Início » Saúde » 80% dos motoristas de aplicativo tomaram ao menos 1ª dose da vacina, diz 99

80% dos motoristas de aplicativo tomaram ao menos 1ª dose da vacina, diz 99

Pesquisa da 99 diz que, no início de agosto, 80% dos motoristas haviam tomado ao menos uma dose da vacina contra COVID-19; apps mantêm medidas contra pandemia

Giovanni Santa Rosa Por

Uma nova pesquisa realizada pela 99 revela que, no começo de agosto, mais de 80% de seus motoristas já haviam tomado ao menos uma dose da vacina contra COVID-19: 58,6% tinham recebido a primeira dose, e 23% já estavam com o esquema de imunização completo. Entre os passageiros, esse número era um pouco menor: 70% já tomaram ao menos uma dose da vacina. O questionário também revela que a preocupação com a pandemia continua.

Motorista de aplicativo
Motorista de aplicativo (Imagem: Dan Gold/Unsplash)

Os dados foram obtidos pela 99 a partir de uma pesquisa feito com 629 usuários do app, entre motoristas e passageiros, do dia 26 de julho ao dia 6 de agosto. Ao comparar com o resto do País no mesmo dia 6 de agosto, o número era mais alto: 68,5% da população adulta havia tomado ao menos uma dose da vacina.

Questionada pelo Tecnoblog, a 99 detalhou que a enquete foi feita a partir de uma notificação push disparada a todos os usuários do aplicativo. Os participantes eram maiores de 18 anos, com mais de 50% tendo entre 25 e 44 anos de idade. Vale lembrar que a pesquisa pode refletir diferenças regionais nas campanhas de vacinação, já que alguns estados e cidades estão avançando mais rapidamente que outros.

O Tecnoblog também procurou a Uber e a Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), que representa as empresas do setor. Ambas disseram não ter realizado pesquisas do tipo.

Mesmo com vacinação, preocupação e cuidado continuam

A pesquisa também traz um pouco das opiniões das pessoas em relação aos meios de transporte que consideram seguros durante a pandemia. O carro próprio foi apontado por 48,4% dos entrevistados, enquanto transporte por aplicativo esteve em 44,6% das respostas. Outro modo de locomoção bastante lembrado foi andar a pé, com 39,4%.

Um dado importante da pesquisa é que não são poucas as pessoas que continuam tão preocupadas quanto antes com o contágio pelo coronavírus. Entre os passageiros, são 42% que marcaram essa opção; já entre os motoristas, 45%.

Entre as medidas de proteção que aumentam a sensação de segurança durante as viagens, 87,5% dos passageiros e 93,7% dos motoristas mencionaram o uso de máscaras. Já a presença de álcool em gel nos carros foi lembrada por 71% dos usuários e 89% dos condutores. Além disso, 71,4% dos entrevistados dizem que campanhas de conscientização são o principal fator de estímulo para o combate ao coronavírus.

Empresas trabalham com campanhas e proteção

A 99 destaca seu Guia da Comunidade, que traz informações sobre como se proteger durante viagens e foi elaborado com auxílio do Hospital Sírio-Libanes.

A Uber também tem uma página com recomendações para motoristas, entregadores e usuários. A companhia lista medidas contra a pandemia, como reembolso de álcool em gel e máscaras para os trabalhadores, medidas de apoio a profissionais de saúde e doações de cestas básicas.

Já a Amobitec, associação do setor, diz que as empresas participantes criaram fundos que somam mais de R$ 200 milhões para auxílio financeiro e que mais de 4 milhões de itens de proteção foram distribuídos ou reembolsados.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando