Início » Cultura » Disney e Starz fazem as pazes e encerram disputa pela marca Star no Brasil

Disney e Starz fazem as pazes e encerram disputa pela marca Star no Brasil

Disputa judicial iniciada pela Starz impedia o lançamento do Star+ no Brasil; serviço de streaming da Disney com conteúdo mais "adulto" chega em agosto

Lucas Braga Por

Durante uma disputa pelo direito de uso da marca Star, a Walt Disney Company e a empresa de mídia Starz entraram em um acordo e desistiram de uma ação judicial que corria na 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial de São Paulo. Com isso, a empresa do Mickey fica liberada para lançar o serviço de streaming Star+ ainda em agosto.

Disney resolve disputa com Star e deve lançar Star+ em agosto

Disney resolve disputa com Star e deve lançar Star+ em agosto (Imagem: Reprodução)

O encerramento da ação judicial ocorreu poucos dias após a Disney oferecer R$ 50 milhões para a Starz, e essa verba serviria para compensar possíveis danos causados pela marca Star+ ao serviço de streaming StarzPlay. De acordo com o Notícias da TV, houve desistência de ambas as partes após um acordo amigável.

No final das contas, a Starz aceitou os R$ 50 milhões oferecido pela Disney. Com o acordo, o recurso que impedia a Disney de lançar um serviço de streaming com nome Star+ também perdeu efeito. As custas judiciais deverão ser pagas por ambas as empresas.

O imbróglio entre as empresas começou em abril de 2021, quando a Starz entrou com um pedido de registro de oposição contra a Disney no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), órgão responsável pelo registro de marcas no Brasil. Processos também foram abertos em entidades equivalentes na Argentina e México.

Confesso que fiquei surpreso com o aceite do valor oferecido pela Disney para a Starz: apesar de não ser tão presente no Brasil, a companhia possui certa relevância no mercado de entretenimento e encerrou o ano de 2020 com 14,6 milhões de assinantes do StarzPlay em todo o mundo.

Star+ deve chegar ao Brasil em agosto

Se não houver mais atrasos, a Walt Disney Company irá lançar o streaming Star+ no dia 31 de agosto de 2021. O novo serviço será voltado para um público menos infantil e terá assinatura separada do Disney+, como o Hulu nos Estados Unidos.

The Walking Dead estará disponível no Star+

The Walking Dead estará disponível no Star+ (Imagem: Divulgação)

O Star+ deve reunir séries de sucesso como Os Simpsons, The Walking Dead, Grey’s Anatomy, Family Guy e Futurama. No catálogo de filmes será possível encontrar Bohemian Rhapsody, Deadpool e Logan, além de produções locais da América Latina. Por fim, a plataforma também reunirá esportes ao vivo da ESPN, incluindo CONMEBOL Libertadores, UEFA, NFL, NBA, MLB, NHL e US Open.

Os preços do Star+ ainda não foram revelados, mas é de se esperar que a Disney repita a estratégia do Disney+ e faça parcerias com operadoras de telecomunicações, bancos, lojas virtuais e outros serviços de streaming para comercializar o serviço.

Vale lembrar que a Disney também adotou a marca Star para os canais da Fox na TV por assinatura convencional.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Anderson Carvalho (@andersondicarvalho)

Screenshot_20210809-224615_Chrome1080×1047 158 KB
Imaginei que um acordo seria o desfecho dessa história. A Disney é dona da marca “Star” no mundo todo, não seria aqui no Brasil que ela abriria mão do seu uso. Apesar da semelhança, a Starz não iria conseguir barrar a Disney de lançar o serviço por aqui. Obs: O site Omelete foi o único veículo brasileiro que fez menção ao fato da “Star” ser uma marca muito forte, ela existe há muitos anos em outros países, e se tornou propriedade da Disney, após a aquisição da Fox Networks Group.

Lucas Blassioli (@olucaslab)

Na verdade o omelete foi o único site BRASILEIRO a falar disso, os canais Star na India são muito fortes, quando a Disney os comprou, basicamente eles compraram 50% do mercado de TV indiano pois existe o Star Sports inclusive.

Mas sim, eu nunca duvidei que isso ia acontecer, se duvidar o Starz Play pode mudar de nome.

wesley soares (@wesley_soares)

Sim, inclusive o gênio que criou o nome star+, Apple, Amazon e afins… Todos “gênios” segundo sua concepção.

Islan Oliveira (@Islan_Oliveira)

Considerando que quem tá querendo usar o nome é a Disney, eu achei R$50 milhões bem pouco.

Jedielson (@Jedielson)

Por 50 milhões eu mudo até meu nome pra Star

Alex (@wuhkuh)

Poxa, queria que eles perdessem pra saber como seria a mudança de nome há uma semana do lançamento

Paulo Maciel (@pymaciel)

Se renderam por míseros 50 milhões? Fala sério. Podiam ter insistido e pelo menos arrancado mais dinheiro. 50 mi é troco de bala pra Disney.

CesarStoffell (@CesarStoffell)

Eu já tava assim: