Início » Cultura » Star+ confirma preço no Brasil e detalha combo com Disney+

Star+ confirma preço no Brasil e detalha combo com Disney+

Star+ custará R$ 32,90 por mês em lançamento no Brasil; novo serviço de streaming da Disney chega em 31 de agosto com Simpsons, ESPN e Combo+

Felipe Ventura Por

Os rumores estavam corretos: o Star+, novo serviço de streaming da Disney, custará R$ 32,90 por mês quando desembarcar no Brasil em 31 de agosto: ele terá todas as temporadas de Os Simpsons, esportes da ESPN ao vivo, mais estreias exclusivas como a décima temporada de American Horror Story. A empresa também revelou o preço do combo com Disney+, uma assinatura que ela chama de Combo+.

Site do Star+ no Brasil indica lançamento em agosto (Imagem: Reprodução)
Site do Star+ no Brasil indica lançamento em agosto (Imagem: Reprodução)

Preços do Star+ e combo com Disney+ no Brasil

Os preços do Star+ são exatamente os que vazaram há alguns dias; confira a lista completa:

PlanoPreço
Star+ mensalR$ 32,90 por mês
Star+ anualR$ 329,90 por ano
(equivalente a R$ 27,50 por mês)
Combo+ (Star+ e Disney+ mensais)R$ 45,90 por mês
Combo+ (Disney+ anual e Star+ mensal)R$ 279,90 por ano mais R$ 18 por mês

O Combo+ representa uma economia de 25% se comparado aos preços avulsos do Star+ e Disney+; ele só estará disponível na modalidade mensal, não anual.

E como fica para quem já está no Disney+ anual e quer acessar o Star+? A empresa explica ao Tecnoblog que o cliente poderá fazer assinatura do novo serviço pagando a diferença R$ 18 adicionais por mês. Caso o usuário tenha assinado o pacote anual na promoção de lançamento por R$ 270,90, deverá pagar R$ 22,57 por mês para completar o combo.

O Star+ permitirá fazer streaming em até 4 dispositivos de forma simultânea, com downloads ilimitados em até 10 dispositivos, e a possibilidade de configurar até 7 perfis diferentes (incluindo controle parental).

Planos Star+ e combo com Disney+ (Imagem: Divulgação)

O que tem no catálogo do Star+ do Brasil?

A Disney vem destacando o seguinte conteúdo exclusivo que estará presente no Star+:

  • esportes da ESPN ao vivo;
  • todas as 31 temporadas de Os Simpsons, além de Futurama, Family Guy, American Dad! e as animações M.O.D.O.K. e Hit Monkey da Marvel;
  • a 11ª e última temporada de The Walking Dead;
  • American Horror Story: Double Feature, 10ª temporada da série de terror criada por Ryan Murphy (os outros episódios seguem no Globoplay);
  • 3ª temporada da série brasileira Impuros (o restante da série está no Amazon Prime Video);
  • 1ª temporada de Love, Victor, série LGBT+ ambientada no mesmo universo do filme Com Amor, Simon;
  • a série Only Murders in the Building, estrelando Steve Martin e Selena Gomez, que estreia simultaneamente nos EUA e no Brasil.

A assinatura poderá ser feita a partir de 31 de agosto em starplus.com – e, no caso do Combo+, também em disneyplus.com.

Atualizado em 31/08/2021: a Disney informou os valores do combo com Star+ para usuários que tinham assinado o plano anual do Disney+ com desconto de lançamento

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
18 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

🤷‍♀️ (@xavier)

Aguardando o desconto que o Mercado Livre vai dar para o Combo+.

Alex (@wuhkuh)

Ou seja, não tem nada, Disney é muito palhaça viu, vou te falar

Felipe (@fefernoli)

Anual do Prime foi 89… Fico até pensando no preço do Prime quando a Amazon decidir que fidelizou uma base considerável e reajustá-lo.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Isso de séries que ficaram metade num streaming e metade em outro é zoado demais pra quem quer assistir.

Zanac_Compile (@Zanac_Compile)

Sou completamente contra pirataria, pago tudo que é serviço, compro filme a granel.

Mas um serviço pobre de conteúdo e caro como esse combo, totalmente desproporcional, tem mais é que tomar pirataria forte na cabeça. A ESPN a gente já paga na NET ou no DIRECTV GO… muita cara de pau… as pessoas não deveriam pagar…

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

respondido o aumento de preço da Netflix, já estavam prevendo essa facada da Disney nos clientes.

Era pra ser tudo um serviço só e com o preço atual da Disney, podiam até deixar o ESPN ao vivo a parte (muita gente nem se interessa por esportes mesmo), mas não as séries.

Valdinei Ferreira (@valdinei)

Até um combo abusado da Disney, sendo que poderia ser um só, é mais barato que o plano da Netflix.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

é a diferença de uma empresa que quase tudo que produziu já se pagou na TV ou no cinema de uma que tem de batalhar o retorno de cada série nova que lança no catalogo.

Se a principal fonte de renda da Disney virar o streaming, não se iludam que o preço vai ter de subir pra manter a qualidade.

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Se der 50% de desconto no anual já tô assinando.

Certamente vai ser um bom reajuste, mas tem que considerar que este é um combo de benefícios, e não só um streaming. Ou seja, vale muito para a empresa manter o preço baixo e incentivar o consumo e permanência dos clientes.

Também acho, seria melhor só adicionar uma aba dentro do app, poupa trabalho pros clientes e desenvolvimento para eles. Sinceramente não entendi a lógica.

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

O motivo do streaming separado se chama “ESPN”. Direitos esportivos não são baratos e conteúdo ao vivo é cada vez mais valorizado, seja no linear ou no streaming.
Por outro lado, o ESPN+ é o streaming da Disney com menos assinantes nos EUA (muitos deles, ou vêm do Disney Bundle, o “Combo+” americano, ou são fãs do UFC, já que a ESPN tem os direitos do UFC nos EUA e coloca a maioria das transmissões no ESPN+, além da venda exclusiva dos PPVs).

CesarStoffell (@CesarStoffell)

Esse é exatamente o problema, ela sabe que o ESPN não daria tanto lucro como as séries e filmes, por isso enfiar junto com conteúdo Fox.

Kadu (@kadu)

Mês que vem. A partir de 01/09 o Mercado Pago não vai mais pontuar as compras por boleto.

Está no regulamento: Termos e condições do Mercado Pontos