Início » Gadgets » Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6: qual comprar?

Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6: qual comprar?

Mi Band 6 e Huawei Band 6 têm tela AMOLED, monitor de BPM, sensor de SpO2 e vários modos de treino; saiba qual é a melhor

Darlan Helder Por
Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6: qual comprar? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6: qual comprar? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Xiaomi Mi Band 6 e Huawei Band 6 são as principais pulseiras fitness do mercado em 2021. Mesmo pertencendo à mesma categoria e com preços semelhantes, ambos os produtos têm diferenças significativas, sobretudo no design. A popular smartband da Xiaomi tem tela AMOLED em formato de pílula e materiais simples, enquanto o gadget da rival Huawei aposta num design mais sofisticado, se inspirando em relógio inteligente.

Os dois dispositivos podem monitorar a frequência cardíaca, a saturação de oxigênio no sangue (SpO2), o seu treino, a sua noite de sono e muito mais. Mas qual é a melhor opção para você atualmente? Eu já analisei a Mi Band 6 e a Huawei Band 6, e revelo neste comparativo qual a melhor smartband de 2021 para a maioria das pessoas.

Comparativo Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6 em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

A Xiaomi Mi Band 6 foi adquirida pelo Tecnoblog no varejo e a Huawei Band 6 foi fornecida pela Huawei por empréstimo e será devolvida à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A primeira grande diferença entre os aparelhos, claramente, está no design. No caso da Mi Band, “em time que está ganhando não se mexe” e a Xiaomi manteve o layout que já faz sucesso, estilo bracelete, que já conhecíamos da Mi Band 5, 4 e 3. Ela tem correia de TPU que pode ser substituída facilmente por modelos de terceiros e é resistente à água em até 50 metros de profundidade. Já as cores disponíveis no mercado são amarelo, laranja, azul, oliva e marfim.

Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Enquanto uma segue conservadora, a outra preferiu avançar bastante. A Huawei Band 6 tem um design semelhante ao de smartwatch, que remete ao relógio Huawei Watch Fit. Ela tem pulseira de silicone com tratamento UV para não irritar a pele e a mesma resistência à água em até 5 ATM. As cores disponíveis para a Huawei Band 6 são preto grafite, verde, laranja e rosa.

Por se inspirar em relógios inteligentes, a Huawei Band 6 vence no quesito design.

Tela

Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Com relação à tela, a Mi Band 6 agora tem 1,56 polegada, maior que a da Huawei Band 6, que tem 1,47 polegada. Ainda assim, o tamanho retangular (e mais largo) da smartband da Huawei favorece a exibição de mais recursos e informações. Ambos os gadgets têm painel AMOLED e resolução 486 x 152 pixels na pulseira da Xiaomi e 368 x 194 pixels na Band 6 da Huawei.

Levando em consideração a categoria dos aparelhos, eu posso dizer que os dois não decepcionam na qualidade do display. O brilho da tela é forte, a visualização sob a luz solar é decente e, rapidamente, eu consigo acessar outras telas graças aos “widgets” nos mostradores. Mas não tem como não reconhecer que a Huawei Band 6 vence aqui por entregar uma experiência mais próxima de smartwatches.

Em tela, é ponto para a Huawei Band 6.

Rastreamento fitness

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Na parte de rastreamento fitness, a Mi Band 6 avançou, entregando 30 modos de treino. No entanto, a pulseira da Huawei vai mais longe, oferecendo 96 modos de exercícios. Nos dois dispositivos você vai encontrar opções como corrida interna e externa, ciclismo, natação, remo, elíptico, ioga, badminton e pilates. Os dois aparelhos são capazes de detectar o treino automaticamente: a Mi Band 6 identifica caminhada, corrida, ciclismo, elíptico e remo; a Huawei Band 6 constata todos esses, exceto ciclismo.

Como de praxe, elas não têm GPS integrado, mas você pode registrar as rotas da sua caminhada, corrida ou ciclismo através do aplicativo vinculado ao GPS do celular.

Em rastreamento fitness, a Huawei Band 6 ganha ponto por entregar mais opções.

Recursos de saúde

Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

No monitoramento de saúde, os gadgets oferecem os mesmos recursos. Mi Band 6 e Huawei Band 6 podem monitorar o ritmo cardíaco, a saturação de oxigênio no sangue, a qualidade do sono, o nível de estresse e o ciclo menstrual. Todos os dados extraídos pelas pulseiras ficam armazenados automaticamente nos aplicativos oficiais: na Xiaomi, o Mi Fit, e na Huawei, o Huawei Health. Além disso, é possível enviar essas informações para o Google Fit ou para o Apple Health.

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Eu testei as principais funcionalidades e a atuação foi satisfatória em ambos os produtos. Na Huawei Band 6, porém, em alguns momentos, o monitor de BPM apresentou números imprecisos em relação a outras smartbands e smartwatches, mas nada gritante. Neste tópico, a Mi Band 6 leva a melhor por um recurso extra: Inteligência de Atividade Pessoal (ou PAI – Personal Activity Intelligence, em inglês): um algoritmo analisa vários dados de saúde e exercícios, resultando em uma pontuação da condição física.

A confiabilidade e o PAI fazem a Mi Band 6 ganhar pontos em saúde. Ainda assim, o gadget da Huawei não fica tão para trás.

Recursos de smartwatch

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Já em recursos de smartwatch, a Mi Band 6 pode espelhar as notificações do celular, permite rejeitar chamadas telefônicas, controlar faixas em plataformas de streaming de música e tirar fotos com o celular por um obturador remoto na pulseira fitness. A Huawei Band 6 também entrega todas essas funcionalidades, porém a maioria só é suportada em aparelhos Android e quem usa iPhone fica mais restrito. Por outro lado, na Mi Band 6, todos os recursos funcionam muito bem nos aparelhos da Apple.

Infelizmente, nenhuma delas tem NFC, para pagamentos por aproximação, nem assistente virtual. Ainda sobre as notificações, apenas a Mi Band 6 suporta a exibição de emojis. Por apresentar uma boa integração entre os sistemas operacionais, a Xiaomi vence em recursos de smartwatch.

Ponto para a Mi Band 6.

Bateria

Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Para finalizar, no quesito bateria, a Huawei promete até 14 dias de uso ou 10 dias com todos os recursos ativados. A Xiaomi também promete autonomia semelhante, podendo chegar a 14 dias se a pessoa não exigir tanto do device. Contudo, nos meus testes, a Huawei Band 6 apresentou um resultado melhor. Exibindo as notificações e monitorando os batimentos cardíacos, SpO2, nível de estresse, sono e treino, a bateria durou exatamente 10 dias.

Nesse mesmo cenário, a Mi Band 6 aguentou apenas seis dias. Eu ainda percebi que a Huawei Band consegue drenar eficientemente a bateria; em muitas situações eu nem lembrava a última vez que coloquei o gadget na tomada.

Ponto para a Huawei Band 6.

Xiaomi Mi Band 6 vs Huawei Band 6: qual comprar?

Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Huawei Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

E o placar ficou assim: 4 pontos para a Huawei Band 6 e 2 pontos para a Xiaomi Mi Band 6. Com isso, concluímos que, atualmente, a Huawei Band 6 é a melhor smartband do mercado para a maioria das pessoas. Ela vence por entregar um novo design; pela tela de qualidade que lembra a de relógios inteligentes; o rastreamento fitness com quase 100 modos de treino é um grande diferencial em relação à concorrente; e a autonomia é excelente, entregando o que promete.

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ainda que tenha ganhado destaque apenas pelos recursos de saúde e de smartwatch, a Mi Band 6 não fica tão para trás, afinal esta é a principal pulseira fitness do mercado e tem seu público. Note, ainda, que ela se saiu muito bem nos principais pontos de uma smartband, o que já diz muito. Em conclusão, para quem busca algo mais discreto e que converse bem com o sistema iOS, a Mi Band 6 é a melhor opção. Se você, no entanto, deseja um device com design mais atual e boa integração com o Android, a Huawei Band 6 é o investimento certo.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando