Início » Aplicativos e Software » OnlyFans desiste de banir conteúdo adulto após conseguir “garantias”

OnlyFans desiste de banir conteúdo adulto após conseguir “garantias”

Em anúncio, OnlyFans afirma que obteve “garantias” para evitar a proibição de conteúdo explícito na plataforma, uma semana após o anúncio das novas regras

Pedro Knoth Por

Em menos de uma semana após o anúncio de proibição de material explícito, o OnlyFans voltou atrás e desistiu de banir qualquer conteúdo adulto da plataforma. As novas regras, que iriam valer a partir de 1º de outubro, previam a remoção de vídeos pornográficos, mas não fotos explícitas, como nudes. O site de inscrições pagas já conta com mais de 130 milhões de usuários e é conhecido principalmente por sua política de uso que permite pornografia.

O que é o Onlyfans / Diego Melo / Reprodução
OnlyFans (Imagem: Reprodução)

OnlyFans tem “garantias” para manter conteúdo explícito

Nesta quarta-feira (25), o OnlyFans foi ao Twitter comunicar que conseguiu “garantias necessárias para apoiar nossa comunidade diversa de criadores de conteúdo”. Como resultado, o site resolveu derrubar a nova política de retirar conteúdo pornográfico do site, prevista para outubro.

O OnlyFans vinha sofrendo pressão de bancos e parceiros financeiros para banir material explícito da plataforma. O novo comunicado sugere que o site conseguiu reverter a situação: ir a público com o anúncio pode ter facilitado um acordo com grandes bancos, que antes se recusavam a fazerem negócios com o OnlyFans.

Em entrevista ao Financial Times, o fundador e CEO do OnlyFans, Tim Stokely, colocou a culpa da proibição no colo de grandes bancos e instituições financeiras, como o JP Morgan Chase, o Mellon’s Bank of New York e o Metro Bank.

Plataforma quer conteúdo nos streamings e lançou OFTV

A plataforma de inscrição paga alega que possui mais de 2 milhões de criadores de conteúdo; quem ganha dinheiro por meio de conteúdo pornográfico no site ficou revoltado. Nas redes sociais, muitos se perguntaram como a mudança na política de uso afetaria o OnlyFans, conhecido por ser um espaço que permite nudez e vídeos explícitos.

O modelo de negócio da plataforma, assim como o sucesso de outros serviços de assinatura, chamou a atenção de grandes concorrentes: o Twitter criou o Super Follow, e o Instagram planeja lançar de stories pagos.

Em resposta à concorrência, o OnlyFans está focando em uma estratégia de divulgar conteúdos em serviços de streaming que não permitem pornografia. O site lançou a OFTV na semana passada, uma plataforma com entrevistas, cenas de bastidores e, claro, fotos mais explícitas, mas mais “comportadas”. Alguns famosos e celebridades já haviam criado páginas no site, como a cantora Anitta.

“O OnlyFans apoia a inclusão e nós vamos continuar sendo um lar para todos os criadores de conteúdo”, concluiu o site no comunicado publicado no Twitter.

Com informações: Variety

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gigo CAP (@GigoCAP)

Com o tanto de modelos que estão indo pra outra plataforma, se salvaram de uma bomba sinistra. Certeza que a plataforma ia se tornar inoperável com a medida.

André Leonardo Heidemann (@Andre_Leonardo_Heide)

Os caras iam cortar uns 95% da própria renda. Um tiro no pé

² (@centauro)

É, provavelmente foi um cabo de guerra entre quem processa a grana e o público que usa o site, com o OF no meio sendo puxado pelos dois lados.

Igor (@igor_meloil)

Conseguiram garantias = perceberam que iam falir

Iam ter o mesmo destino do tumblr

@FabForte

E acabo de ver alguém comentando que os produtores de conteúdo erótico/pornô estavam se sentindo BEM traídos, porque foram eles, afinal, que fizeram o OF ser o que é hoje! Tipo, o OF estava cuspindo no prato em que comeu! De fato, fede a traição!