Início » Internet » Google Meet fará todos prestarem atenção quando você levantar a mão

Google Meet fará todos prestarem atenção quando você levantar a mão

Google Meet recebe melhorias em notificação que avisa quando um integrante da chamada aperta o botão para levantar a mão

Bruno Gall De Blasi Por

O Google anunciou, nesta quinta-feira (17), melhorias à ferramenta para levantar a mão em chamadas do Google Meet. O recurso vai ganhar incrementos para que todos prestem a atenção quando alguém acioná-lo para fazer perguntas, observações e afins nas chamadas de vídeo. A atualização começou a ser liberada nesta semana.

Google Meet no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Google Meet no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

As melhorias visam evitar que uma pessoa seja ignorada ao pressionar o botão, que está disponível o fim do ano passado. A companhia afirmou que o ícone da notificação será otimizado para que chame mais a atenção dos participantes. Além disso, a plataforma vai emitir um aviso sonoro quando alguém levantar a mão pela primeira vez.

Os blocos que mostram as imagens das pessoas que acionaram a opção também poderão ser movidos para que fiquem mais visíveis. O Meet ainda terá uma notificação clicável que leva ao número de mãos levantadas e a uma fila ordenada. “A mão de um participante será abaixada automaticamente depois que ele falar”, explicaram.

A novidade estará disponível a assinantes do Google Workspace e G Suite, com exceção dos planos Workspace Business Starter e G Suite Basic. O recurso também não marcará presença em contas gratuitas do Gmail. Segundo o Google, a atualização chegará aos usuários elegíveis gradualmente e começou a ser liberada nesta quarta-feira (16).

Nova notificação ao levantar a mão no Google Meet (Imagem: Reprodução/Google)

Nova notificação ao levantar a mão no Google Meet (Imagem: Reprodução/Google)

Google Meet ganha suporte ao protocolo TLS

O Google ainda levou o suporte ao protocolo TLS (Transport Layer Security) ao Google Meet nesta semana. A mudança destinada às empresas vai encapsular o SRTP em TLS para expandir a compatibilidade geral. Inicialmente, o recurso estará disponível somente à versão web da plataforma, mas chegará aos dispositivos móveis em breve.

“Estamos adicionando uma nova opção de rede para ajudar você a garantir videoconferências de alta qualidade com o Google Meet”, anunciaram. “Agora, além da variedade de endereços IP fixos oficiais em domínios do Google Workspace e usuários que não são do Google Workspace, o Google Meet oferece suporte a TLS na porta 443”.

A novidade também começou a ser liberada aos assinantes do Google Workspace e G Suite nesta quarta-feira (16).

Com informações: Google Workspace Updates (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando