Início » Telecomunicações » O que é DHCP? [Protocolo de Configuração Dinâmica de Host]

O que é DHCP? [Protocolo de Configuração Dinâmica de Host]

IP e configuração dinâmicos; saiba o que é DHCP e como o protocolo facilita a comunicação de dispositivos na mesma rede

Leandro Kovacs Por

A comunicação segura de dispositivos e redes depende de uma série de configurações e protocolos para ser alcançada. Veja abaixo, o que é DHCP e como funciona essas definições para facilitar a comunicação entre dispositivos conectados em uma mesma rede ou alternância entre redes distintas.

DHCP é uma série de definições de gerenciamento de rede usado para automatizar o processo de configuração de dispositivos em redes IP (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Configuração dinâmica

O protocolo de configuração dinâmica de hosts ou DHCP – sigla em inglês – é uma série de definições de gerenciamento de rede usado para automatizar o processo de configuração de dispositivos em redes IP, permitindo que eles usem serviços de rede como DNS, NTP e qualquer protocolo de comunicação baseado em UDP ou TCP.

Um servidor DHCP atribui dinamicamente um endereço IP e outros parâmetros de configuração de rede a cada dispositivo conectado em uma rede. O objetivo é a comunicação com outras redes IP, o DHCP é um aprimoramento de um protocolo mais antigo chamado BOOTP. O DHCP é uma parte importante da solução DDI (DNS-DHCP-IPAM).

Como o protocolo DHCP funciona?

O protocolo trabalha com camadas de aplicação para atribuir dinamicamente o endereço IP ao cliente e isso acontece por meio da troca de uma série de mensagens chamadas transações DHCP ou conversação DHCP. São 4 formas básicas de trabalho.

  1. Descoberta DHCP: o cliente transmite mensagens para descobrir os servidores com mesmo protocolo. O computador cliente envia um pacote com o destino de difusão padrão (255.255.255.255). Este é um endereço de transmissão especial, que significa “esta rede” e permite que seja enviado um pacote de transmissão à rede à qual está conectado;
  2. Oferta DHCP: quando o servidor recebe a mensagem DHCP para descoberta, sugere ou oferece um endereço IP ao cliente. A mensagem de oferta contém o endereço IP proposto para o cliente, endereço IP do servidor, endereço MAC do cliente, máscara de sub rede, gateway padrão, endereço DNS e informações de concessão;
  3. Requisição: o cliente pode receber várias ofertas de DHCP porque em uma rede existem muitos servidores com o protocolo – devido à tolerância de falhas. Se o endereçamento IP de um servidor falhar, outros servidores podem fornecer backup. Mas, o cliente aceitará apenas uma oferta de DHCP;
  4. Confirmação: na parte final, o servidor envia uma confirmação para o cliente, garantindo a concessão de DHCP para o cliente. O servidor pode enviar qualquer outra configuração que o cliente possa ter solicitado. Nesta etapa, a configuração de IP é concluída e o cliente pode usar as novas configurações de IP.
DHCP reduz a carga de trabalho de controladores de redes (Imagem: Science in HD/Unsplash)

Vantagens do DHCP

  • É fácil de implementar e a atribuição automática de um endereço IP significa um endereço IP preciso, com menos falhas;
  • A configuração manual do endereço IP não é necessária. Fato que economiza tempo e carga de trabalho para os administradores de rede;
  • Não há atribuições de IP duplicadas ou inválidas, não existe conflito de endereços de IP;
  • É um grande benefício para usuários de redes móveis, pois as novas configurações válidas são obtidas automaticamente quando alteram rede conectada.

Com informação: Efficient IP, Info Blox, After Academy.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando