Início » Gadgets » Samsung deve apresentar Galaxy Watch 4 com Wear OS na MWC 2021

Samsung deve apresentar Galaxy Watch 4 com Wear OS na MWC 2021

Samsung marcou sessão na MWC para apresentar "uma nova experiência em relógio" e pode usar o espaço para o Galaxy Watch 4

André FogaçaPor

Rumores sobre o Galaxy Watch 4 equipado com um novo sistema operacional, agora o Wear OS do Google, já foram reforçados no mês passado pelas próprias empresas e agora um boato aponta para o lançamento deste gadget já na MWC deste ano. Por conta da pandemia de COVID-19, o evento que costumava acontecer entre os meses de fevereiro e março, será apresentado ao mundo no final deste mês.

Samsung Galaxy Watch 3 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy Watch 3 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Poucas empresas conseguem fazer alguma força no mundo dos smartwatches para cutucar a liderança da Apple com os diversos Apple Watch. Uma delas é a Samsung e a outra é a Huawei, nenhuma das duas com um sistema operacional móvel do Google, o Wear OS. Isso deve mudar a partir do dia 28 de junho, quando a companhia coreana marcou uma apresentação de “nova experiência em relógio”, reforçando os boatos para o Galaxy Watch 4 e que certamente trará a solução do gigante das buscas para relógios inteligentes.

Wear OS do Galaxy Watch 4 pode atingir outras marcas

“Nós estamos reimaginando os smartwatches, criando novas oportunidades para desenvolvedores e consumidores. E estamos aprimorando a segurança, dando às pessoas a proteção que precisam em um mundo aberto e conectado”, diz a descrição da palestra.

A parceria entre Samsung e Google para smartwatches girava em muitos rumores da indústria e foi oficializada durante o Google I/O, evento da empresa americana para seus desenvolvedores e que aconteceu em maio deste ano. O objetivo desta proximidade entre os dois lados é resolver os problemas do Wear OS e também dar alguns pitacos dentro do Tizen, sistema operacional móvel criado pela marca coreana e utilizado nos seus relógios há bastante tempo.

A promessa do Google é de aumentar a velocidade de abertura dos aplicativos criados para sua plataforma em 30%, além de exibir animações muito mais suaves, em uma experiência fluida para o usuário final. Além disso, a autonomia de bateria está dentro das prioridades das empresas e mudanças em diversas camadas do sistema devem oferecer resultados promissores neste sentido – já que o Wear OS consegue ter tempo de uso inferior aos concorrentes.

Todos estes pontos estarão presentes para todos os fabricantes que escolhem o Wear OS como sistema operacional para seus smartwatches, não somente a Samsung – lista inclui nomes como Fossil, Misfit e TicWatch. Este detalhe encaixa muito bem na frase “nós estamos reimaginando os smartwatches”, presente na descrição do evento já marcado.

Se na MWC a Samsung não apresentar o Galaxy Watch 4, ela certamente utilizará o palco reservado para mostrar como está desenvolvendo suas próprias soluções para dentro do Wear OS do Google.

Com informações: 9to5Google e MWC.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando