Início » Negócios » Magazine Luiza promete entregas em até 1h em 11 cidades sem custo adicional

Magazine Luiza promete entregas em até 1h em 11 cidades sem custo adicional

Magalu vai levar produtos em até 1 hora para clientes em São Paulo e capitais do Norte e Nordeste; lista de municípios atendidos deve aumentar em julho

Felipe Ventura Por

As entregas de compras via internet vêm se tornando cada vez mais rápidas: em algumas cidades, as mercadorias chegam em até 24 horas após a confirmação do pagamento. O Magazine Luiza está indo um passo além: a loja vende produtos que chegam ao cliente em até 1 hora, sem custo adicional. Isso vale para 11 cidades, incluindo São Paulo e capitais do Norte e Nordeste.

Magazine Luiza no computador (Imagem: Divulgação)

Magazine Luiza no computador (Imagem: Divulgação)

Segundo a Exame, 75 lojas do Magalu foram atualizadas para se tornarem minicentros logísticos. Incialmente, as entregas em uma hora estão restritas ao raio de 5 km a partir dessas lojas, e não valem para itens de marketplace. Por enquanto, a logística é feita através de motos, e tem limite de peso de 6 kg; não há restrição de valor.

A ideia é que essa modalidade seja expandida para produtos de marketplace a partir de agosto. No futuro, as entregas em 1h também devem valer para itens mais pesados, que serão transportados em veículos maiores como carros de passeio.

As entregas em até 1h estão valendo para estas cidades:

  • Aracaju
  • Belém
  • Campina Grande (PB)
  • Fortaleza
  • João Pessoa
  • Maceió
  • Recife
  • Ribeirão Preto (SP)
  • Salvador
  • São Paulo
  • Teresina

Em julho, essa lista deve aumentar, contemplando o Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia e Porto Alegre. O Magazine Luiza atualmente possui mais de 1.300 lojas físicas, 8 mil motoristas, 103 unidades logísticas e 23 centros de distribuição.

Magazine Luiza vai fazer entregas em 20 minutos?

Os testes dessa modalidade de entrega rápida começaram em maio, segundo o NeoFeed, e estavam valendo em 45 lojas. O CEO Frederico Trajano já havia adiantado que isso seria expandido para mais unidades físicas.

E as entregas podem se tornar ainda mais rápidas: “esse ano, estamos focando em entregas em 1 hora… então, vamos seguir aumentando o nível de serviço – na China, você tem entrega em 20 minutos”, explica Trajano.

Diversas varejistas no Brasil vêm focando em realizar entregas em até 24 horas. No caso do Magazine Luiza, essa opção já representa 51% das encomendas entregues (sem contar marketplace). No caso das Americanas, Submarino e Shoptime, essa proporção é de 44%. E na Via (ex-Via Varejo), dona das Casas Bahia e Ponto (ex-Ponto Frio), são 42%.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
20 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gigo CAP (@GigoCAP)

Eu acho que todas tão se equiparando ultimamente. A logística dos principais players melhorou muito.

Esses dias eu comprei um bagulho na Americanas 8:45 da noite, 9:15 tinham despachado. Amazon usando a Loggi pra entregas pequenas tá sensacional também. Mercado Livre, que puxou o bonde, nem se fala.

Hoje, principalmente pra quem mora em capital, tá muito tranquilo comprar na internet.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

E eu que comprei um livro na magalu e pedi pra retirar na loja, mas demorei pra ir buscar e mandaram entregar de graça.

André Noia (@Andre_Noia)

Eu senti que quem puxou o bonde foi a Amazon, com o Prime, o que, ao meu ver, gerou essa movimentação do Mercado Livre de ser mais ainda independente dos Correios nas entregas do grosso. Mas, aparentemente, foi uma movimentação global desse setor.

² (@centauro)

Resumindo, quem começou o movimento foi o ML, mas o ML provavelmente só começou porque a Amazon resolveu focar no Brasil.