Início » Internet » Após críticas, Google Chrome adia bloqueio de cookies de terceiros para 2023

Após críticas, Google Chrome adia bloqueio de cookies de terceiros para 2023

Diretor de privacidade Google Chrome compartilhou um novo cronograma para o bloqueio dos cookies de terceiros

Darlan Helder Por

O Google decidiu, nesta quinta-feira (24), rever os planos de bloqueio dos cookies de terceiros no Chrome. A empresa comunicou em seu blog que vai fazer a eliminação gradualmente até 2023. Eles informaram que, embora a mudança esteja em “progresso considerável”, é importante ter mais tempo para a equipe atuar num ritmo responsável e discutir soluções corretas.

Google Chrome (Imagem: Nathana Rebouças)

Google Chrome (Imagem: Nathana Rebouças)

A iniciativa Privacy Sandbox foi anunciada em 2019 e o objetivo era concluir o bloqueio até 2022. Os cookies de terceiros são usados para rastrear internautas e outros navegadores concorrentes, tais como Safari e Firefox, já adotaram medidas contra esse tipo de monitoramento. No comunicado, o Google demonstra que o objetivo do adiamento também é estar próximo dos envolvidos, em especial as empresas de publicidade.

Precisamos nos mover em um ritmo responsável. [O adiamento] permitirá tempo suficiente para a discussão pública sobre as soluções certas, o engajamento contínuo com os reguladores e para que os editores e a indústria publicitária migrem seus serviços. Isso é importante para evitar comprometer os modelos de negócios de muitos editores web que suportam conteúdo livremente disponível. O Chrome eliminará gradualmente o suporte para cookies de terceiros durante um período de três meses que terminará no final de 2023.

Vinay Goel, diretor de Engenharia de Privacidade do Chrome

O Google não só quer ouvir os publicitários. Como mostrou o The Verge, pela primeira vez a gigante das buscas tem trabalhado com a Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) do Reino Unido para novas soluções contra os cookies de terceiros. De acordo com o portal, a parceria foi uma resposta a uma investigação do próprio CMA sobre a privacidade de usuários no Chrome.

Google Chrome para iPhone (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Google Chrome no iPhone (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Agora, a empresa compartilhou um novo cronograma de implementação do substituto. Na etapa 1, no final de 2022, o objetivo é ajudar a indústria publicitária e editores a migrarem seus serviços, isso após testes e APIs lançadas no Chrome. Esse processo deve levar nove meses. Já na etapa 2 eles prometem eliminar os cookies de terceiros num período de três meses até o final de 2023. A alternativa da gigante das buscas visa mostrar anúncios mais relevantes sem coletar muitos dados do usuário.

Tecnocast 191 – No cookies for you

O Google quer bloquear completamente os cookies de terceiros no Chrome, agora em 2023. Essa medida afeta não apenas anunciantes e ferramentas de analytics, mas o funcionamento de toda a web. A alternativa proposta é o FLoC. O Tecnocast explicou como ele funciona e quais são as propostas de outras empresas. Ouça agora mesmo:

Com informações: Google e Engadget

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando