Início » Aplicativos e Software » Microsoft 365 muda de preço no Brasil e Office fica 50% mais caro em 2021

Microsoft 365 muda de preço no Brasil e Office fica 50% mais caro em 2021

Microsoft 365 Personal agora custa R$ 36 mensais, e plano Family sai por R$ 45; pacote Office inclui Word, Excel, PowerPoint, 1 TB no OneDrive e mais

Felipe Ventura Por

A assinatura Microsoft 365 ficou mais cara para os brasileiros: ela agora é vendida oficialmente a partir de R$ 36 mensais no plano Personal, e R$ 45 por mês na versão Family. A empresa já havia aplicado um aumento em março de 2021: isso significa que, desde o início do ano, os preços do pacote Office saltaram 50%. Felizmente, o varejo online oferece o mesmo produto por valores menores.

Microsoft Office 365 (Imagem: Jernej Furman / Flickr)

Microsoft Office 365 (Imagem: Jernej Furman / Flickr)

Novos preços do Microsoft 365 no Brasil

Ficamos sabendo sobre o aumento graças a Alisson Santos da TB Comunidade. Ele recebeu um e-mail da Microsoft avisando que, a partir de julho, será cobrado o valor de R$ 36 mensais pelo pacote 365 Personal; antes eram R$ 28. A empresa avisa que, para evitar o novo preço, é necessário cancelar dois dias antes da data de renovação.

No site oficial do Microsoft 365, os novos preços já estão valendo. O aumento porcentual foi praticamente o mesmo em todos os planos, que ficaram até 28,7% mais caros. Confira na tabela:

Produto Preço a partir de julho de 2021 Preço antigo (desde março de 2021) Aumento
Microsoft 365 Personal (mensal) R$ 36 por mês R$ 28 por mês +28,6%
Microsoft 365 Family (mensal) R$ 45 por mês R$ 35 por mês +28,6%
Microsoft 365 Personal (anual) R$ 359 por ano R$ 279 por ano +28,7%
Microsoft 365 Family (anual) R$ 449 por ano R$ 349 por ano +28,7%

No entanto, o Microsoft 365 já havia passado por um reajuste em março deste ano: os planos antes começavam em R$ 24 mensais. Desde então, os preços tiveram alta de 50%.

Vale lembrar que a Microsoft queria aplicar um reajuste no Microsoft 365 em março de 2020: o pacote, na época chamado Office 365, iria custar a partir de R$ 28/mês ou R$ 279/ano na versão Home. A empresa acabou desistindo, porque isso pegou mal no meio da pandemia – muitas pessoas passaram a depender ainda mais da suíte de produtividade no home office.

Os preços do Microsoft 365 não aumentaram nos EUA, onde eles ainda saem a partir de US$ 6,99 mensais (cerca de R$ 36,76). Ou seja, parece que a empresa está corrigindo os valores cobrados no Brasil para levar em conta a alta do dólar.

Preços do Microsoft 365 em julho de 2021 (Imagem: Reprodução)

Preços do Microsoft 365 em julho de 2021 (Imagem: Reprodução)

Microsoft 365 sai mais barato em varejistas online

Vale lembrar que os preços acima valem para compra diretamente através da Microsoft: é possível assinar o 365 Personal e Family adquirindo a licença através de varejistas como Magazine Luiza, Kalunga e Kabum. Na venda direta, sem ser marketplace, esses planos custam a partir de R$ 99 por 12 meses.

O Microsoft 365 dá acesso aos recursos mais recentes do Word, Excel, PowerPoint, Outlook e OneNote no PC, Mac, iOS e Android. (O Access e Publisher ficam limitados ao Windows.) Além disso, o assinante recebe 50 GB no Outlook.com e 60 minutos mensais para celulares e telefones fixos de diversos países via Skype.

O plano Personal pode ser utilizado por uma pessoa e fornece 1 TB de espaço no OneDrive. Enquanto isso, o Family pode ser dividido entre 2 a 6 pessoas, e cada uma recebe 1 TB de armazenamento na nuvem da Microsoft.

Há a opção de realizar uma compra única: o Office Home & Student 2019 para PC e Mac tem preço oficial de R$ 749, mas pode ser encontrado por menos no varejo online.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
19 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Papa (@EduPapa)

Uma dúvida, e eu ouvi no podcast mas fiquei sem entender se era brincadeira ou era serio, se eu comprar uma licença agora, ela soma no período de uso? já sou assinante ate fevereiro de 2022, ai se eu comprar uma licença nova, ela incrementa o ano?

Luis Carllos (@XxxStrangeManxxX)

Sim, eu peguei meu anual com o “gif card” do Office 2019, to pensando em comprar mais 3 para estender a assinatura por mais 3 anos.

Renato Sacramento (@Renato_Sacramento)

Texto: “felizmente, o varejo online oferece o mesmo produto por valores menores”

Internet: “felizmente, existe KMSPICO”

Tav Demor (@TavDemor)

Se você assina por causa do Office, pode ser. Mas para quem assinava por causa do armazenamento, como eu, agora sai mais barato migrar para o Google Drive.

A sorte foi que deixei 5 anos adquiridos em gift card que peguei em promoção, então só terei que me preocupar com isso em 2025.

Tav Demor (@TavDemor)

Oxi!

Desde quando?

Uso o GDrive a nível corporativo e centenas de projetos grandes estão lá, com uploads incrementais, arquivos versionados e assim por diante.

É exatamente o contrário, o OneDrive e SharePoint devem em inúmeras funcionalidades, uso mais eles (a nível pessoal) porque o preço era bem menor, o que com esse aumento deixa de ser realidade.

Para uso pessoal eu tinha 1TB no Onedrive e 200GB no GDrive, mas com essa mudança de preço, daqui 5 anos, existe uma grande possibilidade deu migrar tudo isso. Já que 2TB no GDrive estão custando o preço de 1TB no Onedrive agora.

wesley soares (@wesley_soares)

O gdrive faz download automático de tudo no windows? Eu pergunto pq ganhei um ano da Dell do 365 e acho sensacional, não preciso salvar mais nada do office ou do windows pq é tudo automático o backup fora as configurações do windows etc… Sabe me dizer qual a vantagem do gdrive fora o espaço a mais pelo mesmo preço?

Amarildo (@Amarildojrd)

A Microsoft faz o Office 365 parecer “mágico” com esse recurso de salvamento automático na nuvem. É mais ou menos a integração que a Apple faz em seus softwares/OS e dispositivos. Eu tbm uso o GDrive, e não acho que tem uma integração/sincronização tão fluída quanto o Office 365. Como uso o Office no serviço, acho mais avançado que a suíte do Google.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Dropbox também faz isso. Eu o usei muito no home office. Agora uso o Onedrive pq os PCs da prefeitura tem ele instalado.