Início » Negócios » Axie Infinity, jogo baseado em NFT, atinge US$ 1 bilhão em valor negociado

Axie Infinity, jogo baseado em NFT, atinge US$ 1 bilhão em valor negociado

Axie Infinity é um jogo em blockchain que permite comprar e vender NFTs, ou tokens não fungíveis; jogo é acusado de permitir esquema de pirâmide

Bruno Ignacio Por

Axie Infinity é um jogo que vem tomando os noticiários do mundo todo ao oferecer a oportunidade de lucrar enquanto se joga. Trata-se de um game em blockchain baseado em um sistema de NFTs, ou tokens não fungíveis, para representar monstrinhos parecidos com Pokémon em um universo cuja economia é baseada em criptomoedas nativas, como o Axie Infinity Shard (AXS).

Agora, o game bateu um importante recorde e superou US$ 1 bilhão em transações, se tornando também o mais valioso projeto NFT do mercado.

Axie Infinity, banner promocional (Imagem: Divulgação)

Axie Infinity, banner promocional (Imagem: Divulgação)

Axie é um jogo semelhante ao Pokémon, mas que tem uma economia virtual própria que funciona através de tokens como o Smooth Love Potion (SLP) e Axie Infinity Shard (AXS). Assim como todas as moedas do jogo, elas podem ser usadas para comprar terras, cultivar ou criar Axies. Tratam-se de criaturas que os jogadores podem também adquirir, treinar, usar para completar desafios e batalhar on-line, semelhantes a Pokémon e Neopets.

Enquanto a popularidade dos NFTs disparou em 2021, vimos tokens não fungíveis sendo leiloados por dezenas de milhões de dólares, como foi o caso de uma obra digital do artista Beeple, vendida por US$ 69 milhões em março. Porém, o modelo de negócio em blockchain se expandiu para diversos mercados, apelando principalmente para a colecionabilidade, exclusividade e autenticidade garantida pela criptografia.

Axie Infinity é projeto NFT mais valioso do mercado

Com isso, em questão de meses, esse mercado cresceu a ponto de registrar impressionantes US$ 2,5 bilhões em transações no primeiro semestre de 2021. Assim, o Axie Infinity se destaca como o maior projeto NFT desse mercado, tendo movimentado até hoje US$ 1,126 bilhão com seus produtos virtuais, conforme apontam dados do site de monitoramento CryptoSlam.

No total, foram 2,6 milhões de transações realizadas por 340 mil compradores in-game. Já existem também quase 1 milhão de proprietários de NFTs nativos do Axie Infinity, uma vez que esses monstrinhos podem ser negociados dentro e fora da plataforma, presenteados e emprestados. O jogo também conta com cerca de 1 milhão de usuários ativos diariamente no mundo todo.

Desenvolvido pela Sky Mavis, um estúdio de jogos vietnamita, Axie Infinity não é um game novo. Mesmo existindo há três anos, seu maior período de crescimento foi nos últimos 30 dias, que já acumulam 1,4 milhão de transações e US$ 780 milhões negociados.

Axies são caros e podem valer milhares de dólares

Marketplace de Axies (Imagem: Reprodução/ Axie Infinity)

Marketplace de Axies (Imagem: Reprodução/ Axie Infinity)

A popularidade do game disparou, principalmente nas Filipinas e no Vietnã, mas não é tão simples para começar a jogar. Os jogadores precisam comprar ou conseguir emprestado pelo menos três Axies, que são os monstros que podem ser usados ​​para lutar contra outros jogadores ou times, realizar tarefas e muito mais.

Porém, o preço dos Axies mais baratos são bem salgados, geralmente ultrapassando as centenas de dólares. O monstrinho mais caro foi o chamado “Sir Gregory”, que foi vendido por US$ 814 mil em julho.

Jogo é acusado de permitir esquema de pirâmide

Por isso, o jogo divide opiniões. Enquanto muitos são entusiastas quanto ao sistema inovador e que permite aos jogares realmente gerar renda ao jogar, outros acreditam que o Axie Infinity permite a criação de uma espécie de sistema de pirâmide, justamente por impor um investimento inicial gigantesco.

Uma vez que os NFTs são muito caros e pouco acessíveis, um comportamento comum visto dentro do jogo é um usuário detentor de vários Axies emprestá-los para diversas pessoas realizarem atividades para aprimorar seu monstro e ganhar recompensas em criptomoedas in-game, lucros que são então repassados em parte para os participantes que realizaram todo o trabalho.

Isso é possível porque, ainda que o jogo não tenha nenhum sistema oficial e integrado de empréstimo de Axies, eles ainda são NFTs vinculados a uma carteira digital. Então, através de plataformas como o NFTfi, usuários podem emprestar tokens não fungíveis por um período estipulado de tempo. Afinal, mesmo que se baixe o jogo e se crie uma conta, não é possível realizar nada sem possuir ao menos três monstrinhos.

Com informações: Business Insider

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luiz (@Luiz-Maker)

Só uma “errata” @Bruno_Ignacio . Não se vê axies de 60$ dólares a muitos meses. Hoje os mais baratos estão mais que 250$ dólares. Os que estão na casa dos 190$ no marketplace são bugs e já estão vendidos, os únicos disponíveis são de 250+ dólares

Robson c (@Robson)

acho isso tudo uma bobagem, igual os cryptokitties. Uma loucura especultativa. Mas daí ficar chamando tudo e qualquer coisa de esquema de pirâmide é uma idiotice

Luiz (@Luiz-Maker)

Acho que você não pesquisou direito a respeito de comprar os axies (não estou dizendo com certeza que não é pirâmide). Mas existe o marketplace oficial do jogo. Lá você compra os seus axies, mas como um marketplace normal não é da sky mavis (empresa) que você compra o jogo, mas sim de outros usuários que estão vendendo assim como um mercado livre da vida.

Eu mesmo não estou alugando de ninguém os bichos, eu comorei agora eles são meus e posso ficar parado sem fazer nada, reproduzir ou “farmar”.
(Não aconselho ninguém investir, só estou falando o que eu fiz)

Mas realmente as “escolhinhas” estão com políticas cada vez mas rígidas ou abusivas, não concordo.

Mas ao mesmo tempo tem filas de literalmente milhares de pessoas para conseguir uma vaga. Em uma escolhinha. Então entra quem aceita os termos da mesma.

E quem entra na escolhinhas não paga nada, ou não deveria pelo menos, você joga com os axies “emprestados” e como você não investiu dinheiro nesses axies você da uma comissão para o dono.

E como disse anteriormente como existem filas e filas pra conseguir uma vaga eles estão abusando um pouco, (o que é errado).

Breno (@bbcbreno)

Sim, eu pesquisei e disse isto q vc falou: compra de terceiros, é justamente essa marketplace. É a loja oficial, mas n deixa de ser uma venda por terceiros, onde hj os preços tb tão abusivos.

O q me referi q n existe é comprar direto deles, existia uma loja q vendia ovos por eles, mas tá fechada e possivelmente n abrirá novamente.

Queria brincar nesses axies, mas ou compra os bichos a preços inflacionados ou se submete às condições abusivas dos q emprestam.

Hj tá bem inviável entrar e possivelmente ficará ainda pior mais na frente se n for criado um meio oficial e simplificado de entrar no jogo.

Breno (@bbcbreno)

Sei q o jogo em si n é pirâmide e eles até fizeram umas mudanças recentes no ganho de SLP para evitar o abuso/exploração q tá rolando.

Pirâmide n é a palavra ideal neste caso, mas a parte de exploração tá bem presente.

Quero deixar beeeem claro q n é o jogo q é o problema e sim, parte da comunidade q tá aproveitando do jogo para tirar o seu explorando outras pessoas q tão chegando agora (inclusive comunidade brasileiras).

Essas escolinhas no geral são abusos demais. Talvez até exista alguma mais justa e legal, mas de todas q vi… Puuuuts! É aquele feeling de grupo de pirâmide, saca? Por isto n acho errado chamar a comunidade de pirâmide.