Início » Celular » Como funciona a câmera periscópio de smartphones

Como funciona a câmera periscópio de smartphones

Saiba como funciona a câmera periscópio de smartphones; conheça também quais as diferenças em relação a lente telefoto

Wagner Pedro Por

As câmeras dos smartphones evoluíram bastante ao longo dos anos. Essas mudanças ocorreram de duas formas: aumento na quantidade de megapixels e novas tecnologias. Uma delas é a lente periscópio, que aproxima objetos distantes. Abaixo, vou te explicar como ela funciona e quais as diferenças em relação ao sensor telefoto.

Huawei P30 Pro tem uma lente periscópio (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Huawei P30 Pro tem uma lente periscópio (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Como funciona a câmera periscópio de smartphones?

Como o próprio nome sugere, a lente periscópio é inspirada no periscópio, um objeto de origem militar que era usado em tanques de guerra para observar a aproximação dos inimigos na parte externa do veículo. Com o passar dos anos, esse objeto evoluiu e permitiu enxergar mais longe, passando a ser usado em submarinos.

O periscópio tem espelhos internos paralelos em um ângulo de 45 graus. Os raios de luz entram pela parte superior e, quando encontram o primeiro espelho, são refletidos para os espelhos posteriores e só então chegam aos olhos do observador. As câmeras periscópicas dos smartphones trabalham de maneira semelhante.

Funcionamento da lente periscópio (Imagem: Divulgação/Samsung)
Funcionamento da lente periscópio (Imagem: Divulgação/Samsung)

Essa tecnologia funciona assim: algumas lentes são colocadas em uma posição perpendicular em relação ao sensor do aparelho. Apenas uma lente é inserida na parte de trás do celular e, abaixo dela, existe um prisma que reflete a luz em 90 graus até o sensor, mas não antes que essa luz passa por outras lentes.

O efeito de zoom ocorre devido a movimentação das lentes. Para que isso seja possível, o celular utiliza um mecanismo magnético que as desloca de acordo com a necessidade de aproximação, deixando o objeto que será fotografado mais perto ou mais longe. Graças a esse sistema, as imagens capturadas apresentam uma perda menor de detalhes.

Quais as diferenças para um sensor telefoto?

A lente telefoto, também conhecida como teleobjetiva, pode ser considerada uma versão mais simples, pois entrega apenas um conjunto de primas que refletem a luz para ampliar a imagem.

Ao contrário do sensor periscópio, não há uma tecnologia avançada (como o mecanismo magnético) ou lentes adicionais para manter os detalhes quando uma grande quantidade de zoom é aplicada.

Por isso, quanto maior a aproximação, maior será a perda de qualidade. Por outro lado, os aparelhos que usam essa tecnologia costumam ser mais baratos, ao contrários dos modelos com lente periscópio que, normalmente, são topos de linha.

Pronto, agora você já sabe como funciona a câmera periscópio de smartphones.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando