Início » Antivírus e Segurança » 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

Evite que seu dinheiro seja roubado por pessoas mal intencionadas; conheça 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

Wagner Pedro Por

O Pix bateu a marca de 743 milhões de transações realizadas de novembro de 2020 — período que foi implementado pelo Banco Central — até junho deste ano, com movimentações ultrapassando R$ 441 bilhões. Esse crescimento tem atraído a atenção de fraudadores, que já aplicaram diversos tipos de golpe. Por isso, é importante ficar atento para evitar que seu dinheiro seja roubado. Abaixo, vou te mostrar 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix.

Pagamento via Pix (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Pagamento via Pix (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

5. Utilize apenas o site e aplicativo do seu banco

Se você deseja fazer pagamentos, cadastrar uma chave ou realizar qualquer transação via Pix, utilize o aplicativo/site oficial do seu banco. No caso do app, ele pode ser encontrado facilmente na App Store ou Play Store e, normalmente, se encontra no topo da lista.

Também evite clicar em links recebidos por SMS ou e-mail, já que eles podem redirecionar você para sites falsos que vão roubar seus dados. Além disso, jamais passe informações da sua conta por telefone.

4. Evite o Wi-Fi público

Parece algo bobo, mas redes Wi-Fi que são públicas, como aquelas encontradas em shoppings, bares e outros estabelecimentos, podem conter vírus que colocam em risco seus dados bancários.

Por isso, evite esse tipo de conexão e, caso ela seja realmente necessária, não realize transações via Pix (ou de qualquer método) enquanto estiver conectado.

3. Nunca informe sua senha

Chave Pix é uma coisa e a senha é outra totalmente diferente. Portanto, na hora de receber uma quantia, informe para a pessoa apenas a chave cadastrada no banco (CPF, e-mail, chave aleatória ou número de telefone).

Com qualquer uma dessas chaves, já é possível receber o dinheiro de forma instantânea. A senha do seu banco é única e não se enquadra como uma chave Pix, então jamais a compartilhe com alguém.

2. Cuidado com QR Codes falsos

QR Codes facilitam o dia a dia das pessoas — e no Pix não seria diferente. Eles agilizam o processo de transferência/pagamento e tornam tudo mais rápido, eliminando a necessidade de inserir uma chave.

Mas antes de concluir qualquer transação utilizando esse método, verifique se o valor que consta no QR Code e a conta de destino estão corretos para evitar que a quantia enviada caia nas mãos de golpistas.

1. Desconfie de pedidos de Pix por WhatsApp

Os fraudadores conseguem clonar contas do WhatsApp e, quando isso acontece, eles se passam por amigos/parentes e pedem que uma determinada quantia seja transferida via Pix. O recomendado é sempre desconfiar e confirmar por telefone (ou pessoalmente) a solicitação antes de enviar o dinheiro.

Pronto, agora você já conhece 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando