Início » Legislação » Google e Apple são investigados por “duopólio” em celulares no Reino Unido

Google e Apple são investigados por “duopólio” em celulares no Reino Unido

O órgão antitruste britânico quer determinar se Google e Apple sufocam competidores através de suas lojas de apps, navegadores e dispositivos

Pedro Knoth Por

A competição entre Google e Apple pelo melhor sistema operacional, loja virtual de apps e navegador de internet é travada mundialmente. Mas a Autoridade de Competição e Mercado (CMA) do Reino Unido diz que o “duopólio” entre as empresas pode estar prejudicando consumidores e restringindo concorrentes. O órgão abriu uma análise de mercado para investigar o caso.

CMA investiga "duopólio" de Apple e Google (Imagem: Chris Colhoun/Flickr)

CMA investiga “duopólio” de Apple e Google (Imagem: Chris Colhoun/Flickr)

CMA vai investigar o ecossistema mobile de Apple e Google

A autoridade antitruste britânica está preocupada com a força de mercado de Google e Apple, que poderia “levar à redução de inovação” no mercado de tecnologia ou “a consumidores pagando mais por dispositivos e apps”.

Segundo a CMA, a investigação por enquanto se limita a um estudo de mercado do que a própria agência chama de “ecossistema mobile”: um conjunto de formas de acesso pelas quais consumidores encontram aparelhos, serviços e conteúdo.

Esse ecossistema inclui serviços de streaming, música, compras, fitness e finanças. E dentre os produtos que estão em análise pelo regulador governamental, estão assistentes de voz, smartwatches, dispositivos de segurança doméstica e de iluminação inteligente.

Andrea Coscelli, diretor-chefe da CMA, disse em comunicado à imprensa:

“Apple e Google controlam os meios de acesso usados por pessoas para fazer o download de apps ou navegar pela web em seus celulares – seja para fazer compras, jogar, tocar músicas ou assistir TV. Vamos averiguar se isso está criando problemas para consumidores e marcas que querem que clientes acessem essas novidades por seus próprios aparelhos”.

O escopo da investigação de mercado de Apple e Google vai servir como uma das bases para criar uma nova agência reguladora no Reino Unido: a Unidade de Mercados Digitais, que fará parte da CMA.

A agência antitruste diz que outra análise deve ajudá-la a chegar a conclusões dessa investigação: o estudo sobre violações de privacidade da App Store e da sandbox do Google, que inclui o FLoC – substituta de cookies no Chrome.

A agência britânica determinou o prazo de um ano para finalizar o estudo, que planeja coletar relatos de desenvolvedores de aplicativos por meio de um questionário até o dia 26 de julho. Em outra investigação, a União Europeia ativou sua comissão antitruste para determinar o impacto da Siri (Apple), da Alexa (Amazon) e do Google Assistente no mercado de tecnologia.

Com informações: Engadget

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando