Início » Finanças » CEO do Twitter diz que bitcoin é o futuro para serviços na rede social

CEO do Twitter diz que bitcoin é o futuro para serviços na rede social

Jack Dorsey, CEO do Twitter, afirmou em teleconferência com investidores que possui planos para integrar bitcoin (BTC) em serviços e produtos do Twitter

Bruno Ignacio Por

Para Jack Dorsey, CEO do Twitter, o bitcoin (BTC) terá um importante papel no futuro dos serviços e produtos oferecidos por sua empresa e rede social. Em uma teleconferência para a divulgação dos resultados financeiros do segundo trimestre, o magnata disse que a criptomoeda tem o potencial para ser implementada para transações, assinaturas e em recursos novos, como os chamados Tip Jar e Super Follows.

Jack Dorsey, CEO do Twitter (Imagem: JD Lasica/Flickr)

Jack Dorsey, CEO do Twitter (Imagem: JD Lasica/Flickr)

Bitcoin terá importante papel no futuro do Twitter

O CEO do Twitter afirmou que o ativo digital seria uma “grande parte” do futuro da empresa, destacando o potencial da moeda digital para transformar ainda mais os produtos e serviços do Twitter. Referindo-se ao bitcoin como uma moeda nativa da internet, Dorsey descreveu oportunidades para integrar a moeda digital aos serviços existentes da empresa.

Ele explicou aos investidores que muitas das inovações que envolvem o bitcoin são muito mais do que apenas uma forma digital de dinheiro, ressaltando que o Twitter está comprometido em descentralizar a mídia social e fornecer mais incentivos econômicos.

Bitcoin é principal criptomoeda do mercado (Imagem: David McBee/Pexels)

Bitcoin é principal criptomoeda do mercado (Imagem: David McBee/Pexels)

Dorsey observou que o bitcoin é um dos três pontos-chave para o futuro do Twitter, ao lado da inteligência artificial e da descentralização. “Acho que é extremamente importante para o Twitter e para os acionistas que continuemos a olhar para o mercado e a investir agressivamente nele”, disse ele.

O empresário também enfatizou que o Twitter segue uma tendência geral de adoção a criptomoedas, exemplificando o Facebook e a moeda digital Diem, atrelada à rede social, que deve entrar em testes ainda neste ano. Porém, ao contrário do Facebook, o Twitter não se concentrará no desenvolvimento de uma moeda, mas sim na incorporação da maior do mercado, o bitcoin.

“Há uma necessidade óbvia e muito apoio para isso. Eu acho que uma tecnologia aberta que é nativa da Internet é o caminho certo a se seguir, e é por isso que o meu e o nosso foco eventualmente será no bitcoin”, afirmou Dorsey durante a teleconferência.

Dorsey é apoiador das criptomoedas

Essa é a primeira vez que o CEO do Twitter fala clara e oficialmente sobre planos de adotar criptomoedas na estrutura financeira de sua rede social. Os novos comentários vieram logo após Dorsey ter discutido sobre bitcoin no evento virtual “The B Word”, realizado nesta última quarta-feira (21), ao lado do CEO da Tesla, Elon Musk, e Cathie Wood, da Ark Invest.

Dorsey ainda divagou sobre o que poderia ter sido o modelo de negócios existente se o bitcoin existisse antes da criação do Twitter e do Facebook: “Certamente não teríamos a dependência que temos hoje do modelo publicitário atual”.

O CEO do Twitter é um conhecido apoiador das criptomoedas e um antigo usuário de bitcoin. Ele sempre argumentou que a criptomoedas se tornaria a moeda universal na internet.

A Square, sua empresa de pagamentos e serviços financeiros, vem cada vez mais implementando mecanismos que dão suporta a moedas digitais. Além disso, a companhia comprou US$ 50 milhões em BTC no final de 2020 e adquiriu outros 170 milhões em fevereiro de 2021.

Com informações: Cointelegraph

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando