speedtest Global Index de abril de 2021, e a qualidade das redes fixas brasileira está melhor: o aumento da disponibilidade de banda larga por fibra óptica até a residência (FTTH) fez com que o Brasil saltasse da 56ª posição para o 49° lugar no ranking mundial de internet. O país tem velocidade média de 50,6 Mb/s de download e 26,3 Mb/s de upload, ocupando a vice-liderança na América Latina.

Cabos de rede para internet

Fibra óptica impulsiona velocidades de internet no Brasil (Imagem: Pixabay)

Vale destacar que os dados da Ookla são baseados em medições feitas pelos usuários do aplicativo Speedtest. A companhia destaca que houve aumento de 69,2% nas velocidades de banda larga no Brasil em comparação com o ano de 2020.

Na América Latina, o Chile lidera a média de velocidades de download, enquanto o Brasil ocupa o segundo lugar. Em seguida aparecem Colômbia, México e Argentina:

Mapa com média de velocidade de banda larga na América Latina. Chile mantém liderança, seguido por Brasil, Colômbia, México e Argentina.

Chile lidera velocidades de banda larga na América Latina; Brasil ocupa 2° lugar (Imagem: Divulgação/Ookla)

Vivo é a operadora com maior velocidade na banda larga

A Vivo ocupa a liderança das velocidades de download de banda larga fixa no estudo do Speedtest, seguido por Claro e Oi. No entanto, quando se trada de upload, a Claro cai para o 3° lugar no ranking nacional:

Ranking nacionalVelocidade de downloadVelocidade de uploadÍndice de satisfação
Vivo68,25 Mb/s52,72 Mb/s1° lugar
-12,12
Claro60,54 Mb/s10,72 Mb/s3° lugar
-41,18
Oi55,13 Mb/s43,43 Mb/s2° lugar
-19,8

Além das maiores velocidades, a Vivo também conquistou o 1° lugar no índice de satisfação nacional do Speedtest. De acordo com os dados de abril de 2021 da Anatel, a operadora é a líder em fibra óptica no Brasil, com 20,3% do mercado; mais de 60% dos clientes da empresa utilizam a tecnologia FTTH, enquanto diversos contratos de cabos metálicos são da antiga GVT, que oferecem velocidades de download de até 50 Mb/s com tecnologia VDSL.

A Oi ocupa o 2° lugar em satisfação, e atingiu média de 55,13 Mb/s de download e 43,43 Mb/s de upload. Na terceira posição está a Claro, que oferece download maior que a Oi porém traz upload quatro vezes mais baixo que a concorrente.

Aqui vale explicar a situação da Claro: a empresa não utiliza fibra óptica até a casa do cliente de forma ampla e vende internet de até 500 Mb/s no cabo coaxial para pessoas físicas, o que permitiu um bom desempenho no download. No entanto, o plano mais caro da companhia tem upload de apenas 35 Mb/s através da tecnologia DOCSIS — menor que a média de todas as concorrentes nacionais com FTTH.

Brasília e São Paulo tem as maiores velocidades de internet

Ter um panorama nacional é importante para entender a performance geral das operadoras de internet fixa, mas a grande verdade é que os resultados de cada empresa variam muito conforme a região.

A Ookla divulgou que o local com maior velocidade de internet fixa é Brasília, com download médio de 75,72 Mb/s. A cidade de São Paulo aparece em seguida, com 60,41 Mb/s, seguido por Fortaleza (56,83 Mb/s), Rio de Janeiro (51,09 Mb/s) e Salvador (45,85 MB/s).

Mapa com média de velocidades por estado; DF e RO aparecem com melhores resultados

Média de velocidades por estado: quanto mais escuro, mais rápida é a internet (Imagem: Reprodução/Ookla)

Nas cinco cidades, a Vivo lidera o índice de satisfação em São Paulo e Rio de Janeiro. A Oi é a operadora com o melhor indicador em Brasília, enquanto a TIM Live é a preferida em Salvador e a regional Brisanet lidera as avaliações em Fortaleza.

Os resultados completos estão disponíveis no relatório Speedtest Global Index.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Chile ganha do Brasil por causa de seu tamanho bem inferior em relação ao nosso. Então, é mais fácil e rápido fibrar esse país. Estou errado?

· (@Francisco)

A OI engoliu o mercado de RR com planos de 200Mbps e as outras cidades são tão pequenas que não vale a pena chegar.

André Noia (@Andre_Noia)

Tem a ver com a média das conexões. Como São Paulo tem muita gente ainda com conexões xDSL da Vivo, eles acabam derrubando a média como um todo. Situação parecida com a minha: tenho fibra em casa, mas em uma velocidade de 30 de down e 15 de up, abaixo da média de Brasília, mas que não é a realidade da maioria aqui, que já está nessas velocidades acima dos 100 mega da Oi, Vivo, Claro, Tim e provedores regionais.

Coqueiro (@Coqueiro)

Realmente, da para notar que está aparecendo planos mais rápidos e baratos. Até mesmo onde moro, interior do Piauí, já tem panos de 1 giga por pouco mais de R$ 200 ou se preferir algo não tão overkill 400 megas custa apenas R$ 100. Tudo na fibra.