Início » Antivírus e Segurança » Combate a sites e links de pirataria cresce 189% no Brasil em 2021

Combate a sites e links de pirataria cresce 189% no Brasil em 2021

Associação brasileira de empresas de software afirma que derrubou quase 60 mil links, anúncios e sites ligados à pirataria no 1º semestre de 2021

Pedro Knoth Por

O combate à pirataria digital vem se intensificando em 2021. De um lado, a Polícia Federal pôs em prática a Operação 404, que combate serviços de IPTV que transmitem conteúdo ilegalmente — ela já está em sua terceira fase de inquérito. Por outro, as operadoras Claro, TIM e Vivo suspenderam o domínio do gênero mais famoso: o Pirate Bay. Agora, a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) afirma que baniu quase o triplo de sites de conteúdo ilegal.

ABES baniu 68 mil links que direcionavam usuário a conteúdo ilegal (Imagem: Markus Spiske/Unsplash)
ABES baniu 68 mil links que direcionavam usuário a conteúdo ilegal (Imagem: Markus Spiske/Unsplash)

Em comunicado enviado ao Tecnoblog nesta segunda-feira (16), a ABES diz que derrubou, no primeiro semestre de 2021, cerca de 60 mil links, anúncios e sites que forneciam acesso a conteúdo que violam o Direito Autoral e a Propriedade Intelectual. Desde o início do monitoramento, há 16 anos, foram banidos no total mais de 800 mil materiais piratas.

ABES baniu 58 mil links que direcionam a conteúdo pirata

Dessas suspensões efetuadas pela associação, 58 mil são de links com conteúdo pirata; mais de 1,5 mil anúncios promovendo pirataria foram derrubados, junto com 62 domínios ilegais. No total, isso sinaliza um aumento de 189% nos banimentos de sites piratas em relação ao ano passado — quase o triplo no crescimento no combate à pirataria da ABES.

Carolina Marzano, diretora de compliance e assessora assessora de comitês da ABES enfatizou que o foco da associação em suspender links está ligado sucesso de parcerias com sites de leilão:

“Nos últimos anos constatamos que os sites de leilão têm investido bastante em ações e parcerias eficientes contra a pirataria, por isso, decidimos focar mais na remoção de links hospedados na internet, que possuem grande impacto na pirataria como um todo.”

Mercado Livre e ABES têm parceria contra pirataria

Um dos principais canais de monitoramento da associação de softwares é o e-commerce: a ABES tem uma parceria — o Programa de Proteção à Propriedade Intelectual (PPPI) — com o Mercado Livre para avisar sites de varejo digital e provedores de acesso sobre links e anúncios que levam a sites piratas, mas que também podem resultar em infecções do dispositivo por malwares. Consumidores que acessam esses domínios podem ficar expostos ao sequestro de dados e a vírus, alerta a ABES

A ABES representa mais de 2 mil empresas brasileiras de software que correspondem por 85% do faturamento no mercado de programas de computador e serviços no Brasil — em 2020, companhias que fazem parte da associação tiveram receita bruta de R$ 80 bilhões.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando