Início » Aplicativos e Software » HTTP poderá adotar padrão para bloquear avisos de cookies na web

HTTP poderá adotar padrão para bloquear avisos de cookies na web

Novo mecanismo tornaria o processo de bloqueio/permissão de cookies invisível, de acordo com as preferências de cada usuário

Ana Marques Por

Em breve, um novo padrão HTTP poderá bloquear cookies de forma invisível, sem que o usuário precise ser questionado sobre a permissão para cookies toda vez que abre um site pela primeira vez. A proposta é uma iniciativa do None of Your Business e do Sustainable Computing Lab, e funcionaria a partir de preferências pré-estabelecidas pelo usuário.

Aviso de cookies no The Guardian

Aviso de cookies no The Guardian (Imagem: Reprodução)

Se aceito, o novo padrão poderá comunicar as preferências do usuário de duas formas: por meio de uma abordagem baseada em HTTP, que faz a comunicação diretamente com servidor da web que hospeda o site; ou com o próprio site em questão, via JavaScript.

A primeira abordagem tende a ser mais eficiente, mas acabaria exigindo que os aplicativos de servidor da web fossem atualizados para incorporar o suporte necessário.

Por outro lado, o segundo mecanismo não exige uma configuração especial para os servidores, mas não faria efeito para usuários que não habilitam JavaScript no navegador, é claro.

Além de tornar facilitar o processo de recusa/permissão de cookies e torná-lo menos irritante no dia a dia, o uso do Advanced Data Protection Control (ADPC) permite que o usuário interaja apenas com a interface do seu próprio browser para configurar suas preferências, não importa qual seja o site visitado. Por ser o fim até mesmo os banners com avisos de cookies.

Padrão não impõe perfil de privacidade do usuário

Ainda que ajude a automatizar a questão, o padrão ADPC não necessariamente impõe o perfil de privacidade de um usuário. Ele apenas serve como uma forma de expressar as preferências estabelecidas sem incomodar.

Entretanto, vale ressaltar que mesmo os sites compatíveis com ADPC podem acabar ignorando o pedido do usuário, como acontece vez ou outra – o que é outro problema a ser solucionado, e vai de acordo com a legislação vigente em cada país/região.

Com informações: Ars Technica.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando