Início » Telecomunicações » Inter Cel, operadora do Banco Inter, é relançada em parceria com a Vivo

Inter Cel, operadora do Banco Inter, é relançada em parceria com a Vivo

Banco Inter trocou Surf Telecom e TIM por Vivo; operadora virtual tem planos com até 13 GB de internet e cashback de 14% durante o lançamento

Lucas Braga Por

Após um grande hiato sem vender novos planos, o Banco Inter retomou seu serviço de telefonia móvel e relançou a Inter Cel – agora com espaço no nome. A operadora móvel virtual agora usa a rede da Vivo em vez da Surf Telecom (que usa as antenas da TIM), tem planos a partir de R$ 25 por mês e cashback de 14% durante o lançamento.

Inter Cel é relançada pelo Banco Inter em parceria com Vivo (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)
Inter Cel é relançada pelo Banco Inter em parceria com Vivo (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

“Recomeçamos”, diz Banco Inter sobre nova Inter Cel

O Banco Inter já teve outra operadora virtual. A Intercel (sem espaço no nome) utilizava a infraestrutura da Surf Telecom, que atende outras operadoras como Correios Celular, Lari Cel (da atriz Larissa Manoela) e dezenas de times de futebol.

Na live de apresentação aos clientes, o Banco Inter confessa que a antiga Intercel não saiu como planejado:

Evoluir implica em experimentar e assumir riscos, e nesse processo, errar faz parte. Em meio a inúmeros novos serviços lançados, um não saiu como sonhamos. Mas aprendemos com essa experiência. Recomeçamos. Agora estamos prontos pra te oferecer algo melhor.

Banco Inter, sobre Intercel e Inter Cel

Intercel teve problemas com a Surf Telecom

O Banco Inter começou a vender os planos da primeira Intercel em 20 de maio de 2020.

Um mês depois, em junho, o Banco Inter passou a comercializar uma promoção de planos em dobro, com até um ano de plano de celular para quem fizesse recargas antecipadas. Você pagava o equivalente a seis meses, mas teria direito a um ano de serviço.

Só que em 9 de julho de 2020 houve uma falha grave na Surf Telecom que derrubou o sinal dos chips de todas as operadoras virtuais parceiras. Foram dias sem serviço, o que acabou impactando na reputação da Intercel.

Posteriormente, descobriu-se que a falha foi causada por um desentendimento entre os sócios da Surf Telecom: a operadora alega que a Plintron, que também é fornecedora, interrompeu a prestação de serviços sem qualquer comunicação ou justificativa plausível.

Alguns dias depois o serviço foi reestabelecido, mas não demorou muito e o Banco Inter suspendeu a venda de chips. Em janeiro, a instituição financeira anunciou que lançaria uma nova operadora virtual, dessa vez em parceria com a Vivo no lugar da Surf Telecom.

Os clientes da antiga Intercel acabaram migrados para outra operadora virtual, a Mega+. Essa mesma tele abriga clientes da Maga+, antiga companhia de celular da Magazine Luiza. Assim como o Inter, a varejista também encerrou o contrato com a Surf Telecom e deve lançar uma nova operação com a Claro.

Nenhuma das empresas divulga qual o motivo para a troca de fornecedores. Ao Tecnoblog, a Surf Telecom revelou que os acordos encerrados “são movimentos naturais do mercado” e que “da mesma forma que acordos foram encerrados, muitos novos clientes começaram, e esse número tem crescido de forma acelerada para a Surf”.

Mais detalhes sobre o(s) imbróglio(s) da Surf Telecom são relatados no especial As operadoras móveis virtuais deram certo?.

Os planos da nova Inter Cel

Os planos da Inter Cel são os mesmos divulgados anteriormente pelo Tecnoblog:

Pacote de InternetChamadasPreço mensal
1,5 GB, sendo:
1 GB do plano
0,5 GB de bônus
60 minutos para qualquer operadora
Ligações ilimitadas para Vivo e Inter Cel
R$ 25
3 GB, sendo:
2 GB do plano
1 GB de bônus
100 minutos para qualquer operadora
Ligações ilimitadas para Vivo e Inter Cel
R$ 30
5 GB, sendo:
3 GB do plano
2 GB de bônus
Ligações ilimitadas para qualquer operadoraR$ 40
8 GB, sendo:
5 GB do plano
3 GB de bônus
Ligações ilimitadas para qualquer operadoraR$ 50
13 GB, sendo:
8 GB do plano
5 GB de bônus
Ligações ilimitadas para qualquer operadoraR$ 75

Todos os pacotes são pré-pagos e incluem acesso liberado ao app do Banco Inter e WhatsApp. A partir do plano de R$ 50, o tráfego de dados do Waze e Moovit também não descontam da franquia principal.

