Início » Finanças » Transações via celulares crescem no Brasil, mas caem no desktop, aponta BC

Transações via celulares crescem no Brasil, mas caem no desktop, aponta BC

Novo estudo realizado pelo Banco Central do Brasil (BC) indica um crescimento de 35% no uso de celulares e outros aparelhos móveis para transações financeiras em 2020

Bruno Ignacio Por

Um novo estudo realizado pelo Banco Central do Brasil (BC) indicou um aumento significativo nas transações financeiras realizadas em dispositivos móveis em 2020. Os dados revelam que o brasileiro está cada vez mais digitalizando suas finanças, movendo o pagamento de contas, impostos e transações entre contas bancárias para aplicativos. O levantamento também revelou um aumento expressivo no uso de cartões pré-pagos.

Pagamentos e transações mobile crescem no Brasil (Imagem: Dean Moriarty/Pixabay)
Pagamentos e transações mobile crescem no Brasil (Imagem: Dean Moriarty/Pixabay)

Celulares são cada vez mais usados para transações

As informações foram extraídas das Estatísticas de Pagamento de Varejo e de Cartões no Brasil, publicadas recentemente pelo Banco Central. O documento revelou que as transações realizadas em dispositivos móveis, como smartphones e tablets, atingiram 46.113 milhões em 2020. Trata-se de um aumento de 35% em comparação com os números referentes a 2019, de 34.170 milhões de operações.

Contudo, o BC também aponta que ocorreu uma redução na quantidade de transações realizadas pela internet em aparelhos desktop pelo segundo ano consecutivo, acumulando uma queda de 14% neste período.

BC aponta crescimento no uso de canais digitais

As estatísticas apontam que os canais digitais vem se tornando cada vez mais populares entre os brasileiras, especialmente quando se trata de pagamento de contas, impostos e transferências de crédito. Em 2020, 37% de todos esses pagamentos foram realizados através de meios digitais. O BC contabilizou um total de 3.957 milhões de operações do tipo no ano passado, representando um aumento de 35,4% em comparação a 2019.

BC indica crescimento no uso de canais digitais para transações no Brasil (Imagem: Reprodução/ Banco Central do Brasil)

A análise também agregou os pagamentos de varejo e saques realizados entre o quarto trimestre de 2018 e de 2020. Nesse período, a autoridade monetária relatou um crescimento considerável no uso de cartões pré-pagos para transações, saindo de 0,4% para 8%. Segundo o BC, essa tendência é resultado do aumento da participação de instituições de pagamentos no mercado e na maior oferta desse tipo de produto.

“Os dados corroboram a crescente digitalização no setor dos meios de pagamento no país e na economia como um todo. Tendência, inclusive, fomentada pelo Banco Central por meio da dimensão Competitividade da Agenda BC# e que conta com ações como o Pix, o Open Banking e o Sandbox Regulatório, entre outras.”

Banco Central do Brasil

Um exemplo claro da digitalização das finanças dos brasileiros é o Pix. Lançado em novembro de 2020, o serviço já havia sido responsável por 144.595 mil operações de transferência de crédito até o dia 31 de dezembro do ano passado.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Tendo de instalar um monte de porcaria no computador pra acessar o internet banking, obvio que o pessoal vai acabar usando o celular mesmo.
Sem falar na dificuldade que é ler um código de barras físico no computador, sendo mais fácil usar o celular, DDA era pra te vindo pra melhorar essa situação, mas não incluíram as contas de fatura no sistema.