Início » Aplicativos e Software » Streamlabs libera função de assinatura que paga 100% do valor aos streamers

Streamlabs libera função de assinatura que paga 100% do valor aos streamers

Além de permitir gorjetas únicas, agora o Streamlabs deixa criar assinaturas mensais com renovação automática direto no software

Murilo Tunholi Por

O Streamlabs — popular software da Logitech para fazer lives — incluiu um novo sistema de assinatura mensal no próprio aplicativo para espectadores apoiarem streamers com dinheiro de forma recorrente em vez de dar gorjetas únicas. Chamado de Streamlabs Creator Subscription, o serviço chega como uma nova opção de monetização que não cobra as taxas das plataformas tradicionais.

Nova função do Streamlabs permite aos streamers configurarem assinaturas mensais, além das gorjetas únicas (Imagem: Divulgação/Streamlabs)

A maior diferença da assinatura do Streamlabs Creator em relação ao pagamento oferecido pela Twitch, por exemplo, é promessa do streamer receber 100% da quantia doada pelos espectadores. A cobrança é feita mensalmente, e o pagamento é realizado de forma direta pelo software do Streamlabs, sem depender do gerenciamento de outra plataforma.

Além disso, qualquer criador de conteúdo pode usar a ferramenta de assinatura. Ao The Verge, o líder de produtos do Streamlabs, Ashray Urs, explicou que “a assinatura do Streamlabs Creator está liberada para qualquer pessoa com uma página de gorjetas do aplicativo, independentemente do tamanho ou da frequência de transmissão”.

Por ser baseado na plataforma de código aberto Open Broadcaster Software (OBS), o Streamlabs pode ser usado para fazer lives não só na Twitch, como também no YouTube, Facebook e até no TikTok. Com o recurso ativado, o streamer pode até mesmo configurar o programa para emitir alertas nas lives sempre que um espectador renovar a assinatura.

Após a cobrança da assinatura, o dinheiro é depositado automaticamente na conta do PayPal do criador. Por mais que o Streamlabs prometa repassar 100% do valor aos streamers, o dinheiro ainda estará sujeito às taxas de processamento do PayPal.

Essa taxa, porém, nem se compara ao repasse da Twitch, que fica com 50% da quantia arrecadada pelos criadores. Os brasileiros faturam ainda menos, pois ainda pagam um imposto adicional de 30% ao governo dos EUA.

Assinatura do Streamlabs também tem desvantagens

Por mais que a ideia pareça muito promissora, é preciso ver o outro lado da moeda. O próprio Streamlabs já teve problemas no passado com pessoas usando o recurso de gorjetas para monetizar conteúdos criminosos, como lives com discursos racistas. Nesses casos, a empresa costuma ficar distante e deixar a moderação dos pagamentos nas mãos do PayPal.

Outra desvantagem é que ao assinar um canal pelo Streamlabs, o usuário não ganha acesso aos benefícios oferecidos pelos criadores nas plataformas originais, como emotes e insígnias personalizadas.

Com informações: The Verge, Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando