Início » Finanças » Mineração de bitcoin transforma lago glacial de NY em “banheira quente”

Mineração de bitcoin transforma lago glacial de NY em “banheira quente”

Instalação com 8 mil máquinas de mineração de bitcoin (BTC) despeja água aquecida a 42°C no lago Seneca, no estado de Nova York

Bruno Ignacio Por

Moradores da região dos Finger Lakes, no interior do estado de Nova York, estão dizendo que uma instalação de mineração de bitcoin (BTC) alimentada por uma usina elétrica movida a gás está aquecendo o Seneca, um lago glacial de 12 mil anos, deixando-o “quente como uma banheira” e afetando seriamente o ecossistema local.

Lago Seneca, no norte do estado de Nova York, congelado no inverno (Imagem: Vlad Podvorny/ Flickr)

Lago Seneca, no norte do estado de Nova York, congelado no inverno (Imagem: Vlad Podvorny/ Flickr)

“O lago fica tão quente que parece que você está em uma banheira”, disse a moradora local Abi Buddington à NBC News. Ela vive nos arredores de uma usina elétrica que está sendo usada para alimentar pelo menos 8 mil máquinas de mineração de bitcoin que operam 24 horas por dia no local. A instalação movida à queima de gás natural utiliza a água do lago para resfriamento, e então a descarrega de volta quente ao Seneca.

Usina despeja água de até 42°C no lago Seneca

Trata-se da usina Greenidge, que agora está sendo monitorada pelo Departamento de Conservação Ambiental do estado de Nova York. Segundo a apuração da NBC, a instalação possui as devidas autorizações para puxar até 139 milhões galões de água do Seneca e despejar outros 135 milhões de volta. A temperatura da água aquecida supera os 42°C no verão.

O local, que antes era uma usina movida a carvão, foi comprado pela Atlas Holdings em 2014 para então ser transformado em uma usina elétrica a gás natural em 2017, operada pela Greenidge Generation. Porém, a instalação privada de energia só era ativada ocasionalmente para ajudar no fornecimento à rede elétrica local em períodos de alta demanda.

A história muda em 2019, quando as primeiras máquinas de mineração de bitcoin foram instaladas pela Greenidge Generation para dar um destino à energia excedente e lucrar ao mesmo tempo.

Segundo documentos obtidos pela NBC, a instalação já possui pelo menos 8 mil máquinas de mineração de bitcoin operando. Porém, a Greenidge planeja aumentar sua capacidade de extração da criptomoeda até dezembro, indicando a chegada de mais computadores e consequentemente uma alta no consumo de energia.

Emissões de carbono também geram preocupação

Mineração de bitcoin é relacionada ao aumento das emissões de carbono (Imagem: metropole ruhr/Flickr)

Mineração de bitcoin é relacionada ao aumento das emissões de carbono (Imagem: metropole ruhr/Flickr)

A usina não está afetando somente o lago Seneca, que sempre foi um popular destino de pesca, nado e lazer na região. A emissão de gases poluentes também é outra reclamação dos moradores locais e uma preocupação para os políticos. No mês passado, a senadora Elizabeth Warren sugeriu uma investida contra mineradores para ajudar a combater a poluição atmosférica.

Judith Enck, uma ex-administradora regional da Agência de Proteção Ambiental, disse que Nova York não alcançará suas metas de redução de emissões de gases de efeito estufa se Greenidge continuar a minerar bitcoin.

Jeff Kirt, O CEO da Greenidge, disse à NBC que os impactos ambientais da usina “nunca foram menores” e que a instalação está operando dentro de todas as normas de sua licença ambiental. Além disso, a empresa afirmou que pretende tornar suas atividades neutras em carbono ao comprar créditos para compensar pelas emissões. Porém, o ecossistema da região do lago Seneca continuará sendo afetado.

Uma das autorizações ambientais de Greenidge deverá ser renovada em setembro. Mandy DeRoche, vice-procuradora do programa de carvão da organização ambiental Earth Justice, disse à NBC que irá solicitar ao Departamento de Conservação Ambiental que analise com mais atenção o caso antes de simplesmente renovar a licença da usina.

Com informações: NBC News

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João M. (@RonDamon)

Vao acabar por proibir essa porcaria de mineracao em todo o mundo continuando assim. Com a natureza nao se brinca normalmente pra coisas essenciais, imagine pra essa tralha inutil.

Eu (@Keaton)

criptomoeda é o futuro… e o futuro é uma distopia entediante.

falando sério, pessoal que tá ganhando milhões tá se lascando pra natureza e não é só nas criptomoedas… coisa que não é nada bom…

LekyChan (@LekyChan)

sim, atualmente é verão no hemisfério norte

@doorspaulo

E pensar que tudo isso poderia ter sido evitado, se a histeria coletiva mundial não tivesse “banido” a energia nuclear…

² (@centauro)

Talvez agora essa afirmação se torne verdadeira porque a China baniu a mineração no país. Tem que fazer uma análise melhor.
Mas eu já fiz um comentário mostrando que a coisa não tinha cara de ser tão verde assim não.

Stefano Sandes (@Stefano_Sandes)

A volta pra ligar uma coisa a outra foi tão grande que até doeu o cérebro. Em breve: Temperatura do sol alcança o seu maior pico em 1300 anos por causa da mineração do bitcoin.

🤷‍♀️ (@xavier)

Vim aqui só pra ler comentários dos lunáticos jurando de pé juntos que criptomoedas são mineradas única e exclusivamente por “energia verde”.
E tive sucesso.

A maior parte da mineração é feita com energia “verde”

Eu (@Keaton)

Tu toma banho com agua usada ou usa água tratada pela concessionária que cuida do tratamento e distribuição de água? Tu beberia água que saiu de um liquid cooler?

Paulo Maciel (@pymaciel)

Depois dos fanboys de marcas, bancos, sistemas e planos de celular, temos agora os fanboys de criptomoeda haha. Inacreditável ler os comentários de alguns aqui. Sim amiguinhos, a energia é verde sim, pode acreditar. E o blockchain é super seguro sim, as fraudes que acontecem é porque tem gente torcendo contra😂

Júlio Tenório (@JulioTenorio)

Pense na quantidade de emprego gerada por mineração de criptos, só olhar que os lugares com maior qualidade de vida é pq os moradores moram ao redor de um galpão minerando criptos. /s

Eu (@Keaton)

Eu sei que é sarcasmo, mas imagina morar perto de um lugar cheio de fans de servidor (tipo Delta) ligado 24/7… deve ser uma experiência supimpa. hahaha

🤷‍♀️ (@xavier)

Como era bom ficar batendo papo nas aulas de química né?
O gelo não derrete com água quente, só a água quente esfria com o gelo.

Em local nenhum falam que o problema é usar a energia, mas sim de onde provém essa energia. A matriz energética mundial é composta quase que basicamente do uso de fontes não-renováveis e muito poluentes, como petróleo, carvão e gás natural.

² (@centauro)

Meio mundo sabe que carros elétricos só serão mais verdes do que carros de combustão interna a depender do tempo de uso do carro e da matriz energética que se utiliza para carregar a bateria do carro.
Isso não é novidade pra muita gente e já tem estudos tentando calcular depois de quantos quilômetros rodados no carro elétrico ele passa a ser mais verde do que o carro a combustão interna.

Em resumo, em países onde a matriz energética é predominantemente limpa, como a Noruega, carros elétricos passam a poluir menos do que carros a combustão interna percorrendo menos quilômetros do que em países como os EUA onde a matriz energética ainda é consideravelmente poluente.
Mas com a pressão para modificar a matriz energética dos países para formas mais limpas, substituir a frota de carros para elétrico também passa a fazer sentido do ponto de vista ambiental.

² (@centauro)

O dado é de 2015, mas enfim:

O brasileiro médio consumia 166 litros de água por dia.
Então precisa de 3.692.772 pessoas pra consumir os 613 milhões de litros de água.
Segundo essa lista do Wikpedia:

tem 2 municípios brasileiros com mais de 3 milhões de pessoas. São Paulo (com mais de 12 milhões) e Rio de Janeiro (com mais de 6 milhões). Brasília tem um pouco mais do que 3 milhões, mas menos do que os 3,6 milhões.
Então essa quantidade de água, supondo que fiz as contas certas, seria o suficiente para abastecer TODOS os municípios brasileiros exceto dois (também supondo que cada cidadão de todos os municípios consumam a média brasileira).

² (@centauro)

Sim, sim.
Essa minha conta desconsidera UM MONTE de coisa e nada mais é do que uma conta de divisão.
Mas dá pra ter uma boa noção de quanta água é 613 milhões de litros.

Boa pergunta.
Eu não tenho parâmetro pra saber se esse valor é condizente com o consumo médio de uma usina elétrica.