Início » Computador » Intel Arc é uma linha de GPUs dedicadas que vai competir com Nvidia e AMD

Intel Arc é uma linha de GPUs dedicadas que vai competir com Nvidia e AMD

Com promessa de alto desempenho, primeiros chips gráficos Intel Arc serão anunciados no primeiro trimestre de 2022

Emerson Alecrim Por

Quando a Intel introduziu as GPUs Xe, deu a entender que pretendia brigar com a Nvidia e a AMD no segmento de chips gráficos de alto desempenho. Não era uma expectativa exagerada: nesta semana, a companhia anunciou a Intel Arc, a sua marca de placas de vídeo dedicadas.

GPUs Intel Arc (imagem: reprodução/Intel)
GPUs Intel Arc (imagem: reprodução/Intel)

A nova linha é direcionada a consumidores finais, ou seja, visa atender a qualquer usuário que precisa de alto desempenho gráfico, com óbvio destaque para o público gamer. Para tanto, os produtos Arc englobarão não só as GPUs (o hardware em si) como também o ecossistema de softwares e serviços relacionados a soluções gráficas.

Com base nisso, não é um equívoco presumir que a nova linha vai, pelo menos até certo ponto, disputar espaço com as GPUs Nvidia GeForce e AMD Radeon, tanto em desktops quanto em notebooks.

Alchemist: a primeira geração

Os codinomes das quatro primeiras gerações de gráficos Intel Arc já foram definidos:

  1. Alchemist
  2. Battlemage
  3. Celestial
  4. Druid

A primeira, Alchemist, é o novo codinome das GPUs dedicadas até então conhecidas como DG2. Elas são baseadas na microarquitetura Xe-HPG (Xe High Performance Gaming) que, por sua vez, é voltada justamente a alto desempenho.

Neste ponto, vale relembrar que a Intel criou quatro categorias principais de microarquiteturas:

  • Intel Xe-LP: GPU integrada para notebooks de baixo consumo;
  • Intel Xe-HP: microarquitetura de alto desempenho para datacenters;
  • Intel Xe-HPC: microarquitetura de alto desempenho para supercomputação;
  • Intel Xe-HPG: GPU dedicada voltada ao segmento gamer.

As GPUs Intel Arc Alchemist devem ser anunciadas oficialmente no primeiro trimestre de 2022. Espera-se que a linha conte com pelo menos seis modelos. Todos serão compatíveis como DirectX 12 Ultimate e ray tracing, de acordo com a companhia.

Vem briga boa por aí?

O segmento de GPUs dedicadas é bastante complexo, por isso, esta pergunta é inevitável: será que a linha Intel Arc conseguirá incomodar a Nvidia e a AMD? Ainda não temos a resposta, mas a Intel tenta mostrar otimismo:

O lançamento da marca Intel Arc e das próximas gerações de hardware reforçam o compromisso de longo prazo da companhia com gamers e criadores do mundo todo. Nossas equipes estão realizando um trabalho excepcional a fim de garantir experiências totalmente inéditas quando estes produtos chegarem às prateleiras no início de 2022.

Roger Chandler, vice-presidente da Intel e diretor geral de Client Graphics Products and Solutions

Se ainda não é possível prever quão competitiva a linha Arc será, por outro lado, é importante reconhecermos que a companhia tem chances reais de se estabelecer no mercado de GPUs dedicadas, por uma série de razões.

Uma delas é o seu time de profissionais. Vale lembrar, como exemplo, que a Intel contratou Raja Koduri em 2017, engenheiro que, por muito tempo, foi um dos nomes mais importantes da divisão Radeon Technologies, da AMD.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Se realmente conseguir de igual para igual e ter ainda uma estratégia de preços agressiva, a Intel pode ser uma terceira via no mercado de placas de vídeo dedicadas.

Agora é esperar, principalmente para os testes independentes, afinal, no papel tudo é maravilhoso, na prática vendo os resultados reais em games que a coisa fica interessante.