Início » Finanças » Pix bate recorde e ultrapassa 40 milhões de transferências em um dia

Pix bate recorde e ultrapassa 40 milhões de transferências em um dia

Segundo Banco Central, transações movimentaram ao todo R$ 24,8 bilhões; recorde aconteceu às vésperas do Dia dos Pais, na última semana

Ana Marques Por

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC), bateu um novo recorde na última sexta-feira (6) ao registrar 40,46 milhões de transferências em um único dia. A situação aconteceu às vésperas do Dia dos Pais, comemorado no último domingo (8), e movimentou R$ 24,8 bilhões, com um valor médio de R$ 614,72 por transação.

Pix (Imagem: Divulgação / Banco Central)

Pix (Imagem: Divulgação / Banco Central)

O BC confirmou ao Tecnoblog que essa foi a primeira vez que o método ultrapassou os 40 milhões de transações desde que foi lançado, no final de 2020. Apesar do pouco tempo de existência, o sistema tem feito sucesso entre os brasileiros — dados revelados no mês de maio indicavam que 45% da população adulta do país já havia utilizado o Pix.

Em julho, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, afirmou que as transações feitas via Pix já superavam a soma de operações em TED, DOC, cheque e boleto bancário.

Como ressaltou o Poder360, uma análise da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) estimou que o setor teria faturamento de R$ 6,03 bilhões com o Dia dos Pais em 2021, mostrando uma recuperação da economia com as medidas de flexibilização das restrições em decorrência da pandemia.

BC vai facilitar pagamentos via Pix

No final de julho, o Banco Central anunciou o cronograma para a regulamentação do serviço de iniciação de transação de pagamento do Pix, que visa facilitar as operações de pagamento com a ferramenta.

Um iniciador atua como intermediário, recebendo a autorização do usuário para realizar transações entre duas instituições. A regulamentação tende a ser importante especialmente para compras no comércio eletrônico, e pode dispensar o uso de um QR Code na hora do pagamento, tornando o processo mais prático para o consumidor.

Com informações: Poder360

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João M. (@RonDamon)

Bem superior a boleto e TED. A Easy ainda não tem pix e me sinto em 1990 com a lentidão das TEDs.

Felipe (@darth)

só agora acabar o engodo da conta salário (pagar o salário por pix via chave CPF) e pronto para quem troca de emprego com frequência é um saco, sempre me mandam para Santander / Bradesco / BB sendo que não gosto de nenhum desses, uso o Itaú e Inter