Início » Jogos » Jogadores de Pokémon Go reclamam da remoção de benefícios da pandemia

Jogadores de Pokémon Go reclamam da remoção de benefícios da pandemia

Novidades criadas para a pandemia devem sair do jogo aos poucos em Pokémon Go

Felipe Vinha Por

A Niantic anunciou que removeria alguns dos benefícios criados em Pokémon Go para o cenário de pandemia, mas isso, claro, tem gerado reclamações. A empresa revelou que tinha planos de reverter as funções em países como EUA e Nova Zelândia, onde o contágio está reduzido ou a vacinação avançada, mas os fãs querem que os benefícios se tornem permanentes dentro do game.

Reides (Imagem: Reprodução/Pokémon GO)

Pokémon Go deve perder benefícios criados na pandemia (Imagem: Reprodução/Pokémon GO)

Quando a pandemia da COVID-19 começou, ali pelo início de 2020, e impôs o isolamento social, a Niantic anunciou mudanças temporárias em Pokémon Go. Por ser um jogo que exige que você saia de casa e ande pelo mundo real, tornou-se impossível continuar jogando normalmente enquanto todos ficavam dentro de suas casas.

Para facilitar, a Niantic permitiu algumas coisas: reduziu a distância para chocar ovos, permitiu girar Poképaradas e ginásios de uma distância maior, concedeu brindes diários como Pokébolas e Passes de Ginásio de Distância, para quem estava plantado em casas, entre outros.

No final de 2020 a empresa chegou a remover algumas das novidades, como a distância menor para chocar ovos. Agora o jogo começaria a perder mais, com a facilidade para acessar Poképaradas com um espaço maior entre o local e o avatar do jogador – e, com o tempo, outras funções deixariam de existir.

Reclamações vieram

Várias comunidades de Pokémon Go pela web reclamaram. Seja no Reddit ou em sites especializados, fãs comentam que o jogo deveria ser jogado desta forma desde o princípio. Os argumentos variam, mas a ideia é dar opção para quem quer jogar de maneira mais tranquila, em casa, ou para quem prefere sair e explorar, como do modo clássico. Uma petição online chegou a reunir 75 mil assinaturas para o protesto.

A Niantic chegou a emitir um comunicado ao site Polygon, onde disse que “sair de casa e girar Poképaradas e ginásios é importante para a nossa missão, pois encoraja a explorar o mundo”. A empresa reforçou que não pretende voltar atrás e que a remoção da novidade será feita em países e regiões onde faz sentido “para restaurar o senso de exploração e descoberta do jogo”.

Com informações: Polygon.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando