Início » Finanças » SpaceX quer vender arte na Lua usando NFTs e dogecoin

SpaceX quer vender arte na Lua usando NFTs e dogecoin

SpaceX e Geometric Energy Corporation querem testar comércio de arte NFT no espaço; transações serão feitas em dogecoin (DOGE)

Bruno Ignacio Por

Em maio, a SpaceX, empresa espacial de Elon Musk, tomou os noticiários do mundo todo ao anunciar que realizará uma missão completamente paga em dogecoin (DOGE), criptomoeda baseada em um meme de cachorro Shiba Inu. Agora, foi revelado que o projeto deverá incluir o lançamento de “Space Art”, ou “Arte Espacial”, que será vendida fora da atmosfera terrestre como NFTs e negociadas com DOGE.

Falcon 9 em lançamento de satélites Starlink (Imagem: divulgação/SpaceX)

Falcon 9 em lançamento de satélites Starlink (Imagem: divulgação/SpaceX)

A missão DOGE-1 enviará um satélite CubeSat para a Lua em 2022. Trata-se de uma parceria entre a SpaceX e o departamento espacial da Geometric Energy Corporation (GEC). As duas empresas haviam estabelecido que o dogecoin será a moeda digital utilizada em todas as transações e projetos futuros entre elas.

Space Art abre precedente para publicidade espacial

Agora, a GEC emitiu um comunicado à imprensa dizendo que a DOGE-1 também incluirá testes de um novo modelo comercial de arte: Space Art. A ideia é apresentar obras acoplando-as no próprio satélite CubeSat na forma de placas metálicas criadas pelas Geometric Labs e Geometric Gamin Corporation.

O objetivo desse projeto é abrir um precedente não só para levar arte ao espaço, mas também publicidade e marketing no futuro. Essencialmente, a GEC quer saber o que acontecerá com o preço e reconhecimento das obras quando passam por um processo tão inusitado e único como esse.

O modelo comercial de NFTs, ou tokens não fungíveis, permite o registro digital imutável dessas peças de arte em rede blockchain, criando também certificados de posse com autenticidade resguardada pela criptografia. O dogecoin entra como a moeda de troca nas negociações envolvendo esses ativos digitais, facilitando transações internacionais a baixos custos. Além disso, tanto a SpaceX quanto a GEC também querem testar movimentações com a criptomoeda entre o espaço e a Terra.

O comunicado, porém, não especifica exatamente como será oferecida a compra dessas Space Arts. Também não há mais informações sobre os possíveis artistas que participarão do projeto. No documento, a empresa destacou que a iniciativa “abre a possibilidade de que a arte poderia ser programável, mutável ou até mesmo transmitida de volta à Terra”.

Com informações: Hypebeast

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando