Início » Celular » Próximos Motorola Edge vazam com detalhes sobre tela, bateria e mais

Próximos Motorola Edge vazam com detalhes sobre tela, bateria e mais

Motorola “Kyoto”, “Pstar” e “Berlin” são supostamente os codinomes da segunda geração da linha Motorola Edge; conheça a ficha técnica

Ana Marques Por

A Motorola se prepara para o lançamento de diversos celulares da linha Motorola Edge — e um deles já havia sido parcialmente desvendado: o Motorola Edge 20 Lite, que foi descoberto sob codinome “Kyoto”. Agora, um novo vazamento parece ter revelado a ficha técnica de quatro modelos: o próprio Kyoto, o Motorola “Pstar” (que seria o Motorola Edge 20 Pro) e duas versões do Motorola “Berlin”, ou Motorola Edge 20 convencional.

Motorola Edge+ Review

Motorola Edge+ (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

As informações são do conhecido Evan Blass, que tem um bom histórico de acertos em previsões sobre a indústria de smartphones. Em um tweet recente, Evleaks revelou uma tabela com especificações dos modelos mencionados anteriormente. O quadro mostra detalhes sobre tela, processador, memória RAM, bateria e mais.

Confira, a seguir, tudo o que sabemos até agora sobre os supostos celulares da linha Motorola Edge.

Motorola “Kyoto”, ou Motorola Edge 20 Lite

Como já havia sido revelado, o Motorola “Kyoto”, ou Edge 20 Lite, deve chegar com câmera tripla traseira de 108 MP. Agora, temos novas especificações, que detalham também as outras lentes, uma com sensor de 8 MP (híbrida, ultrawide e macro) e outra de 2 MP (profundidade). Já as selfies seriam feitas com 32 megapixels.

Segundo Evan Blass, o telefone tem tela Full HD+ com taxa de atualização de 90 Hz, chip MediaTek Dimensity 720 e memória RAM de 6 ou 8 GB, a depender do mercado.

O Motorola Edge 20 Lite deve ter armazenamento de 128 GB, o que é padrão para o segmento, e bateria de 5.000 mAh. Ele sairia de fábrica nas cores “Iron” e “Cosmo”.

Motorola “Berlin”, ou Edge 20 convencional

De acordo com o vazamento, há duas variantes Berlin — uma global e outra dos EUA, chamada de “Berlin NA”. Elas se diferenciam pelo tamanho de tela, bateria e pelo conjunto de câmeras traseiras.

O modelo norte-americano teria display de 6,78” contra 6,67” do global. Ambos teriam resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz, para gráficos mais fluidos e transições mais suaves.

Nas câmeras traseiras, o sensor principal de 108 MP estaria presente em ambas as variantes. Entretanto, enquanto o modelo dos EUA teria lente híbrida (ultrawide e macro) com 8 MP, enquanto o global traria um sensor de maior resolução, 16 MP, para esta função.

Já o sensor de profundidade de 2 MP presente no “Berlin NA” seria substituído por uma lente telefoto de 8 MP no “Berlin”, para zoom óptico de até 3x. Na câmera frontal, tudo igual: 32 megapixels.

Motorola Edge+ Hands on

Motorola Edge+ (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Passando à capacidade de bateria, teríamos 5.000 mAh na variante norte-americana e 4.000 mAh na global.

A quantidade de memória RAM, espaço de armazenamento e chips seriam os mesmos: 6/8 GB, 128/256 GB e Qualcomm Snapdragon 778G, respectivamente.

Motorola “Pstar”, ou Edge 20 Pro

Por fim, o Motorola “Pstar”, ou Motorola Edge 20 Pro, com número de modelo “XT2153-1” deve ser o smartphone mais avançado da nova safra, com chip Qualcomm Snapdragon 870. Ele deve contar com opções de 6, 8 ou 12 GB de memória RAM, e 128 ou 256 GB de armazenamento.

Rumores indicam que o aparelho deve ser destinado aos mercados da Ásia, Europa, Austrália, Índia e América Latina. Apesar disso, sua tela se assemelha ao “Berlin”, com 6,67 polegadas e resolução Full HD+, além da taxa de atualização de 120 Hz.

Assim como todos os outros modelos da linha, a câmera principal é de 108 MP. A lente ultrawide recebe um upgrade e passa a contar com sensor de 16 MP (ela também é capaz de fazer fotos macro), e a última lente traseira é uma teleobjetiva de 8 MP que permite zoom de até 5x.

Na China, o Motorola “Pstar” deve ter câmera frontal de 16 MP, e nos demais mercados, 32 MP.

A bateria de 4.500 mAh é uma redução em relação ao “Berlin NA”. Mas se considerarmos que o chip do Pstar é mais eficiente, talvez no fim das contas, estejam quites. Além disso, o “Pstar” deve vir com suporte ao Ready For, que permite usar o smartphone como um desktop.

Disponibilidade

Os novos modelos da linha Motorola Edge ainda não foram anunciados oficialmente, mas espera-se que isso ocorra ainda no segundo semestre. Ao que tudo indica, os smartphones virão com o Android 11 instalado de fábrica — resta saber se a Motorola vai manter a política de atualizações apertada da última leva de celulares.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando