Início » Jogos » Riot deixa Nicolino voltar a narrar Valorant após acusação de assédio

Riot deixa Nicolino voltar a narrar Valorant após acusação de assédio

Riot Games tira suspensão do caster Nicolas “Nicolino”, de Valorant, e diz que "não houve violação das políticas da empresa"

Murilo Tunholi Por

Afastado pela Riot Games em julho deste ano, após acusações de assédio, o caster Nicolas “Nicolino” Emerenciano vai voltar a narrar transmissões dos torneios oficiais da Valorant Champions Tour Brazil, a partir de 7 de agosto. Em comunicado oficial publicado nesta terça-feira (3), a desenvolvedora anunciou o retorno do narrador, informando que não havia encontrado violação nas regras de conduta da empresa.

Nicolas "Nicolino" Emerenciano, caster de Valorant da Riot Games (Imagem: Reprodução/Instagram nicolinonez1)

Nicolas “Nicolino” Emerenciano, caster de Valorant da Riot Games (Imagem: Reprodução/Instagram nicolinonez1)

Atualização (03/08, às 18h53): a Riot Games publicou outro comunicado na noite desta terça-feira, informando que suspendeu novamente Nicolino, dessa vez por tempo indeterminado. Confira, a seguir, a mensagem na íntegra:

Durante as últimas semanas, o nosso processo de avaliação da situação e de fatos de conhecimento da Riot foram compartilhados com a equipe do VCT-BR, para garantir que todos estavam confortáveis com as decisões tomadas até o momento com relação ao caster Nicolino. No entanto, após a publicação de nosso comunicado, tivemos discussões adicionais com o time à luz de novos relatos, e optamos por manter o afastamento do caster por período a ser definido.

Em respeito à privacidade de todos, não entraremos em detalhes. Reforçamos o compromisso de criar um espaço de inclusão e segurança em nossas comunidades e operações, e essa é a nossa prioridade no VCT-BR. Estamos abertos a ouvir todos e sempre que for preciso vamos reavaliar nossas decisões no sentido de preservar os valores nos quais acreditamos.

Riot Games.

Comunicado original sobre caso Nicolino era confuso

O comunicado origial, porém, deixava algumas dúvidas. Logo após informar que o caster não havia violado as políticas da empresa, a Riot Games concluiu o texto dizendo que “ainda há espaço para melhora em condutas”. “Estamos trabalhando junto dele no intuito de garantir que vivencie integralmente os valores da Riot”, afirmou a empresa.

Nicolino retorna às transmissões oficiais de campeonatos da Riot Games a partir do dia 7 de agosto, na Valorant Champions Tour Brazil. Por enquanto, o caster ainda não se pronunciou nas redes sociais sobre a decisão da empresa, nem sobre as denúncias de assédio.

No Twitter, a comunidade de Valorant questionou a Riot Games, apontando falta de esclarecimento sobre as investigações das denúncias de assédio. “Só foi esse o único pronunciamento sobre tudo que ocorreu? E todas as meninas que se juntaram e tomaram coragem pra expor isso?! Acho que elas merecem uma resposta melhor sobre isso tudo”, tweetou a jogadora profissional Taynah “Tayhuhu” Yukimi.

Entenda por que a Riot Games afastou Nicolino

No início de julho, Nicolino foi afastado dos campeonatos oficiais de Valorant após ser denunciado em um “exposed” nas redes sociais. Na época, usuários sugeriram que o caster tinha assediado mulheres pelo WhatsApp, mas nenhuma denúncia concreta havia sido registrada contra ele naquele momento. Desde então, o narrador não se pronunciou sobre as mensagens.

Como resultado, a Riot Games preferiu afastar Nicolino das transmissões de Valorant até o fim das investigações. O caster voltou aos torneios, mas nem ele, nem a desenvolvedora do shooter divulgaram informações claras sobre o caso.

Com informações: Globo Esporte, Riot Games.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando