Início » Legislação » TSE pode investigar atos pró-Bolsonaro por financiamento via Pix e bitcoin

TSE pode investigar atos pró-Bolsonaro por financiamento via Pix e bitcoin

Petição protocolada no TSE pede abertura de inquérito para investigar financiamento de protestos pró-Bolsonaro; documento cita pagamentos via Pix e criptomoedas como bitcoin

Bruno Ignacio Por

Deputados da oposição estão pedindo que se investigue como os protestos a favor do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foram financiados, sugerindo que manifestantes teriam sido premiados com valores enviados através de Pix e criptomoedas como o bitcoin (BTC). Uma petição foi feita para solicitar a abertura de um inquérito para apurar os fatos, que poderiam caracterizar uma série de condutas proibidas a agentes públicos.

O presidente da República do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, participa de ato na Esplanada dos Ministérios (Imagem: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)
O presidente da República do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, participa de ato na Esplanada dos Ministérios (Imagem: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)

No feriado de 07 de setembro, milhares de brasileiros foram às ruas protestar contra e a favor do atual presidente Jair Bolsonaro. Porém, a oposição questiona como os protestos pró-governo teriam sido financiados. O deputado do Partido dos Trabalhadores (PT) Rui Falcão fez uma petição junto ao advogado Marco Aurélio de Carvalho solicitando que o caso fosse investigado.

Conforme diz o documento protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há indícios que manifestantes poderiam ter sido pagos para participar dos atos a favor do presidente através de transferências via Pix e/ou de criptomoedas como o bitcoin.

Se confirmada a acusação, os fatos poderiam “caracterizar abuso de poder econômico, político, uso indevido de meios de comunicação social, corrupção, fraude, condutas vedadas aos agentes públicos e propaganda eleitoral antecipada em relação aos ataques contra as urnas eletrônicas e a legitimidade das eleições de 2022”, conforme aponta a petição.

Vídeo mostra notas de R$ 100 sendo distribuídas

O documento descreve como apoiadores do governo teriam recebido uma espécie de incentivo financeiro para participar dos atos. “Aparentemente, há o uso de recursos provenientes do agronegócio, que estariam bancando caminhões em Brasília, e, ainda, o uso de recursos provenientes de doações feitas por Pix e até mesmo por criptomoedas.”

A petição cita a reportagem “Quem Paga os atos de 07/09”, criada pelo canal do YouTube “Meteoro Brasil”. O vídeo mostra apoiadores do governo federal recebendo bonificações por estarem ali participando dos atos. “Há chocantes cenas divulgadas a partir de 3:57 (do vídeo) em que, dentro de um ônibus, há a distribuição de camiseta e da quantia de R$ 100,00 (cem reais) para os participantes dos eventos bolsonaristas do dia 07.09.2021.”

Trata-se ainda de uma solicitação para a abertura de uma investigação sobre o assunto, portanto os fatos são no mínimo subjetivos e pouco apurados. Caso julgado relevante, o processo poderá evoluir para o início de um inquérito formal sobre o financiamento dos atos de 07 de setembro.

Com informações: Livecoins

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
15 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ksio89

A Dilma pagava militantes das sindicais trabalhistas pra defendê-las em passeatas durante o processo de Impeachment, jornais e blogueiros também estavam na folha de pagamento, dois pesos e duas medidas.

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

A regra é clara: pão com mortadela pode, pix não… ônibus escolar pode, ônibus particular não… Nao seguem as regras DEMOCRATICAS da nisso

Dri (@DriRSantos)

Atos pró-Bolsonaro? Atos para destruir nossa democracia. Essa é a diferença absurda. Gente sem noção, lunáticos. Vivendo em outra dimensão. E a comemoração do Estado de Sítio? Que coisa bizarra, totalmente fora da realidade.

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

Mas estranho que a gente só viu uma manifestação,
até mais pacíficas que outras (que quebram lojas, invadem banco, jogam tinta em edifício onde mora membros do STF… deve que esqueceram de avisar o povo que era contra democracia

rafael da valia silva (@rafael_da_valia_silv)

Então essa é a nova narrativa da esquerda? Outra investigação sem futuro que vai cair em 2 meses, só que os papagaios da esquerda vão repetir essa história, dando o enfeite de “verdade” para o resto da vida.

Eu fui para rua de graça, assim como milhares de brasileiros.

@doorspaulo

Achei que tinha entrado em um site de tecnologia mas, pelo visto, devo ter entrado em algum portal de notícias gerais.

Frank V (@Frank_V)

Ata, então Pix e Bitcoin não é tecnologia

Rafael Salgado (@rafasalgado)

Fonte?

Tá falando do pão com mortadela do MBL?

putz kkkkkk
que fase ein, colega?