Início » Finanças » Itaú e Iti dão prévia de open banking com saldo unificado no app

Itaú e Iti dão prévia de open banking com saldo unificado no app

Prévia de open finance permite exibir saldo de conta corrente e poupança do Itaú na carteira digital Iti; outros bancos serão suportados no futuro

Lucas Braga Por

O Itaú atualizou o Iti e deu um primeiro passo para o open banking: o aplicativo da carteira digital agora exibe saldos de contas corrente ou poupança da mesma instituição financeira. A previsão é que outros bancos também sejam integrados no futuro.

Itaú Iti e maquininha da Rede
Iti lança prévia de open banking com exibição de saldos do Itaú (Imagem: Divulgação)

Por enquanto, trata-se apenas de uma prévia do open banking. O Itaú esclarece que a integração foi feita através de uma interface interna (API) entre o banco e o Iti. No entanto, a instituição financeira espera que “em breve” seja possível consolidar o saldo de outros bancos, a partir do compartilhamento de dados dos clientes por meio do sistema bancário aberto.

A integração permite apenas exibir o saldo de outras contas corrente ou poupança do Itaú vinculadas ao mesmo CPF. Não é possível, por exemplo, fazer uma transferência pelo Iti usando valores que estão em outras contas. O banco aposta na função por trazer comodidade e maior controle das finanças.

Para visualizar os saldos de outras contas do Itaú, é necessário ter a versão mais atualizada do Iti. O cliente deve autorizar o compartilhamento de informações no próprio aplicativo da carteira digital, e não é necessário liberar o acesso nas contas do Itaú.

Exibição de saldos de contas do Itaú no Iti
Exibição de saldos de contas do Itaú no Iti (Imagem: Reprodução)

Dá pra dizer que o Iti é uma espécie de laboratório do Itaú por liberar serviços antes da hora. Foi assim com o Pix: os usuários da carteira digital conseguiam fazer transferências instantâneas antes do lançamento oficial do sistema de pagamentos.

Além do Iti, o Itaú disponibilizou uma prévia do open banking no app de investimentos Íon. A plataforma já permite visualizar aplicações financeiras dos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Modalmais, Nubank e XP Investimentos.

Open banking deve levar função a mais bancos

Uma das maiores vantagens do open banking (também conhecido como open finance) é a possibilidade de compartilhar dados entre instituições bancárias. Exibir o saldo é apenas uma delas, que também deve chegar a outros bancos.

O open banking será obrigatório para bancos grandes e terá participação voluntária para instituições financeiras menores. O Banco Central já credenciou centenas de empresas, incluindo fintechs como Mercado Pago, Nubank e PicPay.

Vale lembrar que a segunda fase do open banking entra em vigor a partir desta sexta-feira, 13 de agosto. Nessa etapa, as instituições participantes poderão trocar informações cadastrais, financeiras e transacionais dos clientes, além de dados sobre produtos e serviços bancários.

Se não houver mais mudanças no cronograma, o open banking estará completamente implementado no Brasil até setembro de 2022.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Islan Oliveira (@Islan_Oliveira)

Mas essa integração entre Itaú e Iti precisa do Open Banking pra funcionar? Ou o BC proíbe de empresas de um mesmo grupo financeiro de terem essa integração?

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Por enquanto, trata-se apenas de uma prévia do open banking. O Itaú esclarece que a integração foi feita através de uma interface interna (API) entre o banco e o Iti.

O Open Banking ainda não está em funcionamento, por isso o Itaú fez usando uma integração própria. Não há impedimento por parte do BC de agrupar dados do mesmo grupo financeiro.