Início » Negócios » Wemobi, rival da Buser, completa um ano e promete triplicar linhas de ônibus

Wemobi, rival da Buser, completa um ano e promete triplicar linhas de ônibus

Wemobi é uma plataforma do Grupo JCA (Catarinense, Cometa e 1001); serviço promete 16 novos trechos a partir de setembro

Emerson Alecrim Por

Vista como uma reação ao avanço do Buser no mercado, a Wemobi, plataforma do Grupo JCA, completou um ano de existência. Se no início o serviço oferecia ônibus entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, hoje também há rotas operadas a partir de Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Mas a Wemobi promete mais: 16 novos trechos serão inaugurados em setembro.

Ônibus da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

Ônibus da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

O Grupo JCA controla várias empresas de ônibus que operam linhas rodoviárias regulares, com destaque para Cometa, 1001 e Catarinense. As rotas da companhia incluem ligações entre capitais, como Belo Horizonte x São Paulo (Cometa), Rio de Janeiro x São Paulo (1001) e Curitiba x Porto Alegre (Catarinense).

Se considerarmos cidades do interior, o Grupo JCA também está presente em rotas como São Paulo x Maringá (Catarinense), Rio de Janeiro x Campo dos Goytacazes (1001) e São Paulo x São José do Rio Preto (Cometa).

Essas e tantas outras rotas têm demandas elevadas de passageiros e, portanto, costumam ser exploradas por serviços como Buser e 4bus. Exploradas com sucesso! Não surpreende que o Grupo JCA tenha decidido contra-atacar usando a mesma arma.

Aplicativo da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

Aplicativo da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

A plataforma Wemobi é similar à Buser em diversos aspectos: as vendas de viagens são feitas exclusivamente de modo online (via app ou site), há pontos de embarque e desembarque em locais estratégicos (e não apenas em rodoviárias) e, frequentemente, os preços são mais baixos do que os de linhas tradicionais.

Seguir essa abordagem deu resultado. Pelo menos é o que a celebração de um ano da plataforma sugere. De acordo com o Grupo JCA, a Wemobi recebeu um investimento inicial de R$ 8,6 milhões e, desde o seu lançamento, realizou mais de 250 mil viagens (me pareceu um número elevado para um período de um ano, mas a empresa me confirmou que está correto).

Wemobi quer triplicar faturamento em 2022

O plano é o de aumentar esses números. Para tanto, o Grupo JCA revelou, nesta segunda-feira (2), que a Wemobi operará em mais 16 trechos a partir de setembro. Balneário Camboriú (SC), Joinville (SC) e Juiz de Fora (MG) são exemplos de cidades que passarão a ser atendidas.

Para dar conta das novas rotas, a Wemobi aumentará a frota de ônibus da plataforma de 18 para 28 veículos. A maioria tem dois andares e oferece recursos como ar condicionado, banheiro, Wi-Fi e tomadas USB.

Reconhecimento facial da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

Reconhecimento facial da Wemobi (imagem: divulgação/Grupo JCA)

Até o fim do ano, o Grupo JCA espera triplicar o número de trechos atendidos pela Wemobi e continuar com os investimentos de expansão da plataforma. A companhia não revelou a arrecadação atual, mas também fala em triplicar o faturamento em 2022.

Para tanto, a empresa aposta não só no aumento do número de rotas, mas também em alguns diferenciais tecnológicos, como embarque por reconhecimento facial ou QR Code, data science para definição de trechos e ações de marketing, e a disponibilidade de um canal chamado weHELP para que mulheres possam denunciar assédio durante a viagem.

O Grupo JCA também tem apostado em redes sociais para promover o serviço. A empresa estima que 30% dos clientes atuais conheceram a Wemobi por meio dessas plataformas, com destaque para o TikTok.

Vale destacar que as rotas mantidas pela Wemobi são baseadas somente nas linhas que as empresas do Grupo JCA têm autorização para operar.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando