Início » Gadgets » Fone Bluetooth Edifier W800BT Plus: som vivo com poucos upgrades

Fone Bluetooth Edifier W800BT Plus: som vivo com poucos upgrades

Edifier W800BT Plus agora tem chipset da Qualcomm com Bluetooth 5.1, aptX Low Latency e bateria para 55 horas de som

Darlan Helder Por
Nota Final 8
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O Edifier W800BT é o grande triunfo da Edifier. Esse é um dos headphones mais populares do mercado quando analisamos a categoria de entrada. Com o sucesso obtido, a empresa resolveu lançar o W800BT Plus, com o mesmo visual, mas trazendo melhorias significativas em conectividade graças ao chipset QCC3024, da Qualcomm. Custando R$ 289, o modelo chega ao país como uma opção acessível para o dia a dia.

Ele tem Bluetooth 5.1, Qualcomm aptX Low Latency, entrada para cabo P2 e bateria para até 55 horas de reprodução, portando um downgrade em relação ao antecessor que oferece 75 horas de som. Nas últimas semanas, eu avaliei o produto da Edifier e revelo neste review se o W800BT Plus é uma boa opção em 2021.

Análise do Edifier W800BT Plus em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O W800BT Plus foi fornecido pela Edifier por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design e conforto

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Assim como faz a Xiaomi com o popular Redmi AirDots, a Edifier literalmente não mudou nada no visual do W800BT Plus. Na minha opinião, essa é uma estratégia acertada, afinal a marca não deixa a popularidade do produto ir para o ralo — pode ter certeza que muitas pessoas conseguem identificar um W800BT na rua facilmente. A versão Plus continua com um design imponente, próprio e, de longe, pode até passar uma ideia de produto premium.

Mas só de longe, porque, assim como a maioria dos headphones dessa categoria, o gadget é todo construído em plástico simples, sem passar uma sensação de resistência. Apesar disso, com cuidado, eu acredito que dá para o W800BT Plus durar alguns anos tranquilamente. As espumas, que imitam couro, têm um bom acabamento e são bem confortáveis, sem pressionar as orelhas. Inclusive, no quesito conforto, o modelo se sai muito bem: ele pesa 203 gramas e passa uma boa sensação de leveza durante o uso.

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O que não me agradou muito foi a portabilidade, ou a ausência dela. Se você é aquele tipo de pessoa que sempre sofre para fechar a mala de viagem, muito provavelmente vai se irritar para conseguir transportar o W800BT Plus. A Edifier perdeu a grande oportunidade de deixar o fone flexível, assim como o JBL Tune 510BT.

Recursos e conectividade

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Quanto aos controles, a concha direita comporta a conexão USB-C para alimentação, os botões de volume e o de play/pause que fica para fora, e também é usado para ligar e desligar o headphone. Do outro lado, na concha esquerda, a marca adicionou a entrada para cabo P2 — e eles já disponibilizam o acessório na embalagem. Em conectividade, o W800BT Plus tem um aplicativo — o Edifier Connect —, que conta com funções básicas, como quatro modos de equalização, permite ao usuário controlar faixas em reprodução e checar o status da bateria. Trata-se de um app bem simples e até mal otimizado, mas dá para relevar considerando a categoria do produto.

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O “Plus” do nome vem dos upgrades no sistema de comunicação do headphone. Diferente do W800BT, que tem Bluetooth 5.0, a versão aqui analisada agora tem Bluetooth 5.1 e suporte aptX LL (Low Latency), para baixa latência e som mais cristalino. O atraso, de fato, não existe e, no dia a dia, o W800BT Plus é bom fone para quem consome muitos vídeos no YouTube e em plataformas de streaming. Já o alcance e a estabilidade são excelentes e, nos meus testes, o device permaneceu tocando normalmente longe do celular e com várias interferências.

Qualidade de som

Na qualidade sonora, o Edifier W800BT Plus é um headphone com uma performance brilhante e estridente. Basta colocar um pop para notar que há uma certa resplandecência sobre os pratos da bateria, em cima do piano, do violino e do vocal, sobretudo nas vozes femininas. Os graves e os sub-graves não são a preferência aqui, o que, de certa forma, passa uma ideia de o W800BT Plus ser um fone equilibrado, mas ambos são sentidos com vivacidade ao colocar uma faixa com batidas.

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Em Love Again, a voz marcante da Dua Lipa soa com excesso de brilho, e os médios-altos e médios-agudos tomam conta da faixa. No fundo, você vai apreciar os graves do bumbo da bateria, mas o desempenho não é tão marcante. A música da cantora britânica no W800BT Plus tende a gerar estridência no refrão e, em volumes altos, o incômodo é ainda maior, já que há muito conflito entre vocal e instrumentos agudos. Já Take My Breath, do The Weeknd, que tem nuances bem desafiadoras (com o agudo do Abel e muitas batidas de fundo), repercute com vida e balanceada em intensidade baixa, mas logo embola quando há a elevação do volume.

Eu também testei a performance sonora em outro extremo. O indie rock Naive, do The Kooks, toca no headphone da Edifier mais harmônica. Diferente de Love Again, há aqui uma boa separação entre voz e instrumento, sem promover congestionamentos. Em suma, apesar das estridências, eu gostei do som do W800BT Plus pelo brilho que, às vezes, acerta e pelas batidas equilibradas. O ponto fraco, mesmo, está na estridência que mais incomoda quando você eleva o volume.

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Microfone e bateria

Apesar da tecnologia de redução de ruído CVC, que outros fones de entrada também entregam, a qualidade do microfone do W800BT Plus é boa, mas os componentes não conseguem eliminar o ruído à sua volta. Eu, inclusive, já testei outros fones com CVC e confesso que não notei diferenças significativas. No caso deste headphone da Edifier, a voz não fica metalizada e você vai conseguir usá-lo durante uma videochamada ou para enviar áudios em mensageiros sem problemas. Para um produto de entrada, o desempenho até que é decente.

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Agora, a bateria do dispositivo garante 55 horas de reprodução, um downgrade quando comparado ao W800BT convencional que entrega 75 horas. A Edifier não explicou o porquê disso, mas posso dizer que o modelo continua se sobressaindo mesmo com essa baixa. Nos meus testes, com a bateria totalmente carregada, foi possível usar o W800BT Plus tranquilamente por mais de uma semana. E se faltar carga, basta usar o cabo P2 para não parar a música.

Edifier W800BT Plus: vale a pena?

Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Edifier W800BT Plus (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Sim. O Edifier W800BT Plus é um headphone de entrada muito honesto e pode ser uma boa alternativa aos modelos da JBL, como o Tune 125BT. Mas, se você me perguntar se vale a pena migrar do W800BT convencional para o Plus, eu diria que não, pois a Edifier não entregou upgrades relevantes que justifiquem a troca. Por outro lado, se você pensa em adquirir um novo fone para o cotidiano, com sonoridade interessante e preço generoso, este modelo pode agradar.

Eu confesso que achei o som estridente demais para os meus ouvidos, especialmente quando o volume está alto. Mesmo assim, eu acredito que ele tem potencial para agradar outros perfis e, claro, não dá para cobrar muito de um produto dessa categoria. Já a autonomia, mesmo reduzida, continua excelente e eu ainda vou dar um desconto pela entrada de cabo P2. A conectividade também agradou: o W800BT Plus tem aplicativo dedicado, conexão multiponto e se conecta rapidamente com os seus devices. A Edifier está de parabéns por tudo isso.

Na parte dos contras, seria interessante se a estrutura permitisse “dobrar” o headphone para melhorar o transporte do gadget e o cancelamento de ruído passivo poderia ser mais eficiente. Se você considera que a flexibilidade é importante, então vale olhar o JBL Tune 500 BT, o Philips UpBeat TAUH202 ou o Sony WH-CH510, que são concorrentes do W800BT Plus.

Fone Bluetooth Edifier W800BT Plus

Prós

  • Headphone continua com preço generoso
  • Apesar do downgrade na bateria, autonomia continua interessante
  • Conectividade excelente

Contras

  • Som tende a ficar estridente demais em algumas faixas
  • Poderia ser flexível como os concorrentes
Nota Final 8
Design
8
Bateria
9
Conectividade
9
Conforto
9
Graves
9
Médios
7
Agudos
7
Isolamento
6
Recursos
8

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando