Início » Aplicativos e Software » O que é o Ubuntu?

O que é o Ubuntu?

Distribuição grátis com suporte de interface gráfica; saiba o que é o Ubuntu, qual seu diferencial e vantagens no Linux

Leandro Kovacs Por

A popularidade veio por facilitar a adoção do sistema por usuários domésticos, adicionando recursos como interface gráfica. Veja abaixo, o que é o Ubuntu e quais são suas vantagens para manusear o kernel Linux. Entre as distribuições Linux mais conhecidas estão Debian, Ubuntu, Manjaro, Fedora e openSUSE.

O que é o Ubunto? (Imagem: Canonical/Divulgação)

O produto Ubuntu

Na definição do próprio distribuidor, Ubuntu é um sistema operacional Linux completo, disponível gratuitamente com suporte da comunidade e profissional. A comunidade é construída sobre as idéias do Manifesto Ubuntu:

  • O software deve estar disponível gratuitamente;
  • As ferramentas de software devem ser utilizadas por pessoas em seu idioma local e apesar de quaisquer deficiências;
  • Deve-se ter a liberdade de personalizar e alterar o software da maneira que acharem melhor.

Vantagens da distribuição Ubuntu

A maior vantagem do Ubuntu sobre as outras distribuições, com certeza é a estabilidade de suporte. É distribuído em ciclos de lançamento estáveis e regulares, com um novo lançamento sendo enviado a cada seis meses.

A cada dois anos, uma versão de suporte de longo prazo do Ubuntu (LTS) estará disponível, com assistência por 5 anos. As versões intermediárias do Ubuntu – conhecidas como versões de desenvolvimento ou não LTS – são suportadas por 9 meses cada uma.

Ubuntu é funcional para uso em desktop e servidor. A versão atual do Ubuntu suporta Intel x86 (PC compatível com IBM), AMD64 (x86-64), entre outros.

Focando da praticidade do uso, a distribuição Ubuntu inclui muitas de peças de software, começando com o kernel Linux versão 5.4, GNOME 3.28, e cobrindo todos os aplicativos de desktop padrão de processamento de texto, aplicativos de planilha, aplicativos de acesso à Internet, software de servidor web, software de e-mail, linguagens de programação e ferramentas e vários jogos.

Isso tornou o Ubuntu uma das versões mais populares e usadas quando pensamos em Linux. Vamos dar uma olhada nos principais destaques.

Ubuntu é a distribuição mais famosa para Linux (Imagem: Ubuntu/Divulgação)

1. Parceria com a Canonical

O Projeto Ubuntu é patrocinado por uma parceria com a Canonical Ltd. A Canonical não cobra taxas de licença da distribuição, nem agora ou no futuro. O modelo de negócios da Canonical é fornecer suporte técnico e serviços profissionais relacionados ao Ubuntu.

2. Uso amigável

É um grande equívoco acreditar que o sistema é complexo e a distribuição atua como um destruidor perfeito de mitos. Assim como o Windows, instalar o Ubuntu Linux é muito fácil e qualquer pessoa com conhecimentos básicos de informática pode configurar seu sistema.

Com o passar dos anos, a Canonical melhorou a experiência geral da área de trabalho e aprimorou a interface do usuário. Surpreendentemente, muitas pessoas agora dizem que o Ubuntu é mais fácil de usar do que o Windows.

3. Bastante seguro

Será uma falácia afirmar que é 100% imune a vírus. Mas, em comparação com o Windows, que precisa do uso de antivírus, os riscos de malware no Ubuntu Linux são insignificantes. Isso também economiza o custo na aquisição do antivírus, nenhum é necessário. O firewall embutido e o método de proteção contra vírus garantem que o sistema esteja protegido.

4. Funciona em computadores simples

Enquanto dois modelos específicos – Lubuntu e Xubuntu – são desenvolvidos para atender às necessidades de sistemas de baixo custo, o Ubuntu Unity padrão não precisa de requisitos de sistema de alto nível. Os requisitos de hardware recomendados são processador de 700 MHz, 512 MB de RAM e um disco rígido de 5 GB.

5. Comunidade muito ativa

Assim como outros projetos baseados em Linux, o Ubuntu tem um forte suporte da comunidade e é uma das maiores vantagens em relação a outras distribuições. É simples ficar online, visitar fóruns do Linux e obter a resposta para todos os tipos de dúvidas sobre o sistema opensource.

6. Alta customização

A liberdade de personalizar o sistema é uma das principais vantagens de um sistema operacional baseado em Linux. Se o usuário não gostar de nenhum ambiente de área de trabalho específico, poderá substituí-lo por um novo.

Essas características são herdadas naturalmente pelo sistema, tornando-o uma ótima escolha para o uso diário. Pode-se experimentar ferramentas como o Compiz e tornar a experiência com o Ubuntu mais atraente.

Com informação: Ubuntu Oficial, Fossbytes.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando