Notebook é sinônimo de mobilidade. Ou melhor, deveria ser… Quando os primeiros modelos desse tipo de produto começaram a ser vendidos, já há algumas décadas, ainda eram muito pesados para serem classificados como dispositivos portáteis. Hoje em dia as coisas são diferentes, felizmente: não é raro encontrar notebook pesando entre um e dois quilos, o que certamente é um peso bem inferior ao dos computadores de mesa.

Mas nós moramos no Brasil, um país que não é exatamente um sinônimo de segurança. Portanto, todo cuidado é pouco na hora de sair por aí com o notebook debaixo do braço. O aparelho é realmente um facilitador, já que coloca o trabalho sempre acessível, mas ao mesmo tempo pode chamar a atenção de pessoas não muito bem intencionadas. E aí o risco de ficar sem notebook, sem seus dados e quem sabe ainda sofrer violência, aumenta bastante.

Abaixo estão as cinco dicas que vão tornar o uso do seu notebook muito mais seguro quando estiver fora de casa.

Melhor evitar

1. Escolha bem sua mochila

Se você depende do transporte público para chegar ao seu destino, o ideal é não comprar aquelas mochilas que são feitas especialmente para notebooks. Tudo bem, elas têm compartimentos do tamanho perfeito para colocar o portátil, além de oferecer espaços para outros acessórios como mouses menores e câmeras digitais. O problema é que os ladrões não são burros, eles já conhecem as marcas e modelos dessas mochilas.

Sendo assim, prefira uma mochila convencional quando for andar na rua ou utilizar transporte público. A luva para notebook é uma boa opção para evitar que ele se arranhe dentro da mochila.

2. Sempre no porta-malas

Quando for sair de carro, aí sim não há tanto problema em colocar o note numa mochila especial. Mas fique atento com relação ao lugar onde você vai o aparelho: sempre prefira mantê-lo no porta-malas. Lá a mochila ou mesmo o notebook não vai ficar visível para as pessoas que passam na rua, diminuindo as chances de um bandido perceber o equipamento e tentar roubá-lo. Sem falar que é muito mais fácil arrombar um vidro do que o porta-malas.

3. Evite usá-lo em lugares públicos

Tudo bem, você precisa realmente carregar o notebook consigo e, durante um compromisso, precisa usar o aparelho. O melhor é evitar usá-lo em lugares públicos, em especial aqueles que não contam com segurança privada. Os shoppings estão liberados – e muitos deles oferecem Wi-Fi gratuito -, mas só se você depois for direto para o carro.

4. Fique longe das janelas

Digamos que você esteja na rua com o seu notebook e decida ir a um café, lugar sempre muito agradável para trabalhar – além de tomar aquele delicioso frapuccino de morango com gotículas de chocolate. Não sente naquelas mesas que ficam próximas a janelas, pois qualquer pessoa passando do outro lado pode ver o seu aparelho, e isso já é o suficiente para que você corra o risco de ser abordado quando sair do café.

Também é bom evitar as áreas externas desses estabelecimentos, que normalmente ficam cobertas apenas por um toldo, na parte de fora da loja. Algum trombadinha pode passar correndo e roubar o seu notebook enquanto você dá um gole da sua bebida. Melhor não arriscar.

Use e abuse

5. Use o pendrive

Antes de efetivamente sair para a rua com o seu notebook, pense bem se é necessário levá-lo para o seu compromisso. Em muitos casos, um simples pendrive pode ser mais do que suficiente para você acessar os seus documentos da rua. Em última instância, ir a uma lan-house e editar o arquivo pode ser uma opção.

Quem vai fazer uma apresentação também tem no seu pendrive o melhor aliado, desde que salve os arquivos do PowerPoint (ou similar) corretamente no gadget. E também não pode esquecer de questionar à organização do evento se haverá um computador ligado ao projetor e apto a receber o pendrive.

Conclusão

O bicho está pegando! Com essas dicas as chances de voltar para casa com o notebook no final do dia são bem maiores, mas não subestime a inteligência dos criminosos. Mesmo seguindo todas as dicas, é muito importante que você mantenha um backup atualizado de todos os seus dados em um local seguro.

E você, tem mais dicas? Poste nos comentários!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fernanda
Boas dicas! Vou comprar um Netbook ano que vem (não é note, mas acredito que as dicas valham tbm!) e vou ter que providenciar uma mochila nova pra transportar. Pensando nessa dica da mochila, acho que não vou pegar uma própria pra net)
Hernani
Complicado você ter um equipamento portátil e não poder utilizar em qualquer lugar, mas é sempre bom observar bem o lugar onde será utilizado o equipamento
kylefurtado
Faço isso também.
Marcos
...proteger da(o) namorada(o) bibsilhoteira(o) também.
@Swdezerbelles
Confesso: Eu tb achei. Haha
Guilherme Mac
Fico revoltado por não ter uma aqui em SC =_=
Jamir
Exatamente por isso ando com um hd externo (criptografado com o truecrypt) com um espelho dos meus arquivos de trabalho. Geralmente basta. =)
Rardgi
Huahuahua... Eu tbm... Sei lá. Proteger do cachorro, gato, papagaio... Aquela avó que pode confundi-lo com uma tábua de bater carne... Sei lá... Huahuahuahua
@rafaelongo
Excelentes dicas... moro em uma cidade sem grandes problemas de criminalidade, mas eventualmente tenho que ir para cidades maiores a trabalho e preciso levar comigo o meu notebook, sempre no porta-malas é claro.
Marcos
A verdade é que é lamentável precisarmos de um post com dicas como essas... Infelizmente é a realidade de nosso país!
@nelson_integra
Guarde seus dados em uma partição separada no disco, criptografada com senha. O TrueCrypt é um ótimo programa para isso e é gratuito. Mas tem que entender um pouco de informática.
Breno Brito
Eu pensei nisso, meu fichário até dá pra tirar o arame e tudo mais, mas meu note n entra lá =/ até tentei força a barra, meeeesmo sobrando uns 5 cm pra fora.... huahauhau
Thiago Mobilon
É diferente... o iPhone você coloca no bolso. E a regra é a mesma, ou vai dizer que você usa o iPhone em ruas escuras ou locais mais perigosos? Gostemos ou não, a nossa realidade é trash. Com pequenos cuidados a gente evita perder o nosso investimento.
Thiago Mobilon
Taí uma ideia eficiente e criativa!
Thiago Mobilon
Boa! hahahaha
Exibir mais comentários