Início » Jogos » Headset Pulse 3D do PS5 vai ganhar modelo na cor preta em outubro

Headset Pulse 3D do PS5 vai ganhar modelo na cor preta em outubro

Com mecanismo Tempest 3D AudioTech, o headset Pulse 3D Midnight Black aumenta a família de acessórios do PS5 na cor preta

Murilo Tunholi Por

O headset sem fio do PS5 — o Pulse 3D — vai ganhar uma nova opção de cor a partir de outubro deste ano. Nesta quarta-feira (15), a Sony anunciou que o acessório estará disponível em uma versão preta para combinar com o DualSense Midnight Black, lançado em junho. Ainda sem preço oficial revelado, o fone de ouvido deve custar os mesmos R$ 599 do modelo original.

Headset Pulse 3D, do PS5, na cor Midnight Black (Imagem: Divulgação/Sony)

A ideia da Sony é oferecer mais opções de customização aos donos de PS5. Além do controle preto, será possível ter o headset sem fio no mesmo estilo. Vale mencionar que o DualSense também pode ser encontrado na cor vermelha — Cosmic Red —, mas não há previsão para o Pulse 3D ganhar esse visual.

Com os mesmos recursos internos do modelo original na cor branca, o Pulse 3D Midnight Black terá suporte ao mecanismo Tempest 3D AudioTech do PS5. Essa tecnologia promete produzir sons mais imersivos em três dimensões, melhorando a gameplay em certos jogos.

O Pulse 3D ainda permite aos jogadores escolherem entre três configurações de áudio: Padrão, Reforço de graves ou Atirador. Em jogos de tiro, por exemplo, a opção “Atirador” enfatiza sons de passos e disparos das armas. Também é possível ajustar o equalizador de forma manual sem problemas.

Tema Midnight Black está no controle DualSense e no headset Pulse 3D (Imagem: Divulgação/Sony)

Sony pode lançar PS5 Midnight Black no futuro

Com a chegada de mais acessórios na cor preta, é provável que a Sony esteja planejando lançar um PS5 Midnight Black no futuro. Desde que o console foi revelado, os jogadores tem esperado o anúncio de um modelo na cor preta ou até mesmo a venda das placas laterais do videogame em cores diferentes.

Porém, devido à crise no fornecimento de componentes eletrônicos, a empresa não está conseguindo sequer produzir os consoles tradicionais em larga escala. Em agosto, a Sony chegou a trocar o sistema de resfriamento do PS5 em um modelo revisado — que ficou 300 gramas mais leve.

Com informações: PlayStation Blog.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando