Início » Jogos » Amazon abre código-fonte de seu motor gráfico e lança Open 3D Engine

Amazon abre código-fonte de seu motor gráfico e lança Open 3D Engine

Amazon transforma motor gráfico Lumberyard em nova ferramenta para criação de jogos em código aberto, a Open 3D Engine

Murilo Tunholi Por

A Amazon liberou para uso gratuito o código-fonte do seu motor gráfico de jogos Lumberyard. A engine já era grátis antes, mas, agora, a empresa passou a permitir que qualquer pessoa desenvolva novos recursos para o software. Além disso, a ferramenta mudou de nome para Open 3D Engine e ficou sob a gerência da Linux Foundation.

New World (Imagem: Divulgação/Amazon)

New World (Imagem: Divulgação/Amazon)

No futuro, será formada uma nova nova empresa, a Open 3D Foundation, para acelerar a colaboração com outros estúdios de jogos maiores. Até o momento, há 20 membros participando do projeto, incluindo Amazon, Adobe, Apocalypse Studios, Huawei, Niantic e Red Hat.

A ideia de oferecer uma engine em código aberto é permitir que os desenvolvedores criem jogos de qualidade com visuais de alto nível e outros aplicativos livres de direitos autorais. Assim, eles podem tirar as ideias do papel sem recorrer a motores gráficos que cobram taxas de publicação, como a Unreal Engine, da Epic Games, e a Unity, da Unity Technologies.

Antes, o motor Lumberyard era baseado na CryEngine, da Crytek, usada em jogos como Crysis e Hunt Showdown. Já a Open 3D Engine foi recriada do zero para evitar problemas com patentes de outras empresas, de acordo com a própria Amazon. A ferramenta atual pode fazer renderizações fotorrealistas e conta com todos os recursos necessários para criar games, simulações e animações.

Open 3D Engine pode ajudar na criação de jogos indie

Uma engine completa em código aberto pode ser benéfica tanto para grandes empresas quanto para desenvolvedores independentes, que muitas vezes ficam limitados às funções dos motores gráficos tradicionais. Com a Open 3D Engine, será possível modificar a estrutura da do software livremente e ainda compartilhar ferramentas com outros usuários.

A decisão da Amazon de financiar o motor gráfico também pode ajudar a empresa, que não tem tido sucesso em lançar os próprios jogos produzidos na Lumberyard. Por exemplo, Crucible foi cancelado e New Word segue sendo adiado. Além disso, a companhia poderá incluir a Amazon Web Services e a Twitch na engine, incentivando os desenvolvedores a incorporarem as plataformas diretamente nos games.

Com informações: Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando