Início » Finanças » Inventor da web faz leilão do código-fonte original em NFT

Inventor da web faz leilão do código-fonte original em NFT

Tim Berners-Lee, inventor da internet, vai leiloar o código-fonte da World Wide Web como um NFT, ou token não fungível

Bruno Ignacio Por

O cientista da computação britânico Tim Berners-Lee, mais conhecido como o inventor da World Wide Web, está agora vendendo o código-fonte que originou a internet como um NFT, ou token não fungível. Chamado “This Changed Everything” (“Isso mudou tudo”), o ativo digital será leiloado na Sotheby’s, em Londres, de 23 a 30 de junho, com lances a partir de US$ 1.000.

Tim Berners-Lee, inventor da World Wide Web (Imagem: Elon University/Flickr)

Tim Berners-Lee, inventor da World Wide Web (Imagem: Elon University/Flickr)

“Origem da internet” se torna um NFT

O NFT em questão inclui arquivos, com registros de data e hora originais, contendo o código-fonte escrito por Berners-Lee, uma visualização animada do texto, uma carta escrita pelo cientista sobre a sua criação e uma espécie de “pôster” digital do código completo. Todos eles serão assinados digitalmente pelo inventor da World Wide Web.

Por mais que o mundo todo conheça seu nome, trata-se da primeira vez que Berners-Lee conseguirá capitalizar diretamente sua invenção, tida como uma das mais importantes da modernidade.

“Há três décadas, criei algo que, com a subsequente ajuda de um grande número de colaboradores em todo o mundo, tem sido uma ferramenta poderosa para a humanidade”, disse Berners-Lee em um comunicado.

“Para mim, a melhor parte da web é o espírito de colaboração. Embora eu não faça previsões sobre o futuro, espero sinceramente que seu uso, conhecimento e potencial permaneçam abertos e disponíveis para que todos nós continuemos a inovar, criar e iniciar a próxima revolução tecnológica que ainda nem podemos imaginar.”

Ele também acrescentou: “NFTs, sejam obras de arte ou um objeto digital como este, são as criações lúdicas mais recentes neste reino e os meios de propriedade mais apropriados que existem. Eles são a maneira ideal de empacotar as origens da internet.”

NFTs perdem força e preços caem

Os NFTs chamaram a atenção da mídia global ao rapidamente serem incorporados por diversos mercados e movimentar transações milionárias. Até hoje, o token não fungível mais caro da história é uma obra digital do artista Beeple, “Everydays – The first 5000 days”, que foi a leilão na Christie’s e vendido por mais de US$ 69 milhões.

Contudo, esse mercado parece estar perdendo a euforia que, nos últimos meses, incentivou pessoas de todo o mundo a gastarem pequenas fortunas com representações digitais das mais inusitadas coisas, até mesmo de memes famosos.

O site de análise de blockchain e ativos digitais Protos relatou no começo do mês que os NFTs rastreados no banco de dados Nonfungible.com atingiram um pico de valor no dia 3 de maio, registrando US$ 102 milhões em transações de tokens não fungíveis em apenas 24 horas. Aquela mesma semana movimentou no total US$ 170 milhões.

Porém, esse tipo de criptoativo perdeu valor muito rapidamente em junho, movimentando US$ 19,4 milhões na primeira semana desse mês, uma desvalorização de quase 80% em comparação a seu pico. Nesse momento, o comportamento do mercado de NFTs está mais parecido com janeiro de 2021, antes do boom que ocorreu em fevereiro e março, demonstrando que as pessoas estão reconsiderando quanto estão dispostas a pagar por tokens não fungíveis.

Com informações: Mashable, CNBC

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando