Início » Celular » Aplicativo “anti-gays” some da App Store

Aplicativo “anti-gays” some da App Store

Por
8 anos e meio atrás

Um aplicativo vem dando o que falar na App Store. Chamado de Manhattan Declaration, esse app prega que o casamento continue sendo da forma tradicional, apenas entre um homem e uma mulher. Ou seja, nada de casamento entre pessoas do mesmo sexo – essa união é “imoral”, segundo o aplicativo -, o que naturalmente angariou a fúria de muita gente.

E não é por acaso que esse aplicativo tenha desaparecido da App Store na última semana.

O app era assim (reprodução)

Criado por pessoas ligadas ao cristianismo, o Manhattan Declaration basicamente prega aqueles ideais de um doutrinamento que todos nós conhecemos: nada de casamento gay, nada de aborto, entre outras coisas. Mas dessa vez parece que a situação saiu de controle: assim que um grupo do site Change.org percebeu que esse aplicativo estava no ar, convocou um movimento para que fosse removido.

Mais de 7 mil usuários do Change.org encaminharam a mensagem para outras pessoas, causando um certo barulho na rede. A Apple ficou sabendo da situação e deu razão aos manifestantes. O resultado é que o aplicativo, baseado essencialmente numa declaração escrita por líderes religiosos cristãos, foi tirado do ar.

A Apple já se manifestou sobre o assunto, dizendo que removeu o aplicativo “porque ele viola nossas diretrizes para desenvolvedores ao ser ofensivo para grandes grupos de pessoas”.

Em contrapartida, os responsáveis pelo Manhattan Declaration fizeram o seguinte comentário:

Qualquer um que dispensar algum tempo para ler a Manhattan Declaration pode perceber que a linguagem usada para defender o casamento tradicional, a santidade da vida humana e a liberdade religioso é civil, não-inflamatória e respeitosa.

Além disso, eles dizem ter enviado uma carta a Steve Jobs requisitando que o aplicativo volte a ser listado na App Store, para qualquer um baixar.

Com informações: ABC News

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.