Início » Carro » Xiaomi abre 20 vagas para expandir área de carros autônomos

Xiaomi abre 20 vagas para expandir área de carros autônomos

Vagas da Xiaomi foram abertas em Pequim, na China, meses após companhia anunciar início de seu negócio de veículos inteligentes

Bruno Gall De Blasi Por

A Xiaomi está dando novos passos para incrementar o seu novo negócio de carros autônomos. Nesta terça-feira (15), a fabricante chinesa abriu vinte vagas para trabalhar em seu próprio veículo, que ainda não tem data para ser apresentado ao público. As oportunidades estão disponíveis nos escritórios da empresa de Pequim, na China.

Novo logo da Xiaomi (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Novo logo da Xiaomi (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

A abertura de vagas dá sequência aos planos da companhia de lançar o seu primeiro carro. As posições serão focadas em segmentos como algoritmos de ondas milimétricas, infraestrutura de veículos, mapas de alta precisão, plataformas de dados e mais. As vinte vagas serão destinadas à produção do automóvel autônomo da marca.

O anúncio chega pouco após a Xiaomi dar início ao seu novo negócio de veículos inteligentes. Em março, a companhia informou que iria investir US$ 10 bilhões durante dez anos para preparar o seu carro elétrico próprio. A fabricante chinesa não informou, no entanto, quando o primeiro lançamento ocorreria.

“A companhia irá constituir uma subsidiária integral para operar o negócio de veículos elétricos inteligentes”, anunciaram. “Lei Jun, CEO do grupo, atuará simultaneamente como CEO do negócio de veículos inteligentes”.

Loja da Xiaomi (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Loja da Xiaomi (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

CEO da Xiaomi dá detalhes sobre carro da marca

Dias depois, foi a vez de o CEO da Xiaomi dar mais detalhes sobre o empreendimento. Em abril, Lei Jun afirmou que o futuro carro elétrico da marca chinesa pode custar a partir de 100.000 iuanes. O valor equivale a cerca de R$ 79,3 mil em conversão direta.

O executivo também falou que o primeiro automóvel da fabricante tende a ser um SUV ou sedan. Além disso, espera-se que a nova marca da Xiaomi seja aplicada no veículo. Mas, novamente, CEO da empresa não deu uma previsão de lançamento do carro.

Com informações: Gizmochina

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando