Início » Antivírus e Segurança » 99 usa tecnologia da Serasa para validar passageiros e aumentar segurança

99 usa tecnologia da Serasa para validar passageiros e aumentar segurança

Quiz Antifraude da Serasa Experian permite validar informações fornecidas por clientes em tempo real durante uso da plataforma de corridas

Ana Marques Por

A falta de segurança enfrentada por motoristas de aplicativo é uma reclamação comum no setor — diversos são os relatos de condutores que foram abordados em alguma ação criminosa após aceitarem a corrida de um passageiro cadastrado nesse tipo de serviço. Entretanto, uma tecnologia da Serasa Experian pode ajudar a validar dados de passageiros, aumentando o nível de segurança em corridas da 99.

Motorista de aplicativo (Imagem: Viktor Bystrov/Unsplash)
Motorista de aplicativo (Imagem: Viktor Bystrov/Unsplash)

O Quiz Antifraude da Serasa é um questionário interativo que tem o objetivo de autenticar as informações fornecidas pelo usuário durante o uso do aplicativo. Ao verificar os dados inseridos, a plataforma é capaz de gerar um score para identificação e detecção de risco de fraude. Segundo a empresa, a 99 é primeira companhia de mobilidade urbana a usar a ferramenta.

A solução também é utilizada em outros tipos de serviços — como na abertura de contas digitais e na recuperação de senhas —, e tem resultado em tempo real.

“Antes, já solicitávamos de forma obrigatória ao passageiro o CPF ou Cartão de crédito válido antes da primeira corrida. Com essa ferramenta, adicionamos uma camada de verificação ao confirmar informações que só o dono do documento pode saber”

Thiago Hipólito, diretor de Segurança da 99.

Como funciona a validação de acesso na 99

Com a solução da Serasa, a 99 envia aleatoriamente questionários solicitando ao usuário a confirmação de informações referentes ao documento cadastrado no aplicativo. Segundo a empresa, são enviadas perguntas que apenas o verdadeiro dono do documento poderia saber com segurança, o que evita o uso por terceiros. O quiz também é acionado quando corridas são identificadas como de risco.

As perguntas podem abordar temas diversos, como:

  • Nome da mãe;
  • Data de nascimento;
  • Banco em que possui conta;
  • Vencimento de cartão de crédito.

Após responder o Quiz Antifraude, o passageiro não recebe a confirmação das informações — entretanto, caso as respostas não estejam corretas, a viagem não é iniciada.

O tratamento de dados fica por conta da Serasa, e a 99 não tem acesso às informações pessoais dos clientes. Por sua vez, a Serasa afirma estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e que todas as informações são protegidas por criptografia.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando