Início » Internet » Netflix lança plano gratuito para celulares Android no Quênia

Netflix lança plano gratuito para celulares Android no Quênia

Plano gratuito da Netflix permite streaming somente em celulares Android e está disponível apenas para usuários do Quênia

Bruno Gall De Blasi Por

A Netflix anunciou, nesta segunda-feira (20), um plano completamente gratuito e sem anúncios no Quênia. A nova modalidade permite que os usuários tenham acesso a uma parte do catálogo da plataforma de streaming de filmes e séries somente pelo aplicativo de celular para Android. A iniciativa visa expandir o acesso ao serviço no país africano.

Netflix (Imagem: Praveen Gupta / Unsplash)
Netflix (Imagem: Praveen Gupta / Unsplash)

A modalidade começou a ser liberada no Quênia ontem. Segundo a plataforma, o serviço só pode ser utilizado em celulares Android (ou seja, sem streaming na TV ou computador) e não mostra anúncios. A companhia ainda disse à Variety que apenas um quarto do catálogo está disponível e que não é possível fazer o download dos conteúdos para o smartphone caso o usuário opte pelo plano grátis.

“Se você nunca assistiu a Netflix antes – e muitas pessoas no Quênia não assistiram – esta é uma ótima maneira de experimentar o nosso serviço”, anunciaram. “E se você gosta do que vê, é fácil fazer upgrade para um de nossos planos pagos, para que você também possa desfrutar de nosso catálogo completo em sua TV ou laptop”.

Além de não haver cobranças, o usuário também não precisa incluir informações de pagamento, como os dados do cartão de crédito, na hora do cadastro. A plataforma explica que “tudo o que você precisa fazer é digitar seu e-mail, confirmar que você tem 18 anos ou mais e criar uma senha”. Depois, é só aproveitar o conteúdo pelo telefone.

Plano gratuito da Netflix para o Quênia (Imagem: Divulgação/Netflix)
Plano gratuito da Netflix para o Quênia (Imagem: Divulgação/Netflix)

Netflix tem plano mais barato para celulares na Ásia

Esta é mais uma iniciativa da Netflix para expandir o acesso ao serviço. Em 2019, a companhia estreou um plano que funciona apenas com o celular na Índia por 199 rúpias indianas, valor que equivale a cerca de R$ 14 em conversão direta. Poucos meses depois, a empresa levou a modalidade à Malásia por um preço próximo.

Em março do ano seguinte, a companhia expandiu o plano para mais países da Ásia. Nas Filipinas, a modalidade chegou aos consumidores por 149 pesos filipinos, cerca de R$ 15 em conversão direta. A opção também desembarcou na Tailândia por 99 bahts tailandeses (por volta R$ 15). Os valores eram cobrados mensalmente.

As duas modalidades mais acessíveis não estão disponíveis no Brasil. Para assinar a plataforma, os brasileiros precisam pagar a partir de R$ 25,90 ao mês pelo plano básico (480p de resolução e uma tela). Já a opção padrão, com 1080p de resolução e duas telas, custa R$ 39,90. O plano premium, com 4K, HDR e quatro telas, sai por R$ 55,90.

Com informações: Android Authority, Netflix (Newsroom) e Variety

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JulioCampos (@juliocesar)

O Brasil é o branco pobre. Não pertece a uma minoria para ter acesso a benéficies das big techs e também não tem condição para sair de sua desvantagem perante os privilegiados.

Eu (@Keaton)

Que nada. Brasil é um pais de ricos. Podemos pagar 85% a mais em certas coisas. hahaha