Início » Antivírus e Segurança » Adobe lança novo Reader que inibe ataques via PDF

Adobe lança novo Reader que inibe ataques via PDF

Avatar Por

Ataques via arquivos PDF são bem mais comuns do que você imagina. Apesar da Adobe estar constantemente atualizando e consertando as vulnerabilidades do Adobe Reader, programadores mais maliciosos sempre acham alguma nova brecha de segurança para explorar. Por isso, desde julho a empresa estava trabalhando em uma nova versão do Reader com o chamado Protected Mode. E ontem ele foi liberado para download.

O chamado Adobe Reader X foi desenvolvido em conjunto com a equipe do Microsoft Office, parte dos responsáveis pela segurança do Chrome e até mesmo os próprios usuários do programa. O Protected Mode nada mais é do que uma sandbox, recurso de programação que impede que códigos executados dentro de programas acessem diretamente a memória RAM e outros componentes do computador. Veja abaixo uma representação gráfica dessa sandbox criada pela Adobe.

Não vai impedir todos os tipos de ataques, mas segundo o diretor de segurança da Adobe Brad Arkin, vai ajudar a prevenir a grande maioria deles.

Essa nova versão do Adobe Reader está disponível para Windows, Mac OS X e Android, mas apenas a versão para o sistema da Microsoft conta com o Protected Mode. Ele pode ser baixado por meio nesse link.

Com informações: Slashdot.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renyer
Mimimimi.
Alexandre
um pouco mais de seguranca é sempre benvinda
Dekamaster
Sim, os servidores da debian são administrados por idiotas (afinal eles são só os caras responsáveis por uma das distros mais famosas de linux do mundo), por isso ele foi atacado né? =/ e foi mais de uma vez, nossa eles devem ser idiotas demais!! >_< *sarcasmo mode off*
Renyer
@DaniloGBS 16 mil falhas, não diz se é sobre segurança e eu duvido que seja. Se for, deve ser uma besteira em que a pessoa só consegue acessar via Engenharia Social. Como eu disse antes, o GNU/Linux não é à prova de idiotas. Outra, ao contrário de empresas como Adobe e Micro$oft, todas as falhas são divulgadas e corrigidas.
@DaniloGBS
@Renyer Não tem nada que o atinga? De onde você tirou isso? É claro que existem vulnerabilidades no linux, um tempo atrás, se não me engano, foram corrigidas 16 mil falhas. Nenhum software é totalmente seguro, nem mesmo o linux.
kylefurtado
Atualizando...
Marcell Almeida
Enquanto isso ja tenho o leitor de .pdf nativo do chrome e o foxit reader. Tchau Adobe!
Renyer
Se não existe nada que o atinja, ele é totalmente seguro!
Rafael Oliveira
Ele é seguro, mas "totalmente" não existe pra nenhum software. No dia em que existirem programadores perfeitos, ai sim teremos softwares totalmente seguros.
Renyer
O GNU/Linux é totalmente seguro. Ele só não é à prova de idiotas.
Dekamaster
Nada é totalmente seguro, ainda que possa parecer. Ate o "almighty" (ênfase nas aspas) PS3 foi quebrado (sim, desbloquear um console também conta como falha de segurança, que foi explorada pra fazer o desbloqueio)
Bruno Gall
Sempre arrumam um modo de fazer vírus, isso é verdade, infelizmente
Renyer
“Não vai impedir todos os tipos de ataques, mas segundo o diretor de segurança da Adobe Brad Arkin, vai ajudar a prevenir a grande maioria deles.” Igual ao Window$. Eu quero é algo totalmente seguro, claro nada é à prova de idiotas.
Daniel
É vulnerável sim. Eu também usava o Foxit por ser mais leve. Mas encheram de porcarias no Foxit e hoje em dia parece que o Reader é que está mais leve.
Rafael Oliveira
Será que o Foxit Reader tb é vulnerável a esses problemas? Eu uso ele por ser bem mais leve.