Início » Antivírus e Segurança » O que é um firewall? [E a diferença para um antivírus]

O que é um firewall? [E a diferença para um antivírus]

Barreira de proteção; saiba o que é um firewall, quais são suas características e qual a diferença para um antivírus

Leandro Kovacs Por

A proteção de nossos dados digitais é de suma importância, muitas vezes escutamos falar sobre firewall e antivírus. Veja abaixo, o que é um firewall, quais são suas características principais, de que forma fazem a proteção e qual a maior diferença para os antivírus comuns encontrados no mercado. As funções de um firewall estão ligadas ao fluxo de entradas e saídas de um sistema, não a resolução de infecções.

O que é um firewall? (Imagem: Compare Fibre/Unsplash)

O que é um firewall? (Imagem: Compare Fibre/Unsplash)

O que é um firewall?

Pensando na definição simples e resumida, o firewall é um sistema de segurança de rede de computadores que limita o tráfego de entrada, saída ou trocas dentro de uma rede privada.

Este software ou hardware funciona bloqueando seletivamente ou permitindo pacotes de dados. Em geral, destina-se a impedir que qualquer pessoa – dentro ou fora de uma rede privada – se envolva em atividades nocivas na web, ajudando a prevenir atividades mal-intencionadas ou que possam danificar o sistema.

Como o firewall funciona?

Os firewalls são como fronteiras bloqueadas ou cancelas que gerenciam a viagem de atividades permitidas ou proibidas na internet em uma rede privada.

Trocando em miúdos, os firewalls de segurança da rede destinam-se ao gerenciamento do tráfego da web – normalmente com o objetivo de desacelerar a disseminação de ameaças lá encontradas.

A proteção cria “pontos de estrangulamento” para canalizar o tráfego de dados na internet, revisando ​​com um conjunto de parâmetros programados e definidos como padrão. Alguns firewalls também rastreiam o tráfego e as conexões nos registros de auditoria para fazer referência ao que foi permitido ou bloqueado.

Assim, são definidos como uma ferramenta de segurança na categoria ampla de controle de acesso do usuário. As barreiras são, normalmente, configuradas em dois locais – computadores dedicados na rede ou nos terminais do usuário e em outras pontas, hosts.

O que é um firewall? (Imagem: Mikhail Nilov/Pexels)

O firewall faz uma constante análise do fluxo de dados (Imagem: Mikhail Nilov/Pexels)

Como ter e usar um firewall corretamente

O próprio Windows oferece a sua versão de firewall, mas usuários que buscam mais proteção podem comprar ou contratar serviços mais especializados, geralmente, as empresas que produzem os antivírus também oferecem esses serviços.

Para usar corretamente toda a proteção de um firewall, é importante lembrar de alguns pontos de “boas práticas”.

1. Atualize seu firewall o mais rápido possível

Os patches de firmware mantêm o firewall atualizado contra quaisquer vulnerabilidades mais recentes. Os usuários de versão pessoal e doméstica podem atualizar imediatamente com segurança. Organizações maiores podem precisar verificar a configuração e a compatibilidade em sua rede. O importante é manter tudo atualizado.

2. Use o antivírus em conjunto

Os firewalls por si só não são projetados para impedir vírus e outras infecções. Eles podem ultrapassar as proteções de barreira e o usuário precisará de uma solução de segurança projetada para desabilitá-los e removê-los. O firewall serve como um primeiro muro de tijolos, mas após a infecção, não resolve o problema.

3. Limite as portas de acesso

Limite as conexões de entrada e saída a uma lista de permissões restrita de endereços IP confiáveis. Reduza os privilégios de acesso do usuário às necessidades. É mais fácil ficar seguro permitindo o acesso quando necessário do que revogar e remediar danos após um incidente.

Qual a diferença do firewall e antivírus

Como falamos acima, de forma independente, o firewall não pode resolver todos os problemas do sistema, para isso, é necessária sua utilização em conjunto com o antivírus.

Bem no popular, firewall é um muro de proteção e o antivírus é a “polícia” do seu sistema, se os invasores ultrapassarem o muro, só poderão ser impedidos por essa “força” de segurança digital.

A proteção oferecida por um firewall limita-se a ajudar na proteção do computador e dados gerenciando o tráfego de rede. Ele faz isso bloqueando o tráfego de rede de entrada não solicitado ou indesejado. Ele valida o acesso fazendo uma varredura do tráfego de entrada para verificar se há algo malicioso, como hackers e malwares, que podem infectar o computador.

Com essas informações já sabemos o que é um firewall e qual a sua diferença para um antivírus, as proteções são complementares e não alternativas. Para ter uma boa segurança no sistema é necessário trabalhar com as duas ferramentas. Boa sorte.

Com informação: Norton, Kaspersky, Cloudflare.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando