Início » Jogos » Tetragon é um jogo desafiador com puzzles charmosos criado por brasileiros

Tetragon é um jogo desafiador com puzzles charmosos criado por brasileiros

O puzzle Tetragon e o RPG de queimada Dodgeball Academia são games indie brasileiros nos quais vale a pena ficar de olho

Murilo Tunholi Por

O Brasil produz jogos independentes aclamados no mundo todo. Nosso país conta com títulos de peso — como Horizon Chase, Dandara e Chroma Squad — e continua crescendo. Neste ano, dois games chegaram em agosto chamando bastante atenção: o puzzle Tetragon e o RPG de queimada Dodgeball Academia. Nas linhas a seguir, conto como ambos os jogos me encantaram, e por que você deve ficar de olho neles.

Tetragon (Imagem: Divulgação/Estúdio Cafundó)

Tetragon é desafiador até para os maiores fãs de puzzle

  • Desenvolvedora: Estúdio Cafundó;
  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC (Steam).

Há duas semanas fui apresentado a Tetragon e me surpreendi com o jogo de puzzle. Desenvolvido pelo estúdio brasileiro Cafundó, de Santa Catarina, o game traz mais de 40 fases, nas quais é preciso levar o protagonista Lucius até uma porta para passar de nível. Sem ter como pular, o maior desafio é criar um caminho seguro para o personagem apenas girando o mapa em 90 graus e controlando torres.

Com jogabilidade que mistura mecânicas de quebra-cabeça com plataformas, Tetragon é bastante desafiador. Até pegar o jeito, sofri um pouco com os controles para passar das primeiras fases, mas isso foi necessário para me preparar para os desafios mais complexos à frente.

Como falei no início, não é possível pular livremente em Tetragon. Lucius só consegue se mover na horizontal, além de poder escalar torres. Por isso, para passar de fase é preciso criar um caminho no qual o protagonista possa chegar à porta apenas andando. No quesito dificuldade, o jogo tem uma boa curva de aprendizado e deve agradar os fãs de puzzle, assim como me agradou.

No entanto, o esquema de controles me incomodou um pouco. Senti o movimento com os analógicos engasgar diversas vezes, e o sistema de selecionar as torres é bem confuso. Para escolher uma plataforma para mover é preciso navegar por cada uma delas usando os bumpers da direita e da esquerda nos joysticks. Isso não chega a ser um problema em fases que não precisam de velocidade.

Na parte visual, Tetragon é muito charmoso. As texturas dos mapas são muito bem feitas e as artes usadas nos fundos das fases são belíssimas. A trilha sonora merece elogios também. Dá para perceber que a equipe do Estúdio Cafundó colocou o coração no desenvolvimento do jogo. Vale a pena conhecer o game.

Assista ao trailer de Tetragon:

A cópia de Tetragon para Nintendo Switch foi cedida ao Tecnoblog pela desenvolvedora. O título também está disponível para PS4, Xbox One e PC (Steam). Em todas as plataformas, há uma demo gratuita para testar o jogo antes de comprar.

Dodgeball Academia é um anime de esporte em forma de jogo

  • Desenvolvedora: Pocket Trap;
  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC (Steam).
Dodgeball Academia (Imagem: Divulgação/Pocket Trap)

Outro jogo brasileiro que vale destaque é Dodgeball Academia. Criado pelo estúdio Pocket Trap — também responsável pelo aclamado Ninjin: Clash of Carrots — o game de esporte traz partidas de queimada com mecânicas de RPG, como sistemas de progressão de níveis, atributos diferentes e builds de equipamentos.

Além da jogabilidade divertida, Dodgeball Academia é cheio de referências a mangás e animes de esporte tanto nos visuais quanto nas falas dos personagens. Por exemplo, o protagonista Otto é o clássico garoto animado que ama queimada e quer vencer todos os campeonatos. A sorte dele é estudar em uma escola especializada no esporte.

Na gameplay, Dodgeball Academia coloca os jogadores para enfrentarem seus adversários em partidas de queimada. Os participantes têm uma barra de vida que diminui a cada bola acertada. Além disso, cada personagem conta com uma habilidade especial única que pode ser usada para virar o jogo. Por isso, é preciso pensar na estratégia para montar a melhor combinação de atletas.

Só senti falta de mais modos de jogo, principalmente partidas online. Dodgeball Academia é repetitivo em algumas situações e tem enredo curto, por isso seria perfeito variar um pouco enfrentando outras pessoas. Mesmo assim, ainda vale muito a pena dar uma chance para esse game.

Assista ao trailer de Dodgeball Academia:

Dodgeball Academia está disponível para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC (Steam).

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando