Início » Computador » Samsung Book (Core i5 de 11ª geração): decente para o dia a dia

Samsung Book (Core i5 de 11ª geração): decente para o dia a dia

Com tela full HD de 15,6" e chips Core de 11ª geração, Samsung Book briga no disputado segmento de notebooks intermediários

Emerson Alecrim Por
Nota Final 8.3
Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Notebooks intermediários são menos limitados que modelos de entrada e, ao mesmo tempo, não custam tanto quanto laptops avançados. É por isso que a maioria dos fabricantes lança numerosas opções dentro dessa categoria. É o caso da linha Samsung Book, que agora conta com chips Intel Core de 11ª geração.

Este é o review do Samsung Book NP550XDA-KF2BR, um notebook que vem com processador Core i5-1135G7, 8 GB de RAM, SSD de 256 GB e tela LCD de 15,6 polegadas com resolução full HD.

Será que essa tela presta? O chip Core i5 que equipa o modelo tem bom desempenho? Como a bateria se comporta? O equipamento tem algum recurso adicional interessante? Encontre as respostas nas próximas linhas.

Análise do Samsung Book em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O Samsung Book NP550XDA-KF2BR foi fornecido pela Samsung por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design e conectividade

A linha Samsung Book tem uma característica que eu aprecio muito: design sóbrio. Aqui, a Samsung prioriza traços retos e uma estrutura compacta que, apesar de não fazer deste um laptop ultrafino, permite ao modelo não ocupar muito espaço em uma mochila, por exemplo — fechado, o equipamento tem espessura de 1,8 cm.

Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

É verdade que esse monte de plástico cinza que parece metal transmite sensação de fragilidade ao toque, pelo menos no contato inicial — somente a tampa atrás da tela é, de fato, metálica. Em compensação, o acabamento de plástico contribui para o Samsung Book não ser muito pesado: ele tem 1,8 kg.

Seria um desperdício um notebook grande como este não ter uma variedade razoável de conexões. Felizmente, ele tem. No lado direito, encontramos uma porta USB convencional (tipo A), além de um leitor de microSD e o slot Kensington para trava de segurança.

Lateral direita do notebook (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Lateral direita do notebook (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Já a lateral esquerda abriga uma conexão Ethernet, uma porta HDMI, uma porta USB 3.1 convencional, uma porta USB-C e a conexão para fones de ouvido / microfone.

Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.1 complementam o aspecto da conectividade. Note que, nesse quesito, o Samsung Book tem uma variedade suficiente de portas para agradar à maioria dos usuários.

Talvez você tenha sentido falta de uma saída de ventilação. Há duas: uma na parte inferior do equipamento, outra na área da dobradiça da tela. Que conste que o notebook não esquenta muito, mesmo quando roda softwares pesados, e é silencioso.

O Samsung Book tem um bom conjunto de portas (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O Samsung Book tem um bom conjunto de portas (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Tela, áudio e webcam

O mercado brasileiro está repleto de notebooks com tela TN LCD. Sim, é o caso aqui. Painéis do tipo são mais baratos, por outro lado, não são bons com ângulos variados de visão.

Se você estiver assistindo a um filme em tela cheia, por exemplo, provavelmente terá que ajustar a abertura do componente para evitar uma posição que distorce as cores. Pelo menos é possível amenizar um pouco esse problema ativando a opção HDR+ no aplicativo Samsung Settings.

Tela do Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Tela do Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Apesar dessas limitações, a tela tem alguns pontos positivos. Começa pela resolução, que é full HD (1920×1080 pixels), um alívio se levarmos em conta que esse notebook tem visor de 15,6 polegadas — no Brasil, muitos modelos dessa categoria têm painel apenas HD.

Também me agrada o fato de a tela ter saturação de cores decente e um nível de brilho que chega perto ao de muitos painéis IPS disponíveis por aí.

De modo geral, essa é uma boa tela. Boa, não ótima. Em contrapartida, os alto-falantes não impressionam em nada. São dois, ambos posicionados na parte inferior do notebook. O volume máximo não é dos mais altos e, frequentemente, o áudio soa abafado. Use fones de ouvido para ser feliz aqui.

Uma das saídas de áudio do laptop (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Uma das saídas de áudio do laptop (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Outro item basicão é a webcam. O componente tem resolução VGA e consegue apenas quebrar um galho em reuniões via Zoom, por exemplo. Não espere imagens ricas em detalhes nas transmissões.

Teclado e touchpad

Notebooks grandes possuem uma vantagem: eles têm espaço suficiente para a inclusão de teclas numéricas junto ao teclado convencional. O teclado numérico do Samsung Book fica um pouco exprimido ali à direita e tem botões menores, mesmo assim, pode ser de grande ajuda para quem trabalha bastante com Excel, por exemplo.

Teclado numérico do Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Teclado numérico do Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Com exceção para as teclas de seta, o teclado convencional é amplo, detalhe que deve proporcionar conforto para quem tem mãos grandes. Por outro lado, o clique das teclas me pareceu um tanto mole. Não é nada que atrapalhe a digitação, mas, para quem está acostumado a teclados mais firmes, o estranhamento é imediato.

O que incomoda de verdade, pelo menos no meu caso, é a ausência de retroiluminação LED no teclado. Como este não é um laptop barato, a Samsung não estaria fazendo nenhum favor se incluísse esse recurso aqui.

Teclado do Samsung Book é amplo, mas não tem retroiluminação (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Teclado do Samsung Book é amplo, mas não tem retroiluminação (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Que bom que o touchpad não decepciona. O componente é amplo, tem clique firme, mas que não afunda demais, e responde muito bem aos comandos, inclusive para uso com gestos do Windows.

Pelo menos o touchpad não desaponta (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Pelo menos o touchpad não desaponta (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Desempenho, bateria e software

A linha Samsung Book tem versões com chips que vão do Celeron ao Core i7. Como você já sabe, a unidade testada pelo Tecnoblog conta com o Core i5-1135G7, um processador Intel de 11ª geração.

Eu não diria que esses chips são muito mais rápidos que a geração anterior, mas é perceptível que o Core i5 colocado aqui é um processador competente.

Ele rodou todos os aplicativos testados com desenvoltura, incluindo Chrome com cerca de 10 abas abertas, Photoshop, Google Earth e Netflix em tela cheia. No Geekbench 5.4, o notebook obteve 5.715 pontos, um número nada ruim.

A Iris Xe que complementa o processador não é uma GPU para games, obviamente, mas ela rodou Asphalt 9: Legends de modo satisfatório, por exemplo. Com as configurações gráficas em nível alto, o jogo apresentou algumas inconsistências, mas, no nível médio, quase não notei queda na taxa de frames.

Tampa para expansão do armazenamento (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Tampa para expansão do armazenamento (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O Samsung Book mostrado aqui vem com 8 GB de RAM e SSD de 256 GB, mas esses recursos podem ser expandidos com relativa facilidade: o laptop tem duas tampas na parte inferior que dão acesso aos slots de memória RAM e ao compartimento para adição de um SSD ou HD SATA.

É difícil remover as tampas só com os dedos. Provavelmente você vai ter que usar uma ferramenta para isso. Mesmo assim, esses acessos para upgrade são um ponto positivo desse notebook.

Como fica a bateria nessa história toda? O componente tem 43 Wh e pode aguentar até 10 horas de reprodução de vídeo, de acordo com a Samsung. Mas convém avaliar o componente com mais atividades, certo?

Pois bem, fiz o teste de autonomia rodando um vídeo de 2h15min na Netflix com brilho máximo na tela, navegação no Chrome por uma hora, Spotify via alto-falantes e tela ligada por meia hora e edição de texto no Word também por 30 minutos.

Esse teste foi feito sem nenhuma configuração que reduz o desempenho. As tarefas fizeram a carga da bateria cair de 100% para 16%. Dá para estimar a autonomia da bateria em algo entre cinco e seis horas com uso moderado, uma estimativa que não é ruim para um laptop dessa categoria.

O tempo de recarga de 15% para 100% com o notebook desligado foi de 2h15min.

Samsung Settings (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Samsung Settings (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Vale dizer que o equipamento vem com o Windows 10 Home e um punhado de softwares da própria Samsung, como Note, Gallery, PC Cleaner e Recorder Plus (para gravação de aulas e reuniões online). O Samsung DeX também marca presença para permitir que você conecte um celular Galaxy ao laptop.

O software mais importante é o Samsung Settings. Com ele, você pode configurar rapidamente parâmetros da tela, do áudio e de outros componentes.

Ah, sim: tem trial de antivírus aqui. Você vai perder alguns instantes removendo isso.

Samsung Book com Core i5: vale a pena?

Com a nova linha Samsung Book, a fabricante tenta fazer frente aos notebooks Lenovo IdeaPad S145 e Acer Aspire, por exemplo, que são muito populares no Brasil. Dá para dizer que, pelo menos o modelo testado aqui, consegue cumprir essa função.

O equipamento traz um conjunto variado de portas, tem tela full HD — apesar de o painel LCD não ser dos melhores —, vem com um touchpad amplo, possui bateria com autonomia decente e o hardware oferece desempenho muito convincente, sem contar que é possível expandir a memória RAM e o armazenamento com pouco esforço.

Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Notebook Samsung Book (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Ok, não encontramos nenhum recurso avançado ou complementar aqui. Retroiluminação LED no teclado, leitor de impressões digitais e recarga rápida de bateria, por exemplo, continuam sendo recursos de modelos mais caros da Samsung.

Temos que levar em conta, por outro lado, que a linha Samsung Book é direcionada a quem busca uma opção intermediária para trabalho ou estudo e, portanto, não faz questão de sofisticação.

Se é o seu caso, a versão analisada pelo Tecnoblog (relembrando, NP550XDA-KF2BR) pode valer a pena, sim. No site da Samsung, ela tem preço oficial de R$ 5.099, mas podia ser comprada por R$ 4.139 na data de publicação deste review.

Eu sei, ainda é um valor alto para essa configuração. Mas tudo o que é notebook novo está com preço exorbitante no Brasil, logo, em território brasileiro, não há muito o que fazer sobre isso, a não ser buscar alguma promoção ou desconto.

Especificações técnicas

  • Tela: TN LCD, 15,6 polegadas, resolução full HD (1920×1080 pixels)
  • Processador: quad-core Intel Core i5-1135G7 com GPU Intel Iris Xe
  • RAM: 8 GB de DDR4 (expansíveis até 32 GB)
  • Armazenamento: SSD NVMe de 256 GB (com slot para SSD ou HD SATA)
  • Bateria: 43 Wh
  • Conectividade: USB-A (2), USB-C (1), Ethernet (1), HDMI (1), fones e microfone, Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 5.1
  • Sistema operacional: Windows 10 Home
  • Outros: webcam VGA, leitor de microSD, alto-falantes (2), slot para trava Kensington
  • Dimensões: 35,9 x 24,1 x 1,8 cm
  • Peso: 1,8 kg

Samsung Book (Core i5 de 11ª geração)

Prós

  • Boa variedade de conexões
  • Expansão fácil de RAM e armazenamento
  • Touchpad amplo e bem responsivo
  • Desempenho geral consistente

Contras

  • Cadê a retroiluminação LED?
  • Tela TN ainda?
  • Webcam fraquinha
  • Áudio básico demais
Nota Final 8.3
Tela
8
Design
9
Bateria
8
Software
8
Desempenho
9
Conectividade
9
Som
6
Teclado
8
Trackpad
10

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando