Início » Gadgets » Câmera de ação SJCAM SJ10X: para registrar o quê?

Câmera de ação SJCAM SJ10X: para registrar o quê?

A SJCAM SJ10X é uma câmera de ação econômica que filma em 4K, produz fotos de 16 MP e apresenta muitos problemas

Darlan Helder Por
SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A SJ10X é uma popular câmera de ação da chinesa SJCAM. O gadget não está disponível em muitos varejistas nacionais, mas pode ser encontrado nos famosos importadores por cerca de R$ 800. A câmera pode produzir filmes em 4K a 24 fps, produz fotos de até 16 megapixels de resolução e tem resistência à água em até 10 metros de profundidade.

A empresa envia alguns acessórios na caixa para deixar a brincadeira mais interessante e disponibiliza um aplicativo para controlar o equipamento pelo smartphone. Será que vale a pena importar uma SJCAM SJ10X? É o que vamos descobrir neste review.

Análise da SJCAM SJ10X em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

A câmera de ação SJ10X foi fornecida pela SJCAM por doação e não será devolvida à empresa. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A SJ10X é uma versão “econômica” da SJ10 Pro, mas, no visual, ambas são idênticas. A semelhança com a GoPro também é algo que não passa despercebido: a posição da lente, o botão físico e a telinha traseira remetem ao principal concorrente. Em comparação com a Hero 7 Black, é possível sentir como a SJ10X tem um acabamento mais simples. Isso até em relação a Hero 2018, que foi a minha primeira GoPro (modelo básico) e tem um material emborrachado mais agradável.

Por aqui, nós temos um corpo de plástico com uma tela colorida de 2,33 polegadas. Ela é sensível ao toque e, com um aproveitamento excelente, eu pude facilmente monitorar as cenas e navegar pelas configurações do dispositivo sem problemas. No topo está o botão de liga/desliga; na lateral direita uma tampinha protege a conexão USB-C e o leitor para cartão microSD; embaixo, estão o compartimento da bateria e um orifício que possibilita colocar a câmera no tripé, por exemplo.

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As tampas que protegem as entradas são bem duras. Isso é normal, até mesmo na GoPro, pois elas não podem deixar que a água entre em contato com os componentes internos. Isso também me lembra que o device é resistente à água em até 10 metros de profundidade. Junto de outros acessórios, a SJCAM envia uma capinha de borracha para proteger a lente que é fixa — gostei muito desse cuidado.

Vídeos, fotos e bateria

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Na atuação, a SJCAM SJ10X pode produzir filmes em até 4K a 24 quadros por segundo. Abaixo disso, é possível criar em 2K a 30 quadros por segundo, Full HD a 60 quadros por segundo, entre outras resoluções. Modos time-lapse e slow motion também são suportados. Quanto à qualidade em vídeo, a SJ10X fica um pouco atrás quando comparada a outras câmeras. Ela sofre para controlar a exposição, as sombras ficam muito escurecidas e, em algumas situações, você notará as aberrações cromáticas.

No modo vlog, a estabilização é boa e, mesmo subindo escada, eu consegui ter um resultado ok com esse modelo. Em uma estrada acidentada, com terra e pedras no caminho, eu coloquei a SJ10X no suporte para bicicleta e não teve jeito: a tremedeira tomou conta da cena, o que mostra que a estabilização oferecida tem lá as suas limitações. O desempenho à noite, pelo mesmo caminho, apresenta restrições: a nitidez é totalmente comprometida e a granulação invade todo o filme.

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Em fotografia, ela permite fazer registros de até 16 megapixels e a abertura da lente favorece a captura de mais informações, mas nada disso adianta se a qualidade for prejudicada. Embora o ambiente esteja com a iluminação adequada e bem controlada, a câmera sofre para fazer as fotos. Não há definição, o alcance dinâmico não é bom e os pontos escurecidos permanecem fortes. Em um ambiente com pouca luz, a atuação é a mesma do vídeo, ou seja, ruim.

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Foto tirada com a SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Outros problemas também estragam a experiência de uso. Mesmo com uma tela maior, a impressão é que a SJCAM não soube aprimorar o software para uma melhor navegação. Além dos ícones e telas mal produzidos, em alguns momentos, a câmera queria testar a minha paciência. Várias vezes, alguns travamentos me forçaram a remover a bateria. Em outros, ela demorava para responder os meus toques na tela.

Além disso, o aplicativo está mal otimizado e torna a usabilidade confusa. Eu também presenciei alguns travamentos na hora de configurar e alternar entre modos foto e vídeo. Ao menos o armazenamento funciona e eu consigo rapidamente baixar os registros no meu celular.

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Na autonomia, a SJ10X é enviada com uma célula de 1.300 mAh, capacidade que outras câmeras famosas também oferecem. No uso básico, com vídeos curtos e alguns registros fotográficos, a bateria deve aguentar um dia inteiro, mas no modo hard, ela deve durar poucas horas. Sem o Wi-Fi ativado, eu usei o gadget no parque para fazer vídeos em 4K de no máximo 5 minutos e tirei algumas fotos no meio caminho. Nesse período, eu liguei e desliguei a câmera várias vezes e parei para assistir a registros realizados. Ao final do dia, tinha carga para mais um dia. Se pretende fazer uso intenso, você vai precisar de uma bateria extra.

SJCAM SJ10X: vale a pena?

Não.

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A meu ver, a SJCAM SJ10X não faz sentido para muitas pessoas. A qualidade de imagem, os problemas de usabilidade e o aplicativo mal otimizado me impedem de indicar esta câmera. Por ser um modelo básico, em especial para quem está com o orçamento apertado, eu já esperava uma qualidade de imagem inferior em relação aos concorrentes, mas a situação se torna ainda mais crítica quando percebemos uma GoPro básica e antiga, como a Hero 2018, que custava R$ 900, consegue entregar registros melhores.

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

SJCAM SJ10X (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Se você busca diversão e registrar alguns momentos para as redes sociais, a SJCAM SJ10X pode até fazer sentido, mas só por um bom preço. Para o público mais aventureiro e que busca produzir imagens de qualidade, este modelo deve ser evitado nos importadores e uma GoPro Hero 7 Black, Hero 8, Hero 9 ou até uma DJI Osmo Action acabam sendo as melhores opções do mercado.

Eu geralmente não indico produtos usados nos meus reviews, mas novamente a SJ10X me faz quebrar algumas “tradições”. Caso você esteja com o dinheiro contado, os preços do varejo não têm ajudado, então eu ficaria de olho em promoções ou, para algumas pessoas, talvez valha a pena garimpar modelos usados e que ainda oferecem bons registros e uma usabilidade decente.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando