Início » Celular » Xiaomi expande memória de 30 celulares Mi, Poco e Redmi com RAM virtual

Xiaomi expande memória de 30 celulares Mi, Poco e Redmi com RAM virtual

Suporte à Expansão de Memória, recurso da Xiaomi que aumenta a memória total de celulares da marca através de RAM virtual, chega a mais de trinta celulares

Bruno Gall De Blasi Por

A Xiaomi começou a trabalhar em uma função que expande a memória de seus celulares em abril. Agora, nesta segunda-feira (9), a fabricante chinesa disponibilizou o suporte ao recurso de memória RAM virtual a mais de trinta smartphones da linhas Mi, Redmi e Poco, incluindo o Mi 11. A novidade é conhecida como Expansão de Memória.

Xiaomi Redmi Note 10 Pro (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Xiaomi Redmi Note 10 Pro (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A liberação dessa semana dá sequência ao lançamento da ferramenta que deu as caras pela primeira vez em abril. Depois, em junho, o Redmi Note 10 Pro recebeu a função que adiciona 2 GB de memória virtual ao celular, totalizando 10 GB de RAM. Já o modelo mais simples, com 6 GB de RAM física, pode chegar a 8 GB de memória com o recurso.

Celulares da Xiaomi ganham suporte à RAM virtual

De acordo com Kacper Skrzypek (twitter.com), a Expansão de Memória está chegando a mais de trinta celulares da Xiaomi. É o caso da linha Mi 11 e o Poco F3, além de outros dispositivos com os processadores Snapdragon 888, 870 e 865. Confira a lista a seguir:

Linha Modelo
Mi – Mi 11, 11 Pro e Mi 11 Ultra

– Mi 11i

– Mi 11X e Mi 11X Pro

– Mi 10 5G, Mi 10 Pro 5G e Mi 10 Ultra

– Mi 10T 5G e Mi 10T Pro 5G

– Mi 10S

Redmi – Redmi Note 10 Pro 5G

Redmi Note 9 5G

– Redmi Note 9T e Note 9T 5G

Redmi Note 8

– Redmi K40, K40 Pro e K40 Pro+

– Redmi K30 Pro, K30S e K30 Pro Zoom

Poco Poco X3 GT

– Poco F3

– Poco F2 Pro

Black Shark – Black Shark 4 e 4 Pro

– Black Shark 3, 3 Pro e 3S

O recurso ainda deve chegar a outros celulares no futuro. Entre eles, está o Xiaomi Mi Mix 4, que pode ser anunciado em breve. As apostas também giram em torno do Redmi 9A, 9C, 9i, Note 8T, 8 2021, 10, 10 5G, 10S e o recém-lançado Redmi Note 10 JE.

Além da Xiaomi, o recurso também está presente em smartphones da Oppo e Vivo.

Com informações: Gizmochina

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rodrigo Dias (@rodrigodias)

Fica a dica pra quem for comprar um celular novo: Procurem saber qual é a memória RAM real do aparelho. Agora vamos ver aparelhos com 24GB de RAM, mas que na verdade são 12GB reais e 12GB que só que vão ocupar o armazenamento.

² (@centauro)

Eu esperava que memória RAM virtual fosse aparecer em aparelhos low end com pouca memória RAM de verdade e não os aparelhos mais parrudos com um monte de RAM.

A ideia do RAM virtual não é aumentar um pouco a quantidade de RAM quando o disponível não é o suficiente?
Um aparelho com 8GB de RAM precisa mesmo de ainda mais RAM?
Eu com certeza não faço parte da demografia alvo dessa medida porque eu realmente não sei como as pessoas conseguem precisar de tanto RAM no smartphone.

Bruno Gall De Blasi (@brunogdb)

Imagino que implementaram somente nos mais encorpados devido ao UFS 3.1. Não sei se todos esses smartphones da lista contam com esse tipo de armazenamento. Mas, se for o caso, é uma linha de raciocínio que faz sentido.