Uma das vantagens da Intercel é que o saldo de dados e voz acumula para o próximo mês, desde que a renovação seja feita até um dia após o término da vigência do período anterior. Quem esgotar o 4Gpode comprar um pacote adicional com 1,2 GB de internet, pelo custo de R$ 12 e validade de 7 dias.

Para ser cliente da Inter Cel, é obrigatório possuir uma conta digital no Banco Inter. O valor da primeira mensalidade é debitado do saldo e o chip será enviado para a casa do cliente.

Um detalhe importante: a nova Inter Cel não tem suporte ao eSIM, como na antiga Intercel. Em maio, o Banco Inter informou ao Tecnoblog que o chip digital não estaria disponível no lançamento.

Inter Cel tem 11% de cashback no lançamento

Para o lançamento da Inter Cel, o Banco Inter dá cashback de 14% por tempo limitado para quem pedir um novo chip. Com isso, é possível economizar até R$ 10,50 no plano mais caro.

O saldo do cashback vai direto para a conta corrente do cliente. O banco também divulga que os clientes terão dinheiro de volta em todos os planos após o período de lançamento, mas não informou a porcentagem.

Banco Inter condiciona bônus de internet a portabilidade

De acordo com o Banco Inter, quem efetuar o processo de portabilidade numérica garante mais 2 GB de bônus todo mês durante um ano. A exceção fica para quem migrar de números da Vivo e de suas operadoras virtuais, que não podem participar da promoção.

Banco Inter condiciona bônus a portabilidade numérica, mas não pode (Imagem: Reprodução)
Banco Inter condiciona bônus a portabilidade numérica, mas não pode (Imagem: Reprodução)

Só que qualquer cliente deve estar apto a ativar a oferta de portabilidade, seja ele um novo usuário da Inter Cel ou migrado de uma linha da Vivo. É o que determina uma resolução da Anatel:

Todas as ofertas, inclusive de caráter promocional, devem estar disponíveis para contratação por todos os interessados, inclusive já Consumidores da Prestadora, sem distinção fundada na data de adesão ou qualquer outra forma de discriminação dentro da área geográfica da oferta.

Artigo 46 da Resolução 632/2014 da Anatel

Caso o banco ou a operadora recusem o cumprimento da oferta, saiba como reclamar na Anatel ou no Consumidor.gov.br.

Planos da Inter Cel valem a pena?

A resposta curta e grossa: provavelmente não.

A Vivo vende o Vivo Pré Turbo com 3 GB de internet pelo preço de R$ 14,99, válidos por 15 dias. Isso equivale a 6 GB com valor mensal de R$ 30 – é o dobro do oferecido pela Inter Cel com o mesmo valor.

A discrepância fica ainda maior com o Vivo Pré Turbo com 4 GB, que custa R$ 19,99 válidos por 15 dias. São 8 GB de internet no mês com uma recarga de R$ 40 – R$ 10 a menos do que o plano similar do Banco Inter.

Os planos mais caros da Inter Cel definitivamente não valem a pena: com R$ 50 por mês é possível contratar o Claro Flex com 10 GB de internet; um versão com 16 GB é vendida pela concorrente por R$ 69,90 mensais. Ambos os planos incluem acesso liberado ao Instagram, Twitter e Facebook, algo que o banco não oferece na MVNO.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Pena que nenhuma operadora virtual conseguiu até agora o sonho de agregar a rede de 2 operadoras físicas, mesmo que fosse um pouco mais caro que as concorrentes físicas, a melhor cobertura se justificaria.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Preços bem ruins, mesmo considerando o cashback de 14%.

Eu não entendi a razão do Inter querer entrar nessa.

Andre Costa (@mr.luizandre)

Como diria o nobre amigo Pedro: “É cilada, Bino!”.

Fui um dos aventureiros que entrou na promoção em dobro por um ano. Poucos dias depois de contratar aconteceu a merda, e o trabalho que foi pra conseguir estorno. Com a promo em dobro pareceu valer a pena, não imaginava eu a dor de cabeça que teria, ainda bem que não fiz portabilidade. Agora com esses planos padrão não vale de forma alguma.

Lucas (@lucascherer)

Já começa errado quando uma operadora virtual não oferece a opção de habilitar a linha usando eSIM.

Everton Favretto (@evefavretto)

Por que nenhum operadora aceita assinar com uma MVNO se não for com exclusividade.